Capa do Álbum: Antena 1
A Rádio Online mais ouvida do Brasil
Antena 1
Ícone seta para a esquerda Veja todas as Notícias.

Republicanos indicam Trump a reeleição em convenção reduzida na Carolina do Norte

Placeholder - loading - Presidente dos EUA, Donald Trump, participa da Convenção Nacional Republicana em Charlotte, na Carolina do Norte 24/08/2020 REUTERS/Carlos Barria
Presidente dos EUA, Donald Trump, participa da Convenção Nacional Republicana em Charlotte, na Carolina do Norte 24/08/2020 REUTERS/Carlos Barria

Publicada em  

Atualizada em  

WASHINGTON/CHARLOTTE (Reuters) - O Partido Republicano dos Estados Unidos endossou formalmente a reeleição do presidente Donald Trump no primeiro de quatro dias de uma convenção reduzida concebida para ressaltar seu desempenho como presidente antes da pandemia e semear dúvidas sobre o desafiante democrata Joe Biden.

Trump obteve oficialmente os votos que precisará para pleitear a indicação do partido em Charlotte, na Carolina do Norte, onde correligionários estão se reunindo em meio a uma pandemia de coronavírus que já matou mais de 176 mil norte-americanos, eliminou milhões de empregos e erodiu a reputação do presidente entre os eleitores.

Trump falará em todas as noites da festa em parte virtual, em parte presencial repleta de familiares, apesar de manifestantes estarem visando o local da convenção.

O evento contrasta com o dos democratas, que optaram por um formato inteiramente virtual para indicar o ex-vice-presidente Biden e sua colega de chapa, a senadora Kamala Harris. A mudança foi pensada para diminuir o risco de o vírus se disseminar durante a convenção.

'A escolha nesta eleição nunca foi mais clara, e as apostas nunca foram tão altas', disse o vice-presidente Mike Pence aos presentes no início da convenção republicana.

Biden, de 77 anos, está à frente de Trump, de 74 anos, nas pesquisas de opinião sobre a eleição de 3 de novembro. Biden e seus colegas democratas retrataram Trump como uma força das trevas, do caos e da incompetência e enfatizaram a diversidade e os valores de sua sigla, como 'empatia' e 'unidade'.

Os republicanos disseram que a convenção oferecerá uma mensagem mais esperançosa, com ênfase em 'lei e ordem', direitos de posse de armas, cortes de impostos e os homens e mulheres 'esquecidos' da América.

O partido governista preferiu não votar no documento tradicional que detalha suas propostas políticas, dizendo que apoia o que Trump está fazendo. Já a campanha de Trump divulgou uma série de objetivos pontuais, incluindo a promessa de 'criar 10 milhões de empregos novos em 10 meses'.

Em outro contraste com o evento democrata, que contou com os três ex-presidentes democratas vivos e com antigos indicados, a convenção republicana não contará com discursos de ex-presidentes vivos ou candidatos.

Nem o ex-presidente George W. Bush, nem o ex-candidato presidencial republicano de 2012, Mitt Romney --que votou a favor do impeachment de Trump-- planejam falar. Também estarão ausentes vários colegas de sigla que enfrentarão eleições disputadas em novembro, como o senador Thom Tillis, da anfitriã Carolina do Norte.

Como a pandemia ainda não foi controlada, as boas notícias têm sido escassas para Trump e seu partido. Sua atuação presidencial foi criticada duramente por Biden e pelo ex-presidente Barack Obama na convenção democrata.

Trump planeja realizar vários eventos ao vivo com plateia durante a convenção republicana --um contraste com os democratas, que exibiram depoimentos pré-gravados ou fizeram discursos em locais quase vazios para evitar a disseminação do coronavírus.

De domingo para segunda-feira, manifestantes e agentes da lei se chocaram pela terceira noite seguida perto do Centro de Convenções de Charlotte, e a polícia usou gás de pimenta contra a multidão.

Trump aceitará a indicação do partido na noite de quinta-feira diante de uma multidão no Gramado Sul da Casa Branca. Democratas criticaram a medida por vê-la como um uso partidário de propriedade pública.

(Por Jeff Mason em Washington e Jarrett Renshaw em Charlotte, Carolina do Norte; reportagem adicional de Leah Mills, Andrea Shalal, Heather Timmons, James Oliphant e Trevor Hunnicutt)

Escrito por Reuters

Últimas Notícias

Placeholder - loading - Imagem da notícia Olivia Newton John: 10 músicas mais tocadas após a morte da cantora

Olivia Newton John: 10 músicas mais tocadas após a morte da cantora

Olivia Newton-John faleceu em 8 de agosto, aos 73 anos, mas sua obra será infinita. Várias canções da artista entraram nos rankings da Billboard, graças aos fãs que encontraram nas músicas um alento para a saudade.

A revista americana listou as 10 músicas mais ouvidas nos Estados Unidos desde o falecimento até 14 de agosto. Nesse período, o catálogo de músicas de Olivia teve um aumento de 615%. Nos streamings dos Estados Unidos a demanda foi de 1.4 milhões para 10.2 milhões

Ao longo da carreira, Olivia Newton John teve 5 músicas no topo da Billboard, 15 no top 10 entre 1974 e 1984 e dois álbuns entre os mais ouvidos da Hot 200: “If You Love Me Let Me Know”, de 1974 e “Have You Never Been Mellow”, de 1975.

Confira a lista

  1. “You’re the One That I Want” - com John Travolta, 2.4 milhões
  2. “Hopelessly Devoted to You” - 2.2 milhões
  3. “Summer Nights” - com John Travolta, 1.3 milhões
  4. “Physical” - 1.1 milhões
  5. “Magic” - 859 mil
  6. “Xanadu” - com Electric Light Orchestra, 603 mil
  7. “Have You Never Been Mellow” - 499 mil
  8. “A Little More Love” - 452 mil
  9. “We Go Together” - com John Travolta, 409 mil
  10. “Twist of Fate” - 387 mil

Olhando o quadro vemos que as canções dos filmes de Olivia foram algumas das mais marcantes. Sucessos de Grease – Muitos com John Travolta - fecham todo o top 3, a trilha sonora de “Xanadu”, gravada com o Electric Light Orchestra vem em sexto lugar.

Vale destacar a faixa “Physical” que vem em 4 lugar. A música tiha sido oferecida a Rod Stewart para que fizesse um “macho man rock”, mas abou com Olivia Newton-John que fez da canção em um hit pop,

Vale ressaltar as parcerias da lista. John Travolta participa de “You’re the One That I Want” e “We Go Together”. Já em “Xanadu” a parceria é com a banda Electric Light Orchestra (Elo).

Olivia Newton-John já faz falta e essa grande performance de suas canções só mostra a saudades dos fãs

Veja também

VMA 2022: TWITTER PERMITIRÁ INTERAÇÃO COM ARTISTAS E FÃS AO REDOR DO MUNDO

KELLY CLARKSON BUSCA POR CANTORES EM NOVA COMPETIÇÃO

20 H
Placeholder - loading - Imagem da notícia Remédios contra monkeypox, novo Conselho da Petrobras e mais desta sexta

Remédios contra monkeypox, novo Conselho da Petrobras e mais desta sexta

Confira um resumo das principais notícias do Brasil e do mundo!

Nacional

A Petrobras realiza nesta sexta-feira a Assembleia Geral de Acionistas para eleger um novo Conselho de Administração. O governo ficará com 6 das 11 cadeiras do colegiado. 2 dos indicados foram reprovados pelo Comitê de Elegibilidade por conflito de interesses.

Termina hoje o prazo para os candidatos selecionados no Fies do segundo semestre complementarem as informações da inscrição. O processo deve ser realizado no portal Acesso Único, do Ministério da Educação. As convocações da lista de espera devem começar na próxima segunda-feira.

A Anvisa liberou nesta sexta-feira a importação de medicamentos e vacinas contra a varíola dos macacos ainda sem registro no Brasil. A medida tem caráter excepcional e temporário. A autorização é válida para fórmulas aprovadas por determinadas autoridades internacionais e com boas práticas de fabricação.

Uma pesquisa da Fiocruz Minas mostrou que a vitamina B12 pode atenuar a infecção causada pela Covid. O estudo avaliou a capacidade da substância de regular o processo inflamatório desencadeado pelo vírus no organismo. Os pesquisadores compararam amostras de sangue de pessoas saudáveis e de pacientes hospitalizados com quadros graves e moderados da doença.

O Supremo Tribunal Federal formou maioria pela aplicação da nova Lei de Improbidade Administrada nos processos em que ainda cabe recurso. Com as mudanças feitas no ano passado, passou a ser exigida a comprovação de dolo, ou seja, a intenção do agente público de cometer a irregularidade. Pela decisão, a nova lei não pode ser aplicada em casos já encerrados.

1 H
  1. Home
  2. noticias
  3. trump garante votos …

Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.