Capa do Álbum: Antena 1
A Rádio Online mais ouvida do Brasil
Antena 1
    Veja todas as Notícias.

    ONU alerta para elevação catastrófica dos mares se mundo não reduzir emissões de carbono

    Placeholder - loading - Crianças observam surfistas no mar da Flórida, nos EUA 05/09/2019 REUTERS/Maria Alejandra Cardona
    Crianças observam surfistas no mar da Flórida, nos EUA 05/09/2019 REUTERS/Maria Alejandra Cardona

    Publicada em  

    Por Matthew Green

    NOVA YORK (Reuters) - Cientistas responsáveis por um estudo histórico sobre as relações entre oceanos, geleiras, calotas polares e o clima emitiram um alerta contundente ao mundo nesta quarta-feira: cortem as emissões ou vejam rios secarem, cidades desaparecerem debaixo dos mares em elevação e a vida marinha entrar em colapso.

    Dias depois de milhões de jovens exigirem o fim da era dos combustíveis fósseis em protestos ao redor do globo, um novo relatório de um painel de especialistas apoiado pela Organização das Nações Unidas (ONU) revelou que ações radicais ainda podem evitar alguns dos piores resultados do aquecimento global.

    Mas o estudo deixou claro que permitir que as emissões de carbono continuem sua trajetória ascendente abalaria tão profundamente o equilíbrio dos grandes sistemas geofísicos que governam os oceanos e as regiões congeladas da Terra que ninguém ficaria ileso.

    'Todos no mundo serão afetados pelas mudanças que estamos vendo', disse Michael Meredith, oceanógrafo da Pesquisa Antártica Britânica e um dos autores do relatório, à Reuters.

    'O principal a se extrair do relatório é que temos escolha. O futuro não está gravado na rocha'.

    Finalizado na terça-feira, em uma última sessão de conversas de 27 horas em Mônaco entre os autores e representantes de governos, o relatório foi resultado de dois anos de trabalho do Painel Intergovernamental sobre as Mudanças Climáticas das Nações Unidas (IPCC).

    Compilado por mais de 100 autores que revisaram 7 mil estudos acadêmicos, o relatório documentou as implicações do aquecimento dos oceanos, do derretimento rápido das calotas de gelo da Groenlândia e da Antártica e do encolhimento das geleiras para mais de 1,3 bilhão de pessoas que vivem em regiões baixas ou de montanhas altas.

    O relatório projeta que o nível dos mares pode subir 1 metro até 2100 --dez vezes o ritmo do século 20-- se as emissões continuarem crescendo. Olhando mais adiante, a elevação pode exceder cinco metros até 2300.

    No Himalaia, geleiras que alimentam dez rios, incluindo o Ganges e o Yangtzé, podem encolher dramaticamente se as emissões não caírem, abalando suprimentos de água de uma parcela da Ásia.

    O derretimento do subsolo congelado de lugares como o Alasca e a Sibéria pode liberar quantidades vastas de gases do efeito estufa, o que pode desencadear ciclos de reações adversas que acelerariam o aquecimento.

    Prevê-se que as emissões de carbono, que atingiram um recorde no ano passado, causarão um impacto devastador nos oceanos, que até agora amorteceram quase todo o aquecimento causado pelo homem com a queima de carvão, petróleo e gás.

    Escrito por Reuters

    Últimas Notícias

    Placeholder - loading - Imagem da notícia 6 músicas internacionais que têm samples de outras canções

    6 músicas internacionais que têm samples de outras canções

    Sample é um termo bastante conhecido no mundo da música, especialmente por compositores, cantores e gravadoras. Mas a verdade é que isso talvez seja algo que esteja guardado apenas para os profissionais da área. Sendo assim, esta matéria foi preparada para informar o leitor, com uma linguagem fácil para todos tenham conhecimento.

    A criação de uma música é muito mais complicada e detalhada do que o ouvinte comum acha. O glamour para os cantores e bandas, como premiações, discos de ouro e platina são apenas o final de um trabalho longo e extenso. Como, sabemos que para uma produção de música, uma equipe com vários profissionais é acionada.

    Para entender o sample, devemos voltar lá na origem do artificio, que teve notoriedade na década de 80, justamente com o crescimento das músicas eletrônicas e os arranjos, em versões de remix.

    Por mais moderno que possa parecer, uma técnica de samplear as faixas musicais são muito mais antigas do que pensamos. As primeira tentativas e estudos originaram o termo, surgiram na década de 40.

    Os franceses teóricos da música Pierre Schaefer e Pierry Henry, foram os pioneiros na preparação da chamada Musique Concrèt, que em resumo é arte de modificar um som.

    Como o próprio diz, o significado de Sample, do inglês para o português é basicamente “amostra”, e essa amostra é uma forma utilizada pelos produtores, em uma criação musical. Diferente do remix, o sample é uma base de um faixa já existente. Para deixar mais fácil para o entendimento.

    Quando um musico pega um violão para compor as primeiras notas de uma obra, ele levará para uma gravadora e produtor musical, e incluir aquele curto trecho instrumental na canção. Essa gravação do violão é uma amostra fica gravada, para o inicio da criação.

    O Sample não está limitado apenas nas gravações instrumentais, mas as vozes são muito presentes também. Muitos produtores usam de uma musica já existente para a elaboração de uma nova.

    Por isso, em algumas situações, é notório quando o ouvinte aprecia uma canção, e assemelha a mesma com outra. Assim, ‘samplear’ pode ser considerado uma forma de homenagear o criador.

    Músicas que utilizam sample

    Madonna - 'Hung Up'

    Do ritmo conhecido e apreciado por muitos, o single ‘Gimme ,Gimme, Gimme’ da banda aclamada ABBA, a diva Madonna, não economizou na homenagem ao grupo sueco. ‘Hung Up’ virou de fato um sucesso em 2005, e talvez poucos sabiam dessa similaridade.



    Confira a versão do ABBA:



    Beyoncé - 'All Night'

    A base feita pela estrela Beyoncé em ‘All Night’ foi de fato uma bela combinação com ‘Spottieottiedopaliscious’. A canção original veio da dupla de rappers americanos, Outkast.



    Confira a versão da dupla Outkast:



    Jennifer Lopez - 'Jenny From The Block'

    O grupo americano de hip hop, The Beatnuts, emprestou um de seus exemplares, ‘Watch Out Now’, para a cantora, compositora e atriz Jennifer Lopez. A batida presente na canção da J.Lo é mais um exemplo da utilização do sample. E vale ressaltar que isso não falta de criatividade, e sim uma admiração e homenagem.



    Confira a versão do grupo The Beatnuts:



    Ariana Grande - '7 Rings'

    Ariana Grande voltou ao passado e utilizou 'My Favorite Things', do clássico 'A Noviça Rebelde' em sua música "7 Rings".    

    1 D
    1. Home
    2. noticias
    3. onu alerta para elevacao …

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.