alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    De olho em Trump, China e África do Sul pedem cooperação comercial em cúpula dos Brics

    Por Thomson Reuters

    Placeholder - loading - news single img

    Atualizada em

    Por Olivia Kumwenda-Mtambo e Alexander Winning

    JOHANESBURGO (Reuters) - A China e a África do Sul pediram aos outros governos dos Brics nesta quarta-feira que lutem contra o protecionismo e incentivem o comércio global multilateral em face das ameaças de tarifas do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, que colocam o comércio global em risco.

    Os alertas de Trump criaram um novo incentivo para Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul reforçarem sua cooperação comercial, e autoridades presentes na cúpula de três dias iniciada nesta quarta-feira em Johanesburgo encontraram uma voz coletiva em defesa do comércio internacional.

    O encontro de presidente do bloco comercial é o primeiro desde que o governo Trump iniciou uma ofensiva para reequilibrar o multilateralismo comercial que o norte-americano classificou como injusto, relacionamentos que os EUA defenderam no passado.

    'É nossa obrigação sincera demonstrar nosso compromisso com o sistema de comércio multilateral, salvaguardar a existência da OMC (Organização Mundial do Comércio) e também demonstrar nossa posição clara e forte contra qualquer ação unilateral e protecionismo', disse Zhang Shaogang, diretor-geral do Ministério do Comércio da China, na cúpula de países-membros dos Brics.

    'A cooperação no comércio e no investimento é a propulsora de uma cooperação abrangente dos Brics. Precisamos tornar nossa cooperação mais pragmática e institucionalizada'.

    O ministro do Comércio sul-africano, Rob Davies, disse que a economia mais industrializada da África está sendo afetada por danos colaterais.

    'Todos nós, Brics, concordamos que este momento da economia global exige que fortaleçamos nossa parceria', disse Davies.

    1. Home
    2. noticias
    3. de olho em trump china e …

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.