alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASILANTENA 1

    Economia brasileira deve cair 4% em 2020, com exportações para China evitando baque maior, diz Guedes

    Placeholder - loading - news single img
    Ministro da Economia, Paulo Guedes, em Brasília 03/04/2020 REUTERS/Adriano Machado

    Publicada em  

    Atualizada em  

    (Reuters) - O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou nesta quinta-feira que estimativas iniciais apontavam que a economia brasileira iria encolher 6% como consequência da crise da pandemia no novo coronavírus, mas que, como o país não está sofrendo um choque externo, graças ao aumento das exportações para a China, expectativa agora é de uma retração de cerca de 4% neste ano.

    'O Brasil ia cair 6%, sendo 2% o choque externo e 4% por desativação interna, e na verdade esses 2% de externo não estão acontecendo', afirmou Guedes em audiência virtual da comissão mista da Câmara e do Senado que acompanha a crise do Covid-19, frisando que a estimativa é precária por não se saber a extensão ou profundidade da crise da saúde.

    Segundo Guedes, a elevação das exportações para a China, da ordem de 25%, estão compensando a redução de mais de 30% das vendas externas para os Estados Unidos e Argentina, preservando o país de um choque externo.

    'Como a China é hoje mais do que a soma de Estados Unidos, Argentina e União Europeia, as exportações brasileiras estão inalteradas. Subiram bastante em agronegócio, caíram um pouco em manufaturados, mas o impacto externo, como eu previa, puramente do ponto de vista de choque externo, não está tendo grandes consequências por enquanto', disse Guedes.

    O ministro disse que a 'maldição' de ser uma economia excluída das cadeias de produção globais acabou sendo uma 'benção' no cenário atual.

    (Por Isabel Versiani)

    Escrito por Reuters

    1. Home
    2. noticias
    3. economia brasileira deve cair …

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.