Capa do Álbum: Antena 1
A Rádio Online mais ouvida do Brasil
Antena 1
    Veja todas as Notícias.

    Coronavírus: Destaques da Semana (14-18/12)

    Coronavírus: Destaques da Semana (14-18/12)

    Placeholder - loading - news single img
    Imagem: Duas mãos com luvas seguram uma seringa e um frasco enquanto há a imagem do novo coronavírus ao fundo – Antena 1/Divulgação

    Publicada em  

    A Antena 1 está cobrindo diariamente cada acontecimento referente a pandemia do novo coronavírus desde o primeiro caso. Neste balanço você encontrará as principais medidas tomadas e descobertas referentes ao vírus que está assolando todo o globo. Além de acompanhar em nosso site, e pela rádio, você também pode entrar no grupo Coronavírus Brasil para se informar 24h por dia.

    Veja também: Coronavírus: Destaques da semana (7-11/12)

    Nos Estados Unidos foi reportado o começo da vacinação contra a covid-19 no país. O imunizante que está servindo de medicamento para o tratamento é da Pfizer com a BioNTech. Enquanto isso, o secretário da saúde, Elcio Franco, afirmou que seria irresponsável definir uma data para o inicio da vacinação sem o registro e aval da Anvisa.

    A manhã de terça-feira foi recebida com a notícia que o governo do Estado de São Paulo mudou a estratégia para conseguir o registro definitivo da CoronaVac. Deveria ocorrer a apresentação do pedido emergencial para o imunizante no dia, porém, agora o estado irá entregar os documentos no dia 23 de dezembro, junto com o envio a instituição chinesa responsável pela regulação de medicamentos.

    As primeiras horas de quarta-feira foram cercadas pelo resultado de um estudo publicado na revista científica “The BMJ”, que concluiu que, mesmo em um cenário positivo, não haverão vacinas para pelo menos um quarto da população mundial até 2022. Os pesquisadores projetaram a hipótese baseada no ritmo de produção e distribuição, além da reserva de doses nos países.

    O começo de quinta-feira (17) foi com uma surpresa interessante: O governo federal anunciou que o plano de vacinação contra o novo coronavírus deverá incluir a vacina CoronaVac, feita pelo laboratório chinês Sinovac junto com o Instituto Butantan. Constaram na pasta também os medicamentos dos laboratórios Janssen e Pfizer, e o objetivo é que hajam mais de 360 milhões de doses no país.  

    Continuando o que ocorreu no dia anterior, o fim da semana ficou marcado pelo presidente Jair Bolsonaro assinando uma MP – sigla para Medida Provisória – que forneceu R$ 20 bilhões para comprar as vacinas contra o novo coronavírus. Com o dinheiro, o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, prevê a compra e recebimento de 93,4 milhões de doses até março do ano que vem. As três fabricantes citadas na pasta foram AstraZeneca, Sinovac e Pfizer.

    Participe do grupo Coronavírus Brasil e receba as principais notícias sobre o assunto em primeira mão.

    1. Home
    2. noticias
    3. coronavirus destaques da …

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.