alexametrics
Conectando

    As quedas em idosos são consideradas um problema de saúde pública devido à gravidade das lesões que podem gerar.

    Pesquisadores desenvolvem pulseira capaz de evitar queda em idosos

    Por Redação, antena 1

    Placeholder - loading - news single img

    Parceria entre a Universidade de São Paulo (ICMC-USP) e a Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), com o auxílio da Google, levará ao desenvolvimento de um produto para auxiliar idosos a evitar quedas.

    As quedas em idosos são consideradas um problema de saúde pública devido à gravidade das lesões que podem gerar. E há vários métodos para auxiliar cuidadores e médicos a prevenir esses incidentes, mas eles costumam limitar a liberdade dos idosos.

    Com a utilização de um acelerômetro – pequeno aparelho que mede a alteração de velocidade durante um percurso –, a pesquisa pretende detectar tendências que podem levar idosos saudáveis a quedas em um futuro próximo. Como o acelerômetro é pequeno, pode ser utilizado até mesmo como uma pulseira.

    Um dos diferenciais da pesquisa em relação a soluções comerciais existentes é que essas detectam a queda depois que ela aconteceu, ou no momento em que ela acontece. No novo modelo, consegue-se identificar se a pessoa tem um histórico de quedas recente, o que pode permitir detectar se a pessoa cairá no futuro.

    O projeto da USP e da UFSCar realizou diversos testes e estabeleceu uma amostra de 74 idosos sem histórico de quedas nos últimos seis meses. A avaliação consistiu em um questionário sociodemográfico e outro de rastreio cognitivo.

    Com a etapa de teste concluída, os pesquisadores precisam de tempo para analisar os resultados. O resultado final, segundo os pesquisadores, deverá estabelecer padrões de alerta, para que cuidadores e médicos tomem as medidas necessárias que evitem uma queda.

    A próxima meta do projeto é desenvolver um produto que colete os dados a todo o tempo e possa ser utilizado no dia a dia, por qualquer idoso.

    Para ler mais notícias, curta a página Antena 1 News no Facebook!

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.