alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    Hábitos alimentares específicos podem ser sinal de autismo

    Crianças dentro do espectro autista costumam ser muito mais seletivas na hora de comer.

    Placeholder - loading - news single img
    Menina comendo melancia (Foto: Pixels)

    3123

    Publicada em  

    Um novo estudo descobriu que comportamentos alimentares atípicos podem ser sinal de autismo em crianças. O diagnóstico precoce do transtorno é a melhor forma de garantir qualidade de vida aos pequenos que sofrem com ele. Por isso, pesquisas sobre o assunto vêm se tornando cada vez mais comuns.

    Nesta pesquisa, especialistas listaram alguns hábitos comuns às crianças autistas: dificuldade para largar a mamadeira, hipersensibilidade à textura ou temperatura dos alimentos, recusa em aceitar mudanças na dieta, guardar alimentos no bolso em vez de comer e preferências alimentares limitadas. Cerca de 70% das crianças dentro do TEA (Transtorno do Espectro Autista) apresentam estes comportamentos.

    “Nós vemos crianças que continuam a comer comida para bebê ou que não experimentam texturas diferentes. Uma vez eu tratei uma criança que não ingeria nada além de bacon e chá gelado. Algumas delas sequer conseguem fazer a transição da mamadeira”, comentou Keith Williams, do Hospital Infantil do Estado da Pensilvânia, nos Estados Unidos.

    Segundo o especialista, mesmo que muitas crianças pequenas recusem alimentos novos, o comportamento daquelas que têm autismo é mais intenso e persistente. Elas geralmente permanecem sendo extremamente seletivas com a comida, já outras crianças aceitam gradativamente a adição de novos alimentos.

    A recomendação é que os pais levem os filhos ao pediatra caso notem comportamentos do tipo. Com o especialista, exames mais precisos serão feitos para diagnosticar a condição. A equipe ainda destacou que estes sinais podem aparecer já no primeiro dia de vida.

    Um outro fato curioso descoberto pelos cientistas foi que a maioria das crianças autistas têm uma dieta restritiva que consiste principalmente de produtos de grão, como macarrão e pão, e nuggets de frango. Isso é explicado porque elas sofrem com hipersensibilidades sensoriais (textura, sabor e temperatura) e não gostam de mudanças. Além disso, é comum que elas prefiram alimentos da mesma marca, cor ou forma. 

    “O estudo forneceu mais evidências de que esses comportamentos alimentares incomuns são a regra e não a exceção para crianças com autismo“, disse Williams.

    Para ler mais notícias, curta a página Antena 1 News no Facebook!

    1. Home
    2. noticias
    3. habitos alimentares …

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.