alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASILANTENA 1

    Propostas britânicas para o Brexit decepcionam, mas texto tem que sair nesta terça, dizem diplomatas

    Placeholder - loading - news single img
    Manifestantes anti-Brexit em frente ao Parlamento britânico 15/10/2019 REUTERS/Henry Nicholls

    Publicada em  

    Por Gabriela Baczynska e John Chalmers

    LUXEMBURGO (Reuters) - As propostas mais recentes do Reino Unido para a separação da União Europeia ainda não bastam para um acordo, mas é necessário chegar a um texto legal até o final desta terça-feira para que o pacto seja acertado na cúpula de líderes desta semana, disseram três fontes diplomáticas.

    Transmitindo comentários do negociador do Brexit da UE, Michel Barnier, em uma reunião de ministros do bloco em Luxemburgo, as fontes disseram que, se o prazo desta terça-feira não for cumprido, as conversas terão que continuar após a cúpula de quinta e sexta-feira.

    'Precisamos acertar isso esta noite', disse uma autoridade da UE à Reuters.

    Mas o ministro britânico do Brexit, Stephen Barclay, adotou um tom mais positivo ao chegar a Luxemburgo para conversar com ministros dos 27 países que permanecerão no bloco.

    'As conversas estão em andamento, precisamos lhes dar espaço para avançarem', disse ele a repórteres. 'Conversas detalhadas estão acontecendo, e um acordo ainda é muito possível'.

    O principal obstáculo para se firmar um pacto antes de 31 de outubro, a data programada para a desfiliação, são os arranjos alfandegários e de segurança para a fronteira entre a Irlanda, que é membro da UE, e a província britânica da Irlanda do Norte -- a única divisa terrestre entre o bloco e o Reino Unido após o Brexit.

    Barnier disse mais cedo que um acordo ainda é possível nesta semana e que 'é mais do que hora de transformar boas intenções em um texto legal'.

    A ministra de Assuntos da UE da Finlândia, Tytti Tuppurainen, disse que o bloco precisa se preparar para um Brexit sem acordo e um terceiro adiamento do tortuoso processo de saída.

    O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, prometeu tirar seu país do bloco em 31 de outubro, quer um acordo tenha sido fechado ou não.

    Mas o Parlamento sancionou uma lei dizendo que o Reino Unido não pode sair sem um acordo, e Johnson não explicou como pode contornar essa imposição.

    Enquanto os ministros se reuniam em Luxemburgo, o negociador britânico do Brexit, David Frost, iniciava outra rodada de negociações com a Comissão Europeia, o Executivo do bloco, em Bruxelas. O Reino Unido deve apresentar novas propostas na tentativa de romper o impasse do Brexit, noticiou a rede RTE.

    (Reportagem adicional de Jan Strupczewski, Marine Strauss, Guy Faulconbridge, Tassilo Hummel e Thomas Escritt)

    Escrito por Reuters

    1. Home
    2. noticias
    3. propostas britanicas para o …

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.