Capa do Álbum: Antena 1
A Rádio Online mais ouvida do Brasil
Antena 1
    Veja todas as Notícias.

    Com cúpula do G7 como 1ª parada, Biden embarca em viagem de 8 dias à Europa

    Placeholder - loading - Presidente dos EUA, Joe Biden, em Rehoboth Beach, no Estado norte-americano de Delaware 04/06/2021 REUTERS/Kevin Lamarque
    Presidente dos EUA, Joe Biden, em Rehoboth Beach, no Estado norte-americano de Delaware 04/06/2021 REUTERS/Kevin Lamarque

    Publicada em  

    Por Steve Holland

    WASHINGTON (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, parte para o Reino Unido nesta quarta-feira em sua primeira viagem ao exterior desde que tomou posse, uma missão de oito dias para reparar os laços transatlânticos tensionados durante a era Trump e reformular as relações com a Rússia.

    A viagem representa um teste da capacidade do presidente democrata para administrar e consertar relacionamentos com grandes aliados que se desencantaram com as tarifas comerciais do então presidente Donald Trump e seu afastamento de tratados internacionais.

    'Será que as alianças e instituições democráticas que moldaram tanto do último século provarão sua capacidade contra ameaças e adversários dos tempos modernos? Acredito que a resposta é sim. E nesta semana na Europa temos a chance de prová-lo', disse Biden em um artigo de opinião publicado no jornal Washington Post.

    Sua cúpula com o presidente russo, Vladimir Putin, em 16 de junho em Genebra será o ápice da viagem, uma oportunidade de tratar diretamente com Putin sobre as preocupações dos EUA com ataques cibernéticos que partem da Rússia, da agressão de Moscou contra a Ucrânia e de uma série de outros assuntos.

    Biden fará sua primeira parada no vilarejo litorâneo de St. Ives, na inglesa Cornualha, para participar da cúpula do G7. Acredita-se que a reunião será dominada pela diplomacia da vacina, comércio, clima e uma iniciativa para reconstruir a infraestrutura do mundo em desenvolvimento. Autoridades dos EUA veem este esforços como uma maneira de se contrapor à influência crescente da China.

    Biden pode ser pressionado a fazer mais para compartilhar suprimentos norte-americanos de vacinas com outros países após uma promessa inicial de 20 milhões de doses anunciada na semana passada.

    Sua defesa de um imposto global mínimo a multinacionais enfrenta oposição em casa. Antes da cúpula, ministros da Finanças do G7 concordaram em buscar uma taxa de imposto global mínimo de ao menos 15% e em permitir que países com economia de mercado cobrem até 20% dos lucros excedentes --acima de uma margem de 10%-- gerados por cerca de 100 empresas grandes e altamente lucrativas.

    Os republicanos rejeitaram o plano nesta semana, o que pode complicar a capacidade norte-americana de implantar um acordo global mais abrangente.

    Mais tarde, Biden viajará a Bruxelas para conversar com líderes da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) e da União Europeia. Acredita-se que a pauta será dominada por Rússia, China e a questão perene de fazer os aliados da Otan contribuírem mais para a defesa comum.

    Escrito por Reuters

    Últimas Notícias

    Placeholder - loading - Imagem da notícia ‘Cry Maho’: novo filme de Clint Eastwood fala sobre o significado do sucesso

    ‘Cry Maho’: novo filme de Clint Eastwood fala sobre o significado do sucesso

    Neste mês de setembro foi lançado Cry Macho, o mais novo filme do consagrado ator e diretor, Clint Eastwood. Mesmo com 91 anos e com uma certa fragilidade na aparência, o astro se mostra incansável, chegando a montar a cavalo e cavalgar em uma cena. “Trate o cavalo como um amigo e ele vai cuidar de você", disse sobre a tensão sentida por todos no set ao verem um homem dessa idade subir no animal.

    No longa, Clint assume o papel de Mike Milo, um ex-peão de rodeio que está velho e bem distante de seus dias de glória. Devendo um favor a seu chefe, Mike aceita a tarefa de resgatar seu filho, Rafo, de sua mãe abusiva. O único porém é que o garoto mora no México.

    A obra, baseada no livro homônimo de 1975 escrito por N. Richard Nash, já teve outras diversas tentativas frustradas de adaptação para as telonas, das quais se destacam duas: uma que seria estrelada por Roy Scheider (ator de Tubarão) em 1991 e uma por Arnold Schwarzenegger em 2011, após seu mandato como governador da Califórnia. 

    Durante a produção, que sofreu com a pandemia do coronavírus, houve um grande susto com a ocorrência de um caso de infecção entre uma das atrizes - que, felizmente, era um falso positivo e não atrapalhou o processo de filmagem.

    Cry Macho está em cartaz nos cinemas e disponível no serviço de streaming HBO Max. Veja o trailer:

    Clint Eastwood e sua trajetória em Hollywood

    Eastwood começou sua carreira em 1955, mas ascendeu ao estrelato com seus papéis em filmes de faroeste, como a consagrada Trilogia dos Dólares do diretor italiano Sergio Leone, com Por um Punhado de Dólares (1964), Por uns Dólares a Mais (1965) e Três Homens em Conflito (1966)

    Tal como em suas últimas realizações como diretor, como Gran Torino (2008) e A Mula (2018), ele aproveita para refletir a relação entre o Clint ícone - imponente e classicamente sério - e o Clint homem, agora mais velho e com a simples preocupação de contar uma história.

    Dê play no vídeo abaixo para conferir os trailers de Gran Torino (2008) e A Mula (2018):

    ‘Gran Torino’ (2008) 



    ‘A Mula’ (2018)

    50 min
    1. Home
    2. noticias
    3. com cupula do g7 como 1 …

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.