alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASILANTENA 1
    Veja todas as Notícias.

    Bolsonaro faz afagos a Moro e a Heleno

    Placeholder - loading - news single img
    Presidente Jair Bolsonaro antes da partida entre Brasil e Argentina pela Copa América no Mineirão, em Belo Horizonte 02/07/2019 REUTERS/Pilar Olivares

    Publicada em  

    Atualizada em  

    Por Ricardo Brito

    BRASÍLIA (Reuters) - O presidente Jair Bolsonaro fez nesta sexta-feira afagos públicos aos ministros da Justiça, Sergio Moro, e do Gabinete de Segurança Institucional, general Augusto Heleno, em entrevista após participar de uma solenidade em Brasília do 196º aniversário da criação do Batalhão do Imperador.

    Bolsonaro disse que pretende ir juntamente com Moro no domingo ao Maracanã assistir à final da Copa América de futebol masculino entre Brasil e Peru.

    'Se for possível e a segurança me permitir, iremos ao gramado. O povo vai dizer se nós estamos certos ou não', disse Bolsonaro.

    Moro --ex-juiz da Lava Jato-- está sob pressão desde que vieram à tona reportagens do site The Intercept Brasil que citam supostos diálogos dele com o chefe da operação pelo Ministério Público Federal, procurador Deltan Dallagnol, em que combinariam ações da investigação.

    O ministro da Justiça e o procurador negam irregularidades e não atestam a autenticidade das mensagens que, dizem, teriam sido obtidas por uma invasão criminosa.

    O presidente defendeu também a atuação de Heleno, que comanda a pasta responsável pela segurança pessoal do chefe do Executivo e que no início da semana foi alvo de críticas de um dos filhos do presidente, o vereador pelo Rio de Janeiro Carlos Bolsonaro (PSC).

    'Estou muito bem com o GSI, com o Heleno. Eu me sinto muito seguro e tranquilo. Não existe segurança 100% infalível. Qualquer presidente que eu tenho notícia sofre de vez em quando algum tipo de atentado. Mas eu confio 100% no general Heleno à frente do GSI', disse.

    No início da semana, no Twitter, Carlos havia dito que não andava com seguranças do GSI porque, embora acredite que a grande maioria dos membros do órgão sejam homens de bem, estão subordinados “a algo que eu não acredito”.

    Escrito por Reuters

    1. Home
    2. noticias
    3. bolsonaro faz afagos a moro e …

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.