Capa do Álbum: Antena 1
A Rádio Online mais ouvida do Brasil
Antena 1
    Veja todas as Notícias.

    BC da China pede intenstificação da coordenação global de políticas econômicas

    Placeholder - loading - news single img
    Pedestres caminham em frente à sede do banco central da China, em Pequim 28/09/2018 REUTERS/Jason Lee

    Publicada em  

    Atualizada em  

    Por Kevin Yao

    PEQUIM (Reuters) - Uma autoridade do banco central da China pediu no domingo a intensificação da coordenação de política econômica global para lidar com o impacto econômico do surto de coronavírus, e afirmou que as recentes medidas de Pequim estão ganhando força e que o governo tem capacidade para mais ação.

    Chen Yulu, vice-presidente do Banco do Povo da China, também disse em entrevista à imprensa que o presidente do banco central, Yi Gang, conversou com o chairman do Federal Reserve, Jerome Powell, com o Fundo Monetário Internacional e com outras agências.

    'A epidemia global está se espalhando rapidamente. É urgente que todos os país fortaleçam a coordenação internacional em políticas macro como de saúde pública, comercial, fiscal e monetária', disse Chen.

    'Vamos participar ativamente da cooperação internacional em resposta aos desafios apresentados pela complexa situação.'

    Chen disse que embora a pressão negativa sobre a economia global esteja aumentando conforme o vírus afeta os mercados financeiros, ele afirmou que espera uma melhora significativa na economia chinesa no segundo trimestre.

    Analistas do setor privado estão reduzindo suas estimativas de crescimento para a China para mínimas que não eram vistas desde que a Revolução Cultural acabou em 1976, com uma forte contração espera no primeiro trimestre.

    'No momento, a operação no mercado financeiro da China está em geral estável, as expectativas do mercado estão relativamente estáveis e o espaço para políticas macroeconômicas e as reservas de ferramentas são suficientes', disse Chen.

    O banco central chinês vai manter a liquidez razoavelemte ampla e o financiamento social total em linha com o crescimento do Produto Interno Brito nominal, e busca aumento ligeiramente maior do crédito, completou Chen.

    O banco central da China já adotou uma série de medidas para conter o impacto econômico do surto, incluindo corte das taxas de empréstimo e do compulsório dos bancos, e distribuindo empréstimos baratos para empresas selecionadas.

    Escrito por Reuters

    1. Home
    2. noticias
    3. bc da china pede …

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.