alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    NOTÍCIAS SOBRE artistas

    Veja essas e outras notícias da Antena 1

    Placeholder - loading - Imagem da notícia Artistas e intelectuais passam por 'lavagem cerebral', diz vice de Bolsonaro

    Artistas e intelectuais passam por 'lavagem cerebral', diz vice de Bolsonaro

    Por Ricardo Brito

    BRASÍLIA (Reuters) - O candidato a vice-presidente da chapa de Jair Bolsonaro (PSL), o general da reserva do Exército Hamilton Mourão (PRTB), disse à Reuters que artistas e intelectuais do país, alguns dos quais têm se empenhado publicamente em defender o voto contra o presidenciável do PSL, passaram por uma 'lavagem cerebral'.

    'O que você vê nitidamente é que a nossa classe artística aí, a classe intelectual, esse pessoal passou por um processo de lavagem cerebral que parece que só tem uma visão de mundo para eles. Eu acho que isso está errado', disse Mourão, em entrevista por telefone na quarta-feira.

    Ao ser questionado sobre os movimentos, principalmente em redes sociais, de artistas com representatividade nacional que pregam o voto contra Bolsonaro, o candidato a vice afirmou ainda que a classe artística no país é patrulhada ideologicamente e, se não tomam uma posição contra o presidenciável do PSL --líder nas pesquisas de intenção de voto--, podem até perder o emprego.

    'Olha, os artistas são patrulhados ideologicamente, né? Então, se eles não tomam essa posição, eles perdem até o emprego. Então eu tenho até pena da classe artística, porque parece até que eles pararam de pensar', disse.

    Bolsonaro está hospitalizado se recuperando de um atentado à faca em evento de campanha no dia 6 de setembro.

    Mourão citou que algumas das cantoras que andaram tomando posição --que ele destacou que 'não sabe nem se é delas mesmo ou se é algo que foi imposto'-- estão 'começando a tomar aqueles famosos 'dislikes' nos Facebooks da vida numa proporção muito maior'.

    Cantoras como Anitta e Daniela Mercury usaram redes sociais para defender o voto contra Bolsonaro, embaladas pela hashtag #EleNão, que tem ganhado a adesão de milhões de brasileiras e brasileiros.

    No passado, Bolsonaro já deu declarações polêmicas contra mulheres e até responde a dois processos no Supremo Tribunal Federal pelo episódio em que, em 2014, disse que não estupraria a deputada Maria do Rosário (PT-RS) porque ela “não mereceria”.

    DEFINIÇÃO

    Pesquisas de intenção de voto têm mostrado uma discrepância no voto de Bolsonaro entre o eleitorado masculino e feminino. O candidato do PSL também tem tido forte rejeição entre as mulheres. As mulheres representam a maioria do eleitorado brasileiro, 52,5 por cento do total dos 147,3 milhões de brasileiros aptos a votar.

    Mourão disse que essa diferença nas intenções de voto por sexo se deve ao fato de que 'as mulheres levam mais tempo para se decidir'.

    'Estão em cima do muro aguardando a semana que vem para tomarem essa decisão e por isso que há uma intenção de voto menor em relação às mulheres do que nos homens', afirmou. 'Você sabe que o homem quando entra numa loja ele vai lá e compra, acabou, a mulher leva um tempo para comprar, né? É a mesma lógica, a lógica é igual', comparou.

    Mourão negou que as intenções de voto da chapa entre as mulheres se deve às declarações dadas por Bolsonaro e por ele próprio --na semana passada disse que famílias sem pai e avô podem levar ao surgimento de uma 'fábrica de elementos desestruturados' que 'tendem a ingressar em narcoquadrilhas'.

    O candidato a vice citou o fato de que, na pesquisa Ibope para o primeiro turno divulgada na segunda-feira, Bolsonaro e o candidato do PT, Fernando Haddad, empatam em 21 por cento cada um no eleitorado feminino.

    'Não (é por causa das declarações), se você vê que está idêntico para os dois. Isso deixa muito claro que as mulheres ainda não tomaram sua decisão, ainda estão por se decidir', disse.

    O argumento de Mourão, no entanto, não leva em conta que, embora Bolsonaro e Haddad estejam empatados no eleitorado feminino, o candidato do PSL é o que tem a maior diferença entre os votos das mulheres e dos homens entre todos os presidenciáveis.

    O petista, por exemplo, tem 22 por cento das preferências no eleitorado masculino e 21 por cento no feminino. Já no caso do capitão da reserva, entre os homens seus votos somam 35 por cento, enquanto entre as mulheres fica apenas com 21 por cento.

    Questionado se há um trabalho específico na reta final para o primeiro turno para conquistar o eleitorado feminino, Mourão afirmou que Bolsonaro já vem gravando mensagens veiculados em redes sociais para esse público.

    O candidato a vice destacou também que em todos os lugares que têm feito campanha tem 'aquela integração das mulheres, todas as mulheres sobem para tirar foto junto, teve muita manifestação nesse sentido'.

    LER NOTICIA

    Fique por dentro

    de tudo o que acontece nos bastidores do mundo da música, desde lançamentos, shows, homenagens, parcerias e curiosidades sobre o seu artista favorito. A vinda de artistas ao Brasil, cantores e bandas confirmadas no Lollapalooza e no Rock in Rio, ações beneficentes, novos álbuns, singles e clipes. Além disso, você acompanha conosco a cobertura das principais premiações do mundo como o Oscar, Grammy Awards, BRIT Awards, American Music Awards e Billboard Music Awards. Leia as novidades sobre Phil Collins, Coldplay, U2, Jamiroquai, Tears for Fears, Céline Dion, Ed Sheeran, A-ha, Shania Twain, Culture Club, Spice Girls, entre outros. Aproveite também e ouça esses e outros artistas no aplicativo da Rádio Antena 1, baixe na Apple Store ou Google Play e fique sintonizado.

    1. Home
    2. noticias
    3. tags
    4. artistas

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.