alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    Boris Johnson recebe apoio de ex-rival em disputa para premiê britânico

    Placeholder - loading - news single img
    Candidato a premiê britânico, Boris Johnson 17/06/2019 REUTERS/Hannah Mckay

    29

    Publicada em  

    Por Guy Faulconbridge e Elizabeth Piper

    (Reuters) - O ex-prefeito de Londres Boris Johnson recebeu um estímulo na disputa para suceder a primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, nesta segunda-feira, quando um de seus ex-adversários o apoiou e disse ser quase certo que ele vencerá a disputa.

    O secretário da Saúde do Reino Unido, Matt Hancock, que saiu do páreo na sexta-feira depois de receber 20 votos na primeira votação dos parlamentares conservadores, disse que Johnson é o melhor candidato para liderar o partido.

    'Boris faz uma campanha disciplinada e quase certamente será nosso próximo primeiro-ministro', disse Hancock em um artigo publicado no jornal The Times.

    'Minha opinião é que precisamos começar a nos unir logo, e não mais tarde'.

    O Times disse que Hancock é um concorrente forte a próximo ministro das Finanças se Johnson vencer a disputa sucessória de May.

    A crise causada pela saída britânica da União Europeia pode se aprofundar com um novo líder, já que Johnson, o garoto-propaganda da campanha oficial do referendo de 2016 a favor da desfiliação da UE, prometeu tirar o país do bloco com ou sem um acordo.

    O Parlamento britânico indicou que tentará impedir um Brexit sem acordo – que poderia abalar os mercados e chocar a economia mundial, segundo alertas de investidores –, e a UE disse que não renegociará o Acordo de Retirada acertado com May.

    Johnson, o mais bem cotado para substituir May, obteve o respaldo de 114 parlamentares conservadores na primeira rodada da votação. No total, 313 parlamentares votaram.

    Seus rivais mais próximos foram o secretário das Relações Exteriores, Jeremy Hunt, que recebeu 43 votos, o ministro do Meio Ambiente, Michael Gove, com 37 votos e Dominic Raab, ex-ministro do Brexit, com 27 votos.

    'Boris é o favorito', disse Gove à rádio BBC. 'Mas precisamos fazer com que ele seja testado'. Johnson vem se mantendo discreto durante a corrida e não participou de um debate de candidatos no domingo.

    A segunda rodada da votação será na terça-feira, e o resultado deve sair perto das 17h locais. Qualquer candidato com 32 votos ou menos é eliminado. Se todos os candidatos tiverem mais de 32 votos, o que recebeu menos é eliminado.

    Se Johnson conquistar o cargo mais importante do país e optar por um Brexit sem acordo, uma crise constitucional pode se avizinhar caso o Parlamento tente impedir tal ruptura.

    Raab disse que o Legislativo poderia ser suspenso, se necessário, uma possibilidade que ele se recusou a descartar no debate de domingo.

    Mas o presidente da Câmara dos Comuns, John Bercow, disse ser uma fantasia pensar que a câmara baixa do Parlamento pode ser posta de escanteio.

    'É uma piada!', disse Bercow ao jornal francês Le Figaro.

    (Reportagem adicional de Richard Lough em Paris)

    Escrito por Reuters

    1. Home
    2. noticias
    3. boris johnson recebe apoio de …

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.