alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    Portugal promete não exigir vistos de britânicos em caso de Brexit sem acordo

    Placeholder - loading - news single img

    1516

    Publicada em  

    Por Axel Bugge e Sergio Goncalves

    LISBOA (Reuters) - Os britânicos que moram em Portugal vão manter seus direitos como residentes e os turistas não precisarão de visto, mesmo em caso de um Brexit sem acordo, e Lisboa espera que o Reino Unido mantenha os mesmos benefícios aos cidadãos portugueses, disse o ministro da Economia português, Pedro Siza Vieira.

    A saída do Reino Unido da União Europeia está marcada para 29 de março, mas o Parlamento britânico rejeitou nesta semana um acordo de separação negociado pela primeira-ministra Theresa May com Bruxelas, gerando caos sobre o tema e abrindo caminho para diferentes possibilidades, desde uma separação sem entendimento sobre qualquer vínculo futuro até a reversão total do Brexit.

    “Neste momento, não sabemos nem mesmo o que o Reino Unido quer”, disse Siza Vieira à Reuters em uma entrevista na noite de quarta-feira.

    “Na ausência de uma proposta alternativa por parte do Reino Unido, o que cada Estado-membro (da UE) está a fazer é adaptar medidas que lhe permita reagir a alguma circunstância unilateral.”

    Mesmo sem um acordo sobre o Brexit, os cidadãos britânicos que vivem em Portugal manteriam seus direitos, incluindo o acesso a serviços de saúde. “Estamos preparados para fazer isso unilateralmente”, disse ele, acrescentando que espera que o Reino Unido faça o mesmo em relação aos portugueses.

    Também nesta quinta-feira, o primeiro-ministro António Costa disse que os aeroportos no Algarve e na Madeira abrirão filas de entrada separadas para turistas britânicos, de modo a facilitar a passagem depois que o Reino Unido sair da UE. Também deve haver cooperação judicial com os britânicos.

    Os britânicos são o maior grupo de turistas que visita Portugal, mas os números caíram recentemente com a queda da libra ante o euro devido às preocupações com o Brexit.

    Portugal deve lançar uma campanha para promover o país no Reino Unido, numa tentativa de reverter essa tendência, disse o ministro da Economia.

    Portugal e Reino Unido são um dos mais antigos aliados do mundo, desde um tratado assinado em 1386.

    Uma alta no turismo levantou a economia de Portugal depois de sua crise fiscal, entre os anos 2010 e 2014, e Siza Vieira prevê que o número de turistas continue a aumentar, mesmo que em ritmo mais lento.

    “Estimamos que o turismo vai continuar a crescer, embora provavelmente não no mesmo ritmo que em anos recentes – Portugal foi um dos destinos de turismo que mais cresceu nos últimos anos”, disse ele.

    No ano passado, um recorde de 13 milhões de turistas visitou Portugal.

    Escrito por Thomson Reuters

    1. Home
    2. noticias
    3. portugal promete nao exigir …

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.