alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    Petrobras diz que Justiça nos EUA aprova acordo da 'class action'

    Por Thomson Reuters

    Placeholder - loading - news single img

    Atualizada em

    SÃO PAULO/RIO DE JANEIRO (Reuters) - A Petrobras informou nesta segunda-feira que a Corte Federal de primeira instância em Nova York aprovou o acordo de 2,95 bilhões de dólares para encerrar a ação coletiva ( class action ) contra a petroleira estatal nos Estados Unidos.

    Tal acordo havia sido assinado em janeiro e obtido uma aprovação preliminar em março.

    A class action foi movida por investidores da estatal em decorrência de perdas bilionárias provocadas pelo envolvimento da companhia nos desvios revelados pela operação Lava Jato, da Polícia Federal.

    Segundo a petroleira, essa decisão pode ser objeto de recurso à Corte de Apelações do Segundo Circuito, porém, a partir de agora, a 'class' action está encerrada em primeira instância .

    O acordo não constitui admissão de culpa ou de prática de atos irregulares pela Petrobras, reconhecida pelas autoridades brasileiras como vítima dos fatos revelados pela operação Lava Jato , acrescentou a empresa no comunicado.

    Após assinar o acordo, o ex-presidente da Petrobras Pedro Parente afirmou que a medida reduzia incertezas, uma vez que a empresa poderia ter que pagar valores muito maiores caso não chegasse a um entendimento com os investidores.

    O valor acordado foi o maior em uma década em ações coletivas nos EUA, mas ainda assim ficou abaixo do previsto por analistas, que estimavam até 10 bilhões de dólares.

    O montante, que teve impacto nos resultados da companhia no quarto trimestre de 2017, contribuiu para que a empresa não obtivesse lucro no fechamento do ano passado.

    (Por José Roberto Gomes e Marta Nogueira)

    1. Home
    2. noticias
    3. petrobras diz que justica nos …

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.