alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    Não há decisão sobre privatizar Petrobras, processo demanda estudos, diz Onyx

    Placeholder - loading - news single img
    O ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, em coletiva de imprensa em Brasília. 03/01/2019. REUTERS/Adriano Machado

    2795

    Publicada em  

    Por Ricardo Brito e Marcela Ayres

    BRASÍLIA (Reuters) - A Petrobras é uma empresa global e há a necessidade de estudos sobre eventual processo de privatização da companhia, antes de qualquer decisão a ser tomada pelo governo brasileiro sobre o assunto, afirmou o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni.

    'Não temos ainda uma definição do Ministério (de Minas e Energia), do governo e da empresa, de colocarmos como um todo no PPI', afirmou ele a jornalistas, ao apresentar uma lista de empresas que serão desestatizadas.

    Questionado sobre o assunto após notícia nesta quarta-feira de que a equipe econômica planeja privatizar a Petrobras até o fim do governo de Jair Bolsonaro, ele afirmou que estudos são necessários e não deu nenhum prazo para que isso possa eventualmente ocorrer.

    'A Petrobras como um todo passará por estudos da equipe do PPI... por tudo o que ela significa, será feito algo muito criterioso', declarou.

    'Em relação à Petrobras, estamos trabalhando, o MME (Ministério de Minas e Energia) estuda, e aquilo que é adequado na visão do governo está sendo feito.'

    Ele acrescentou que a Petrobras está em um processo de recuperação e reorganização, que inclui venda de ativos.

    O porta-voz da Presidência, general Otávio Rêgo Barros, disse que da parte do presidente Jair Bolsonaro não há 'nenhuma ideia' no sentido de privatizar a Petrobras.

    Nesta quarta-feira, o jornal Valor Econômico publicou, em sua versão online, que a equipe econômica pretende privatizar a Petrobras até o fim do governo.

    Procurada, a Petrobras não respondeu imediatamente a um pedido de comentários.

    O Ministério da Economia afirmou que não iria comentar.

    Na semana passada, o durante evento no Rio de Janeiro, o ministro da Economia, Paulo Guedes, disse ao presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, não duvidar que o governo poderia privatizar 'coisas maiores'.

    A afirmação, que arrancou gargalhadas de uma plateia que escutava o ministro durante o encerramento do evento do Instituto Brasileiro do Petróleo (IBP) sobre gás natural, foi considerada por Guedes depois, em entrevista a jornalistas, uma 'brincadeira'.

    Mais cedo, no mesmo dia do evento no Rio, Guedes falou sobre o assunto em São Paulo. 'Meu trabalho é tentar vender todas as estatais', afirmou.

    Escrito por Reuters

    1. Home
    2. noticias
    3. nao ha decisao sobre …

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.