alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    NOTÍCIAS SOBRE medico

    Veja essas e outras notícias da Antena 1

    Placeholder - loading - Imagem da notícia Bolsonaro tem cometido excessos, mas recuperação vai bem, diz médico

    Bolsonaro tem cometido excessos, mas recuperação vai bem, diz médico

    Por Rodrigo Viga Gaier

    RIO DE JANEIRO (Reuters) - O presidente eleito Jair Bolsonaro, que deve passar por uma cirurgia de reversão da colostomia no ano que vem, tem cometido alguns excessos na sua rotina de trabalho e com a alimentação, afirmou nesta sexta-feira um dos médicos que o acompanham, que ao mesmo tempo descartou preocupações com a recuperação do ex-capitão da reserva.

    Segundo o médico Antonio Macedo, Bolsonaro tem se submetido a uma rotina pesada e intensa de trabalho com agendas no Rio de Janeiro, Brasília e outras cidades e tem feito deslocamentos com uma certa frequência.

    Bolsonaro cancelou uma agenda nesta sexta-feira no interior de São Paulo, alegando recomendação médica. “Ele estava cansado e como exagerou muito durante a semana, ficou descansando”, afirmou o médico à Reuters. O futuro presidente passou parte da semana em Brasília cuidando da transição de governo.

    No último domingo, Bolsonaro surpreendeu ao tentar levantar no colo o técnico do Palmeiras, Luiz Felipe Scolari, durante a festa do 10º título nacional da equipe paulista. No estádio do Palmeiras, Bolsonaro também levantou a taça do time campeão e deu entrevista no gramado com uma criança sobre seus ombros.

    'É difícil controlar o aspecto pessoal do presidente, posso controlar a parte clínica', disse Macedo. 'Ele é muito trabalhador. Acorda cedo, ocupa o dia inteiro, faz tudo ao mesmo tempo... não diria que ele é um paciente rebelde, mas diria que tem ideias próprias', acrescentou o médico.

    A alimentação do presidente eleito é motivo de conversa permanente com o médico.

    Bolsonaro, que tem 63 anos, possui o hábito de comer pão com leite condensado. Ele também aprecia um cafezinho e beber refrigente, o que foi proibido pelos médicos.

    'Eu não deixo ele beber refrigerante', afirmou Macedo. 'Ele posta filmes comendo pão com leite condensado. Imagina se eu, como cirurgião e médico, vou deixar ele fazer isso?'

    No jogo do Palmeiras, no domingo, o presidente eleito apareceu em vídeos comendo um cachorro quente.

    Apesar dos hábitos alimentares, Macedo disse à Reuters que a recuperação das cirurgias por que passou em setembro, após sofrer uma facada em um ato de campanha, vai bem e a cicatrização é boa.

    Bolsonaro fará novos exames no hospital Albert Einstein, em 19 de janeiro e, se tudo estiver bem até lá, pode passar pela reversão da colostomia no dia seguinte. Caso contrário, a intervenção ficará para fevereiro.

    'A incisão está boa, e está tudo direitinho. Vou fechar a colostomia em janeiro ou fevereiro, dependendo de que como vierem o exames... se estiverem ruins fica para fevereiro.”

    Sobre o cancelamento da agenda nesta sexta, o senador eleito Flávio Bolsonaro, filho do presidente eleito, disse no final da tarde que o pai 'sentiu mal-estar pela manhã', mas ressaltou que ele já 'está bem”.

    0

    0

    24

    4 M

    Placeholder - loading - Imagem da notícia Médico diz que cabe a Bolsonaro decidir sobre participação em debates

    Médico diz que cabe a Bolsonaro decidir sobre participação em debates

    Por Rodrigo Viga Gaier

    RIO DE JANEIRO (Reuters) - O médico Antonio Macedo, um dos responsáveis pelo atendimento ao candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro, disse nesta quinta-feira que cabe ao presidenciável e sua equipe decidirem sobre participar ou não de atos de campanha e debates na televisão no segundo turno da disputa pelo Palácio do Planalto, após avaliação clínica apontar boa evolução do ex-capitão.

    “Ele que decide, nós fazemos apenas a avaliação médica“, disse Macedo à Reuters por mensagem após sair sem falar com jornalistas da casa de Bolsonaro na zona oeste do Rio de Janeiro, ao contrário das visitas anteriores em que concedeu entrevista logo após avaliar o candidato presidencial.

    Questionado diretamente se Bolsonaro estava liberado pelos médicos para voltar a participar de eventos de campanha e debates, Macedo reiterou à Reuters que “ele (Bolsonaro) e a equipe que decidem“.

    Após a visita ao presidenciável, o médico divulgou uma nota apontando que Bolsonaro apresentou boa evolução clínica, mas que ainda requer apoio nutricional e fisioterapia.

    'Bolsonaro foi submetido hoje a avaliação médica multiprofissional, de exames de imagem e laboratoriais, que se mostraram estáveis. Apresenta boa evolução clínica e a avaliação nutricional evidenciou melhora da composição corpórea, mas ainda exigindo suporte nutricional e fisioterapia', afirmou.

    Segundo o médico, Bolsonaro já recuperou peso depois de perder 15 quilos em consequência das duas cirurgias a que foi submetido devido ao ataque, mas 'ainda faltam mais 5 quilos'.

    O candidato do PSL recebeu alta do hospital Albert Einstein em 29 de setembro depois de passar 23 dias hospitalizado após ser esfaqueado durante um ato de campanha em Juiz de Fora (MG), no mês passado.

    Havia a expectativa de que Bolsonaro fosse liberado pelos médicos nesta quinta-feira para retomar os eventos de campanha e participar de debates com o adversário no segundo turno da disputa pelo Palácio do Planalto, Fernando Haddad (PT).

    O próprio Bolsonaro havia dito que seria liberado pelos médicos nesta semana e que estaria disponível para comparecer a dois debates com Haddad. [nL2N1WR0BY]

    Mas na quarta-feira Bolsonaro admitiu que não ir aos debates é estratégia de campanha já usada por candidatos em outras eleições, citando o ex-presidente Luiz Inácio Lula de Silva.

    'Agora vou debater com um cara que é um poste e um pau mandado do Lula? Tenha santa paciência', disse. 'Política é estratégia, lógico.' [nL2N1WX0XQ]

    E o deputado federal reeleito Onyx Lorenzoni (DEM-RS), cotado para assumir o Ministério da Casa Civil no eventual governo de Bolsonaro (PSL), já havia indicado na terça-feira que o presidenciável não deve participar de debates. [nL2N1WW1Z0]

    O presidenciável do PSL enfrenta o candidato do PT no segundo turno do dia 28 de outubro após ter sido o mais votado no primeiro turno com 46 por cento dos votos válidos, enquanto Haddad ficou em segundo lugar com 29 por cento.

    Bolsonaro lidera as intenções de votos para o segundo turno da disputa presidencial com 59 por cento dos votos válidos, de acordo com a mais recente pesquisa Ibope, enquanto Haddad aparece com 41 por cento.

    Haddad tem criticado duramente Bolsonaro afirmando que ele foge dos debates.

    0

    0

    22

    6 M

    Placeholder - loading - Imagem da notícia Bolsonaro tem boa evolução, mas ainda precisa de suporte nutricional e fisioterapia, diz médico

    Bolsonaro tem boa evolução, mas ainda precisa de suporte nutricional e fisioterapia, diz médico

    RIO DE JANEIRO (Reuters) - O candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro, passou por avaliação médica nesta quinta-feira e apresentou boa evolução clínica, disse um dos médicos responsáveis pelo atendimento ao presidenciável, acrescentando que o deputado ainda requer apoio nutricional e fisioterapia.

    'Bolsonaro foi submetido hoje a avaliação médica multiprofissional, de exames de imagem e laboratoriais, que se mostraram estáveis. Apresenta boa evolução clínica e a avaliação nutricional evidenciou melhora da composição corpórea, mas ainda exigindo suporte nutricional e fisioterapia', afirma nota enviada pelo médico Antonio Macedo, do hospital Albert Einstein.

    O médico divulgou a nota após sair sem falar com jornalistas da casa de Bolsonaro na zona oeste do Rio de Janeiro, ao contrário das visitas anteriores em que concedeu entrevista logo após avaliar o candidato presidencial.

    Bolsonaro recebeu alta em 29 de setembro depois de passar 23 dias hospitalizado após ser esfaqueado durante um ato de campanha em Juiz de Fora (MG) no mês passado.

    Havia a expectativa de que Bolsonaro fosse liberado pelos médicos nesta quinta-feira para retomar os eventos de campanha e participar de debates com o adversário no segundo turno da disputa pelo Palácio do Planalto, Fernando Haddad (PT).

    Questionado se Bolsonaro estaria liberado para eventos de campanha e debates, Macedo não respondeu as mensagens de imediato.

    (Reportagem de Rodrigo Viga Gaier)

    0

    0

    11

    6 M

    Fique por dentro

    de tudo o que acontece nos bastidores do mundo da música, desde lançamentos, shows, homenagens, parcerias e curiosidades sobre o seu artista favorito. A vinda de artistas ao Brasil, cantores e bandas confirmadas no Lollapalooza e no Rock in Rio, ações beneficentes, novos álbuns, singles e clipes. Além disso, você acompanha conosco a cobertura das principais premiações do mundo como o Oscar, Grammy Awards, BRIT Awards, American Music Awards e Billboard Music Awards. Leia as novidades sobre Phil Collins, Coldplay, U2, Jamiroquai, Tears for Fears, Céline Dion, Ed Sheeran, A-ha, Shania Twain, Culture Club, Spice Girls, entre outros. Aproveite também e ouça esses e outros artistas no aplicativo da Rádio Antena 1, baixe na Apple Store ou Google Play e fique sintonizado.

    1. Home
    2. noticias
    3. tags
    4. medico

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.