Capa do Álbum: Antena 1
A Rádio Online mais ouvida do Brasil
Antena 1
Ícone seta para a esquerda Veja todas as Notícias.

Brasil tem recordes de mortes e casos de coronavírus; mais de 2.000 óbitos no total

Placeholder - loading - Fuzileiro, com máscara de proteção, patrulha lado de fora de hospital em Manaus 17/04/2020 REUTERS/Bruno Kelly
Fuzileiro, com máscara de proteção, patrulha lado de fora de hospital em Manaus 17/04/2020 REUTERS/Bruno Kelly

Publicada em  

Atualizada em  

(Reuters) - No dia que marca um mês da primeira morte confirmada por Covid-19 no país, o Brasil registrou nesta sexta-feira recorde diário de vítimas fatais da doença, com 217, e o total de óbitos ultrapassou a marca de 2 mil, chegando a 2.141, mostraram dados do Ministério da Saúde.

O país também registrou a marca recorde de 3.257 novos casos confirmados em 24 horas, o que elevou o total para 33.682, de acordo com a plataforma online da pasta, no momento em que hospitais da rede pública de cidades como São Paulo e Fortaleza já começam a enfrentar problemas de lotação por causa da doença.

O recorde anterior de mortes registradas em um único dia havia ocorrido tanto na última terça quanto na quarta-feira passada, quando 204 óbitos foram computados em cada um desses dias. Também na quarta foi registrado o recorde anterior de aumento de casos, de 3.058.

Os recordes diários nos números de mortes e casos confirmados por coronavírus no Brasil foram divulgados no primeiro dia de trabalho de Nelson Teich à frente do Ministério da Saúde. Pela manhã, ele tomou posse no comando da pasta em substituição a Luiz Henrique Mandetta, que vinha acumulando atritos com o presidente Jair Bolsonaro e acabou demitido na véspera.

Ao contrário do que vinha ocorrendo diariamente antes da saída de Mandetta, não houve entrevista coletiva nesta sexta-feira de representantes do ministério para tratar da situação da pandemia no país.

Bolsonaro e Mandetta divergiam da estratégia de contenção da propagação do coronavírus. Enquanto o ex-ministro defendia o isolamento social como estratégia para frear a doença, como preconiza a Organização Mundial da Saúde (OMS), o presidente apregoa que apenas os integrantes do grupo de risco --idosos e portadores de comorbidades-- devem ficar isolados, liberando os demais para retornarem ao trabalho.

Teich, que em artigos já defendeu o chamado 'isolamento horizontal' criticado por Bolsonaro, disse na quinta-feira em pronunciamento ao lado do presidente que não fará medidas bruscas em relação ao distanciamento social, defendeu que saúde e economia são complementares e afirmou estar completamente alinhado a Bolsonaro.

De acordo com os dados do ministério, São Paulo segue sendo de longe o Estado com maior número de casos e de mortes pela Covid-19 --12.841 e 928, respectivamente--, seguido pelo Rio de Janeiro. Ceará, Amazonas e Pernambuco são outros Estados que já registraram mais de 100 mortes confirmadas por coronavírus, de acordo com os dados do ministério.

(Por Eduardo Simões, em São Paulo)

Escrito por Reuters

Últimas Notícias

Placeholder - loading - Imagem da notícia CASACOR: Descubra as tendências das edições de 2022

CASACOR: Descubra as tendências das edições de 2022

A 35º edição da CASACOR São Paulo celebrou a exposição deste ano com o tema “Infinito Particular”. Uma mostra que trouxe diversas tendências do mundo do design, e inovou diversos cômodos. Aqui falaremos um pouco dessas novidades, além de explorar o que esteve em alta nas exibições que aconteceram no Peru, Bolívia e a que vem por aí, em Brasília.

As propostas definitivamente irão te inspirar a valorizar os ambientes da casa de forma moderna e ao passo que mostra as singularidades da moda contemporânea.

A CASACOR possui edições em alguns países da America Latina, como também ao redor do Brasil inteiro. Em Brasília, a exposição acontece agora nos meses de setembro e outubro, já na Bolívia e Peru, 17 de maio e 25 de junho, e 24 de maio e 3 de julho, respectivamente.

Na Bolívia, os irmãos Ana Villagómez e Moisés Villagómez criaram o Loft Refugio Natural, espaço de cem metros² em que a arquitetura e o paisagismo se misturaram de maneira harmônica. A casa recebeu 35 ambientes, projetados por 55 profissionais.

“Usamos muitos materiais nobres, como pedra, revestimento de barro e madeira, e procuramos criar uma conexão entre o ser humano e a natureza”, explicou a paisagista e arquiteta.

Para os ambientes dessa amostra, a aposta é em tons terrosos, couro e elementos em preto que destoam das outras cores do cômodo. Os tons de marrom com a mescla de material estão populares pois dão uma sensação nostálgica e aconchegante ao ambiente. Tons quentes são sempre uma boa pedida para dar um ar de familiaridade ao ambiente.

Já em relação aos móveis em preto, a cor proporciona à sala um refinamento e modernidade. O contraste, nesse caso, é sempre uma boa escolha, principalmente com o resto das peças em dourado e laranja, como exemplifica a decoração da mostra na Bolívia.

No Peru, a mostra contou com a participação de mais de 60 profissionais, entre arquitetos, decoradores, paisagistas e designers. Nessa exposição se destacaram detalhes arredondados e luminárias inusitadas. Móveis com a ausência de quinas estão presentes em luminárias, nas mesas de centro, nos pufes, nos quadros, nos espelhos, nos tapetes e até no encosto das cadeiras da mesa de jantar.

Para a escolha da iluminação, os arquitetos saíram da caixa, escolhendo peças com formatos criativos. Além disso, complementam com cores e estruturas diferentes.

Já a CASACOR Brasília de 2022, celebrará 30 anos em Brasília. A edição comemorativa acontecerá de 3 de setembro a 30 de outubro na Arena BRB Mané Garrincha, no coração da cidade. Ao todo, serão 50 ambientes, todos inspirados no tema Infinito Particular, assim como a edição de São Paulo.

CASACOR São Paulo 2022

Você ainda pode apreciar a mostra para se inspirar e ficar por dentro das tendencias de decoração e design de interiores.

18 H
  1. Home
  2. noticias
  3. brasil tem recorde diario de …

Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.