alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    Estudos mostram que os óculos podem prevenir várias doenças oculares

    Especialistas indicam quais os melhores modelos para uma proteção completa.

    Placeholder - loading - news single img
    Óculos sobre livros na praia (Foto: Pixabay)

    Publicada em  

    Quando a maioria das pessoas pensa em danos relacionados ao sol, provavelmente se preocupa com a pele. Mas os raios ultravioletas também representam uma ameaça para os olhos.

    De acordo com um estudo de 2014 do National Eye Institute, parte do National Institutes of Health, nos EUA, a radiação UV pode danificar proteínas nas lentes dos olhos. Com o tempo, esse dano pode aumentar o risco de uma pessoa ter catarata, o que prejudica a visão.

    "Quando você não usa proteção, a radiação ultravioleta que você não pode ver está penetrando no olho e as estruturas oculares são muito sensíveis a ele", diz a Dra. Rebecca Taylor, oftalmologista de Nashville e porta-voz da Academia Americana de Medicina. A parte de trás do olho, chamada retina, tem uma delicada área central conhecida como mácula. "Se você colocar um alvo no centro da retina logo atrás da pupila, a mácula seria o alvo", explica Taylor. "E quando a luz entra no olho, atinge a mácula como um raio laser".

    Há evidências de que os danos causados por estes raios podem aumentar o risco de degeneração macular de uma pessoa, uma das principais causas de cegueira relacionada à idade. E a exposição ao sol também está ligada ao câncer ocular e a uma forma de lesão ocular de curto prazo, semelhante a queimadura solar, chamada fotoceratite, ou ceratite ultravioleta, que pode causar cegueira temporária ou visão manchada.

    Os riscos de lesões oculares relacionadas ao sol são maiores em determinados horários do dia e em determinadas situações. Água, neve e para-brisas de carros podem refletir a luz nos olhos, e passar o tempo em um barco, em torno da neve ou em um veículo em um dia ensolarado "é como obter uma dose dupla de luz ultravioleta", diz o Dr. C. Stephen Foster, professor de oftalmologia em Harvard. "Você está recebendo a exposição direta do sol e uma segunda exposição da luz refletida." Além disso, em grandes altitudes, os raios do sol são mais fortes e os riscos oculares consequentemente aumentam.

    O uso de óculos de sol pode proteger os olhos de uma pessoa de todas essas preocupações. Mas é importante saber escolher o modelo ideal. "Não importa o quão escuro eles sejam ou a cor das lentes", diz Taylor. "O mais importante é que os óculos escuros bloqueiem 99 a 100% dos raios UVA e UVB". O tamanho das lentes também faz a diferença. "Quanto maior, melhor", diz Taylor.

    Por outro lado, há momentos do dia em que proteger os olhos atrás dos óculos de sol pode não ser uma boa ideia. Estudos mostraram que os fotorreceptores de luz no olho ajudam a ajustar os relógios circadianos do corpo, que desempenham um papel na regulação do sono, apetite e muito mais. Pesquisas descobriram que as pessoas que recebem "altos níveis" de luz pela manhã tendem a dormir melhor do que aquelas que não recebem. E usar óculos de sol no início do dia pode interferir nesses processos.

    Foster diz que pode ser prudente ficar sem óculos escuros até 9 ou 10 da manhã. Supondo que uma pessoa não esteja olhando diretamente para o sol, seus raios não são fortes o suficiente pela manhã para causar muitos danos, e expor os olhos à luz natural pode ajudar a definir os "relógios internos" do corpo, diz ele.

    Para ler mais notícias, curta a página Antena 1 News no Facebook!

    1. Home
    2. noticias
    3. estudos mostram que os oculos …

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.