Capa do Álbum: Antena 1
A Rádio Online mais ouvida do Brasil
Antena 1
    Veja todas as Notícias.

    Autoridades eleitorais dos EUA enfrentam ameaças, e Trump insiste em alegações falsas de fraude

    Placeholder - loading - news single img
    Presidente dos EUA, Donald Trump, em Valdosta, na Geórgia 05/12/2020 REUTERS/Jonathan Ernst

    Publicada em  

    Por Brad Heath e Michael Martina

    DETROIT (Reuters) - Jocelyn Benson, a principal autoridade eleitoral do Estado norte-americano de Michigan, havia acabado de pendurar seus enfeites de Natal com o filho pequeno na noite de domingo quando uma multidão que exigia que o resultado da eleição presidencial de novembro seja revertido se reuniu diante de sua casa para rotulá-la de 'traidora' e 'criminosa'.

    Os manifestantes, alguns armados e portando cartazes com as palavras 'Parem o Roubo', se amontoaram na calçada diante da residência de Benson em Detroit à vista de seguranças e policiais, como mostrou um vídeo transmitido ao vivo por um dos participantes no Facebook.

    'Por meio de ameaças de violência, intimidação e assédio, as pessoas armadas diante de minha casa e seus aliados políticos tentam minar e silenciar a vontade e as vozes de cada eleitor deste Estado', disse Benson, a secretária de Estado do Michigan, em um comunicado emitido no domingo.

    A manifestação foi a mais recente do que autoridades eleitorais de todo o país descrevem como uma onda de intimidação, assédio e ameaças explícitas no tenso período posterior à eleição de 3 de novembro, que o presidente republicano, Donald Trump, perdeu para o democrata Joe Biden.

    Trump fez alegações infundadas de fraude eleitoral generalizada e está tentando sem sucesso anular a vitória de Biden. Ele contesta o resultado em tribunais de vários Estados e ao mesmo tempo pressiona autoridades estaduais, parlamentares e governadores a descartarem os resultados e simplesmente declará-lo vencedor.

    Até agora, as cortes rejeitaram tais pedidos.

    Nas últimas semanas, apoiadores de Trump montaram tocaias perto de escritórios de autoridades eleitorais da Geórgia, realizaram protestos com armas no Arizona e deixaram mensagens de telefone ameaçadoras para autoridades eleitorais de toda a nação, criando um tumulto político inédito na história norte-americana recente.

    A procuradora-geral do Michigan, Dana Nessel, disse que as alegações infundadas de fraude e as ameaças subsequentes contra autoridades eleitorais são 'muito danosas para nossa democracia. Espero que não seja o fim de nossa democracia'.

    As ameaças não têm se limitado a locais onde a disputa eleitoral foi acirrada. No Vermont, onde nenhum candidato presidencial republicano vence desde 1988, as autoridades eleitorais disseram ter recebido uma mensagem de voz ameaçando-as de 'execução de um pelotão de fuzilamento'.

    Trump e seus aliados políticos criticaram até mesmo líderes e autoridades eleitorais republicanos da Geórgia e do Arizona por certificarem Biden como vencedor em seus Estados.

    (Por Brad Heath em Washington e Michael Martina em Detroit)

    Escrito por Reuters

    1. Home
    2. noticias
    3. autoridades eleitorais dos …

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.