alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    Blocão decide caminhar junto, mas ainda está indeciso entre Alckmin e Ciro

    Por Thomson Reuters

    Placeholder - loading - news single img

    Atualizada em

    Por Lisandra Paraguassu

    BRASÍLIA (Reuters) - O grupo dos chamados partidos de centro formado por PP, DEM, PR, SD e PRB, conhecido como blocão, decidiu na noite de quarta-feira que irá junto para a disputa presidencial e oferecerá o nome do empresário Josué Gomes, filiado ao PR, como candidato a vice, mas ainda está dividido entre apoiar o pedetista Ciro Gomes ou o tucano Geraldo Alckmin.

    'Vai ser uma decisão colegiada, seja por consenso, seja por maioria, mas ainda está dividido, alguns pró-Ciro, outros pró-Alckmin', disse à Reuters o líder do PR na Câmara, José Rocha (BA), nesta quinta-feira.

    Os partidos do blocão ainda discutem para que lado ir na disputa presidencial de outubro. DEM, Solidariedade e PP, apesar das divergências ideológicas, estão mais inclinados a apoiar Ciro, mas outros partidos, como PRB e o próprio PR, têm dificuldades de se aliar ao pedetista e preferem Alckmin.

    A decisão final dever ser tomada na próxima quarta-feira. 'É o deadline', disse Rocha.

    Até agora, no entanto, a decisão é que, não havendo consenso, quem for derrotado irá seguir a escolha da maioria -- uma medida tomada pelos caciques dos partidos, mas que ainda pode enfrentar resistência nas bases.

    O acordo foi fechado na noite de quarta-feira em uma reunião na casa do senador Ciro Nogueira (PI), presidente do PP, mas as conversas continuaram nesta quinta-feira em um café da manhã na casa do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

    Mais tarde, os cinco partidos divulgaram nota conjunta informando que farão 'consultas internas' nos próximos dias.

    'Progressistas, PR, PRB, Democratas e Solidariedade reafirmam a união e o compromisso de construir um projeto comum para as eleições deste ano', disse o grupo. 'Cada partido vai realizar consultas internas nos próximos dias com o propósito de anunciar publicamente uma decisão comum na semana que vem.'

    INFLUÊNCIA FUTURA

    A decisão de caminharem unidos tem uma razão única: garantir que o blocão chegue com força em um eventual próximo governo para ditar as normas no Congresso e influenciar no governo.

    Juntos, os cinco partidos falam em eleger cerca de 200 deputados, o que permitiria a eles, e ao novo governo, trabalhar sem o MDB pela primeira vez desde a redemocratização do país.

    O blocão também elevaria consideravelmente o tempo de televisão e os palanques regionais dos candidatos. O grupo já se reuniu com Ciro e com Alckmin para ouvir propostas e promessas.

    Com o tucano há maior afinidade ideológica, mas no blocão há ceticismo sobre a capacidade de Alckmin decolar na preferência dos eleitores, o que traria o risco de o blocão ficar fora do governo.

    Ciro tem mais potencial de crescimento, segundo a avaliação dos caciques das legendas, mas as posições do candidato pedetista, especialmente nas questões econômicas, incomodam os partidos, mesmo que Ciro tenha admitido suavizar suas postura sobre algumas questões.

    O presidente do PR, Marcos Pereira, disse que em conversa no sábado, em São Paulo, Ciro se comprometeu a aceitar sugestões na área econômica e a não interferir na pauta legislativa em questões de costumes importantes para o partido, como aborto ou questões homoafetivas. “Mas aí vem essa bomba que está em toda imprensa hoje, essa carta para a Embraer...”, disse Pereira.

    Na quarta-feira, Ciro divulgou carta enviada aos presidentes da Boeing e da Embraer em que sugere a dissolução do acordo fechado entre as duas companhias por meio do qual a norte-americana assumirá o controle da divisão de aviação comercial da Embraer através da criação de uma joint venture de 4,75 bilhões de dólares.

    (Reportagem adicional de Maria Carolina Marcello)

    1. Home
    2. noticias
    3. blocao decide caminhar junto …

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.