alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    Expectativas de inflação recuam e Top-5 vê Selic a 4,50% em 2019, mostra pesquisa do BC

    Placeholder - loading - news single img
    Mulher faz compras em supermercado de São Paulo 11/01/2017 REUTERS/Paulo Whitaker

    Publicada em  

    Atualizada em  

    SÃO PAULO (Reuters) - As estimativas de inflação recuaram na pesquisa Focus divulgada pelo Banco Central nesta segunda-feira, levando o grupo que mais acerta as previsões a reduzir ainda mais a expectativa para a taxa básica de juros neste ano.

    O levantamento semanal apontou que a expectativa para a alta do IPCA neste ano caiu a 3,28%, de 3,42% antes. Para 2020 a conta foi reduzida em 0,05 ponto percentual, a 3,73%.

    O movimento acontece na esteira da mudança de pesos no cálculo do IPCA informado na sexta-feira pelo IBGE, com o grupo Transportes superando a Alimentação e se tornando o principal componente da inflação oficial brasileira a partir de janeiro de 2020.

    O centro da meta oficial de 2019 é de 4,25% e, de 2020, de 4%, ambos com margem de tolerância de 1,5 ponto para mais ou menos.

    Diante desse cenário, o Top-5, grupo dos que mais acertam as previsões, passou a ver a taxa básica Selic a 4,50% em 2019, de 4,75% na semana anterior, permanecendo nesse patamar em 2020.

    Como um todo, a pesquisa ainda mostra que os economistas veem a Selic a 4,75% este ano, mas a estimativa caiu a 4,75% também em 2020, de 5,00% antes.

    A Selic foi reduzida em setembro em 0,50 ponto, para 5,50% ao ano, nova mínima histórica, com o BC indicando de forma explícita novo alívio monetário.

    Para o Produto Interno Bruto (PIB), não houve mudanças nas estimativas, com o crescimento calculado em 0,87% e 2,00% respectivamente em 2019 e 2020.

    Escrito por Reuters

    1. Home
    2. noticias
    3. expectativas de inflacao …

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.