Capa do Álbum: Antena 1
A Rádio Online mais ouvida do Brasil
Antena 1
    Veja todas as Notícias.

    LP é a Artista da Semana

    Dona do hit “Lost On You”, artista norte-americana visitaria o Brasil pela primeira vez no próximo Lollapalooza. Quando a pandemia passar, garantiu à Antena 1: “Mal posso esperar para estar aí!”

    Placeholder - loading - news single img
    Istock/Divulgação

    Publicada em  

    Nascida Laura Pergolizzi no dia 18 de março de 1981, a cantora estadunidense que mescla influências do indie pop e do rock alternativo batizou-se com o nome artístico LP em meados de 1996. À época, aos 16 anos de idade, começava a perseguir a carreira de cantora, pouco depois de perder a mãe para o câncer.

    Veja também: Dona do hit “Lost On You”, LP comenta novo single em entrevista à Antena 1

    A morte da mãe levou a artista a se mudar para Nova Iorque, onde lançaria seu primeiro projeto profissional no final dos anos 90, quando, junto com a amiga Alicia Godsberg, formou a banda de rock alternativo Lionfish. A dupla publicou canções por um curto período de tempo, usando um cognome que juntava os signos do zodíaco de Laura – Peixes – e o de Alice – Leão.

    Pouco tempo depois, seguindo o mesmo raciocínio, elas decidiram reduzir a sigla do grupo para LP, considerando os termos do inglês “Lion” (Leão) e “Pisces” (Peixes). A alcunha também veio de encontro ao apelido que Laura recebeu de algumas pessoas quando chegou em solo nova iorquino, levando em conta as iniciais de seu nome e sobrenome.

    David Lowery, da banda Cracker, viu uma das apresentações da cantora na cidade e, admirado com sua voz, acionou a artista para cantar “Cinderella” – uma faixa oculta do álbum “Gentleman’s Blues”, que tinha sido gravado em 1998 pelo grupo de rock.

    A parceria entre os dois não pararia por aí: Lowery também seria o produtor do álbum de estreia de LP, “Heart-Shaped Scar”, lançado em 2001 pela Koch Records.

    Três anos depois, a artista publicaria seu segundo álbum de estúdio, “Suburban Sprawl & Alcohol”, que, apesar de críticas positivas da imprensa especializada e uma extensa turnê destinada a promover a obra, não conseguiu alcançar um reconhecimento geral.

    Foi só em 2006, depois de uma performance no festival do TexasSouth by Southwest”, que LP se destacaria no universo musical, tornando-se alvo de uma disputa de contratos entre as principais gravadoras atuantes à época. 

    Ela fechou acordo com a Island Def Jam Music Group, empresa subsidiária da Universal Music Group, mas acabou peregrinando entre três selos diferentes do grupo – Island, RedOne e SoBe Entertainment –, onde permaneceu por quatro anos e escreveu cerca de 130 músicas, sem ter nenhum álbum publicado pela empresa.

    Enquanto sua carreira musical parecia congelada pelo sistema de gravadoras, o material escrito por LP acabou se tornando um sucesso para outros artistas. O grupo vocal masculino Backstreet Boys foi o primeiro a apostar nas composições da cantora, gravando a faixa “Love Will Keep You Up All Night”, publicada no álbum “Unbreakable” (2007).

    Em pouco tempo, outros artistas também passariam a gravar as letras da cantora, como Rihanna, com quem ela co-escreveu a canção “Cheers (Drink to That)”, presente no álbum “Loud” (2010); e Christina Aguilera, quem ajudou na criação de “Beautiful People” – faixa inclusa na trilha sonora do musical “Burlesque” (2010).

    Músicos como o sueco Erik Hassle e a norte-americana Heidi Montag também gravaram suas composições, além de Vicci Martinez, finalista da edição de 2011 do The Voice, com quem co-escreveu o single “Afraid to Sleep”.

    Depois de quase uma década sem conseguir publicar um novo álbum, a artista lançaria o EP “Into the Wild: Live at EastWest Studios” em 2012, após fechar contrato com a Warner Bros. Records. A faixa-título da obra chegou a ser usada em uma campanha nacional do Citibank nos EUA, para onde LP se mudou dois anos antes do lançamento do novo álbum.

    Em maio de 2012, a cantora também foi apresentada como “Artista da Semana” pela revista Vogue. Dois anos depois, lançou seu terceiro álbum, “Forever Now”, que contou com colaborações especiais de artistas como Isabella Summers – vocalista da banda Florence and the Machine

    Lançada em abril de 2014 e produzida por Rob Carvalho, presidente da Warner Bros à época, a obra foi promovida com o single “Night Like This”, entrando para o 132º lugar da Billboard 200, que classifica semanalmente os discos mais vendidos nos Estados Unidos. 

    No mesmo ano, a artista também enfrentaria o que considera ter sido o episódio mais desafiador de sua carreira: “Mostrei as músicas “Lost On You”, “Muddy Waters” e “Strange” para a Warner Brothers, eles queriam ver se me manteriam na gravadora, mas acabaram me dispensando”, contou em entrevista à Antena 1 em agosto deste ano. A experiência, no entanto, acabou se transformando – nas palavras da cantora – na “melhor coisa”  que poderia ter sucedido em sua trajetória. 

    Um ano depois, o chefe de A&R da gravadora grega Cobalt Music, Panagiotis Loulorgas, procurou a artista para licenciar suas músicas no exterior. Em pouco tempo, LP alcançaria o topo das paradas musicais em 18 países – além da Grécia, a lista inclui países como França, Alemanha, Itália, Rússia, Turquia, Romênia e Israel – com o hit “Lost On You”, que atingiu mais de 1 bilhão de streams.

    O reconhecimento global levou a cantora a lançar seu quinto álbum de estúdio, “Heart to Mouth” (2018). Com os hits “Girls Go Wild” e “Recovery”, o disco alcançou certificação de ouro na Polônia e o número dois na parada “Heatseekers” da Billboard, que elenca artistas novos e em crescimento.

    Em 29 de maio de 2020, a artista e ativista LGBT de 39 anos também lançou seu primeiro álbum ao vivo, o “Live In Moscow”, que foi gravado no ano passado, quando LP se apresentou na capital da Rússia diante de uma multidão de mais de seis mil fãs. 

    No último dia 23 de julho, lançou um videoclipe para o novo single “The One That You Love”, que vai integrar o próximo álbum da artista. Em entrevista à rádio, ela revelou os bastidores da produção do vídeo, gravado no rancho Big Sky, em Simi Valley, cidade da Califórnia – local que também já foi cenário da série de ficção científica Westworld

    O espaço de mais de 32 km² facilitou o distanciamento social entre os membros da equipe, mas o registro não deixou de ser desafiador. “Chegamos lá às cinco da manhã e só fomos sair às seis da tarde. Foi difícil e quase acabou não acontecendo”, contou LP, ressaltando o uso de máscaras pelo grupo, dirigido por Darren Craig – conhecido por seus trabalhos com Rihanna, Kanye West e Shakira.

    Ela faria um show no Brasil pela primeira vez na próxima edição do Lollapalooza, adiada em função da pandemia do novo coronavírus. Quando a pandemia passar, garantiu: “Mal posso esperar para estar aí!”.

    É o ponto de vista de alguém de fora e ainda sem conhecimento, mas sinto que você não pode dizer que entende do universo musical se não conhece a música brasileira”, acrescentou.

    Quer conhecer mais sobre a história de LP e ouvir alguns de seus principais sucessos? Então não deixe de conferir nosso Podcast do Artista clicando aqui!

    1. Home
    2. noticias
    3. lp e a artista da semana

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.