Capa do Álbum: Antena 1
A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASILANTENA 1
    Veja todas as Notícias.

    Ibovespa fecha em queda com agenda carregada de balanços e NY e fiscal no radar

    Placeholder - loading - news single img
    Ações da BRF fecham em queda de 7,8% e lideram perdas do Ibovespa. Curitiba, PR, Brasil 01/10/2019. REUTERS/Rodolfo Buhrer

    Publicada em  

    Por Paula Arend Laier

    SÃO PAULO (Reuters) - O Ibovespa fechou em queda nesta quinta-feira, com as ações da BRF despencando quase 8%, em sessão marcada por uma agenda cheia de resultados de empresas e que teve Via Varejo como destaque positivo.

    Investidores seguiram atentos a Brasília, principalmente após o presidente Jair Bolsonaro afirmar na véspera que o governo respeita o teto dos gastos e quer a responsabilidade fiscal.

    Porém, a 'debandada' da equipe econômica do governo trouxe preocupações sobre as perspectivas fiscais do país, principalmente em um momento de forte aumento de gastos para enfrentar a pandemia de Covid-19.

    Índice de referência do mercado acionário brasileiro, o Ibovespa recuou 1,62%, a 100.460,60 pontos, abandonando na parte da tarde o viés positivo que marcou a primeira etapa do pregão, quando superou os 103 mil pontos. O volume financeiro somou 31,8 bilhões de reais.

    'Está difícil de definir um viés neste momento', afirmou o gestor de uma empresa ligada à previdência complementar com sede no Rio de Janeiro, lembrando que os problemas fiscais já vinham desde antes da pandemia e se acentuaram com a crise.

    'O teto parece que está protegido nesse momento, mas existem outros riscos e a discussão do Orçamento vai ser bastante importante pra indicar esse nível de risco', afirmou.

    Nesta quinta-feira, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, afirmou que a reunião na véspera com o presidente, ministros e lideranças foi uma decisão 'acertada', que passa a mensagem de alinhamento em respeitar o teto de gastos em 2021.

    Para o analista Rafael Ribeiro, da Clear Corretora, a sinalização de união é importante, mas 'enquanto não houver uma medida prática, como um avanço real da agenda de reformas, o lado negativo seguirá pesando'.

    Após o fechamento, está prevista uma nova enxurrada de resultados de empresas brasileiras, incluindo B3, JBS, Lojas Americanas, Cyrela, Natura&Co, Equatorial e Suzano.

    Em Wall Street, a ausência de avanços nas negociações sobre novos estímulos fiscais para a economia norte-americana minou o S&P 500 e o Dow Jones, enquanto o Nasdaq Composite subiu com Apple atingindo 2 trilhões de dólares em valor de mercado.

    O secretário do Tesouro dos EUA, Steven Mnuchin, disse à presidente da Câmara dos Deputados, Nancy Pelosi, que estava disposto a avançar com a ajuda contra o Covid-19 em algumas áreas, mas não no financiamento eleitoral.

    DESTAQUES

    - BRF ON caiu 7,8%, com números do segundo trimestre mostrando queda do lucro, em meio a aumento de custos e queda nas receitas com exportações. De pano de fundo, a China identificou uma fábrica da Aurora Alimentos como origem de carne de frango que testou positivo para Covid-19. Executivos da BRF afirmaram que a testagem de produtos para aferir uma potencial contaminação por coronavírus, como quer a China, é um processo 'extremamente complexo'.

    - BRMALLS ON cedeu 7,74%, capitaneando as perdas de ações de empresas de shopping centers antes da divulgação do seu balanço nesta quinta-feira, após o fechamento do mercado. O setor está entre os mais afetados pela epidemia, com medidas de isolamento social primeiro fechando os empreendimentos e depois reduzindo o fluxo de pessoas. MULTIPLAN caiu 5,94% e IGUATEMI ON recuou 4,93%.

    - VIA VAREJO ON subiu 3,41%, após mostrar lucro de 65 milhões de reais no segundo trimestre, com forte desempenho do comércio eletrônico e crédito fiscal. A companhia disse que mira aumento da margem bruta e descartou apelar para estratégias que incluem cash back aos clientes. O papel também foi incluído no índice MSCI Global Standard. No setor, MAGAZINE LUIZA ON avançou 0,49% e B2W ON, que divulga balanço ainda nesta quinta-feira, valorizou-se 1,45%.

    - ELETROBRAS ON recuou 6,94%, após divulgar queda de 17% no lucro do segundo trimestre, a 4,6 bilhões de reais, apesar dos efeitos benignos da revisão das tarifas de transmissão, que ajudou o Ebitda a disparar para 7,78 bilhões de reais. À tarde, o presidente da companhia disse que a privatização da elétrica está sendo prejudicada em 'timing' porque a pandemia impõe agenda ao Congresso, mas que as negociações estão em curso.

    - PETROBRAS PN fechou em baixa de 2,73%, conforme os preços do petróleo ampliaram as perdas no exterior, tendo de pano de fundo notícia de que a Agência Internacional de Energia (IEA) reduziu sua projeção de demanda por petróleo em 2020. O contrato do Brent encerrou em queda de 1%.

    - VALE ON caiu 1,87%, também pesando no Ibovespa.

    - ITAÚ UNIBANCO PN e BRADESCO PN recuaram 2,85% e 2,08%, respectivamente, sucumbindo à piora generalizada no pregão brasileiro.

    Escrito por Reuters

    1. Home
    2. noticias
    3. ibovespa fecha em queda com …

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.