Capa do Álbum: Antena 1
A Rádio Online mais ouvida do Brasil
Antena 1
    Veja todas as Notícias.

    Investimento externo em infraestrutura vai chegar com força no Brasil em 2020, diz ministro

    Placeholder - loading - news single img
    11/10/2019 REUTERS/Amanda Perobelli

    Publicada em  

    Por Pedro Fonseca

    RIO DE JANEIRO (Reuters) - Os projetos de concessão apresentados pelo governo federal a potenciais investidores no exterior foram recebidos com enorme interesse em países como Espanha e Estados Unidos, e o investimento externo vai chegar ao Brasil com força em 2020, afirmou nesta quarta-feira o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas.

    De acordo com o ministro, que participou de uma transmissão de vídeo ao vivo ao lado do presidente Jair Bolsonaro no Facebook, o aumento do interesse é resultado de um esforço do governo para resolver os principais riscos que vinham sendo identificados pelos investidores, o que abriu as portas do país para a chegada de novos investimentos.

    'Mostramos nossos projetos, mostramos como nossos projetos estão sendo estruturados e, mais do que isso, mostramos aos investidores que não trabalhamos apenas uma lista de projetos, nós trabalhamos um ambiente de negócios, porque os principais riscos que vinham sendo identificados pelos investidores estão todos tratados, e isso pegou muito bem. É sinal de que o investimento vai vir para o Brasil, o dinheiro vai chegar', afirmou.

    Segundo ele, operadores de infraestrutura da Espanha já disseram que estarão em próximos leilões no Brasil. O ministro não especificou os projetos que os espanhóis teriam demonstrado interesse.

    O ministro também comentou no vídeo sobre a expansão da malha ferroviária brasileira. Segundo ele, chamou atenção do governo o interesse de investidores estrangeiros nas ferrovias Oeste-Leste e Ferrogrão, que serão concedidas à iniciativa privada no ano que vem.

    Tarcísio afirmou também que o governo está em vias de conseguir junto ao Tribunal de Contas da União (TCU) a prorrogação do contrato da Malha Paulista, que vai gerar 6 bilhões de reais em investimento em ferrovias nos próximos 5 anos.

    De acordo com o ministro, serão investidos nos próximos 4 a 5 anos de 25 bilhões a 30 bilhões de reais em ferrovias, o que vai dobrar a participação do módulo ferroviário na matriz do transporte brasileiro. 'É uma pequena revolução ferroviária que está em curso', afirmou.

    Freitas disse que o governo colocará o Exército para trabalhar em obras de ferrovias. 'Vamos pegar lote da Fiol (Ferrovia de Integração Oeste-Leste) e teremos o Exército atuando lá.'

    No vídeo, Bolsonaro também anunciou que vai buscar junto ao ministro da Economia, Paulo Guedes, dobrar o valor da diária de soldados por dia de trabalho em obras de infraestrutura realizadas pelas Forças Armadas de 25 para 50 reais.

    Escrito por Reuters

    Vulcão Nyiragongo: Crianças esperam reencontrar famílias

    Transcrito: 
    Centenas de milhares de pessoas fugiram após a erupção do vulcão Nyiragongo. Naomi perdeu de vista a família no meio do caos. Ela jamais esquecerá o momento em que o céu ficou vermelho.
     
    Naomi (criança deslocada): ”Disse à minha mãe: ’Olha, mãe, o vulcão entrou em erupção.’ Nós saímos e muitos estavam a fugir. Foi aí que nos perdemos uns dos outros. Eu estava apavorada. Estava a tremer. Não conseguia sequer correr para casa.”
     
    Muitas das 400 mil pessoas que fugiram vieram para a cidade de Sake. De acordo com a ONU, há quase mil crianças desaparecidas. Bahati Batitsie trabalha como voluntário para a Cruz Vermelha. Ate agora, ele e os colegas conseguiram encontrar as famílias de 700 crianças. Bahati tem 6 filhos e acolhe outras 3 crianças. São muitas bocas para alimentar.
     
    Bahati Batitsie Fidel (Voluntário da Cruz Vermelha): “Eu sacrifico o pouco que tenho, o que Deus me deu. É assim que alimento as crianças, mas é uma luta.”
     
    Muitas pessoas estão desesperadas. Bebem a água do lago que pode causar cólera. A equipe humanitária tenta oferecer o básico, como farinha.
     
    Bahati Batitsie Fidel (Voluntário da Cruz Vermelha): “As condições de vida são muito más. Não há comida nos mercados. Pessoalmente, não estou a ganhar nada, sou pobre.”
     
    Naomi acha que sabe onde podem estar os seus pais. Mas esse sítio fica longe e o transporte é caro.
     
    Naomi (criança deslocada): ”Depois de encontrar a minha mãe e o meu pai, gostaria de me mudar para cá, porque gosto de aqui estar."

    A brincar sobre a lava de uma antiga erupção. As crianças esperam rever as suas famílias em breve. 
    Veja também:

    1 D

    1. Home
    2. noticias
    3. investimento externo em …

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.