alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    Em ataque contra críticos, Trump ameaça retirar autorizações de segurança de ex-autoridades

    Por Thomson Reuters

    Placeholder - loading - news single img

    Por Steve Holland

    WASHINGTON (Reuters) - A Casa Branca ameaçou nesta segunda-feira retirar autorizações de segurança de seis ex-autoridades da inteligência e da segurança dos Estados Unidos, incluindo o diretor da CIA na era Obama, John Brennan, conforme o presidente Donald Trump considera atacar de volta críticos a respeito de seu encontro na semana passada com o presidente da Rússia, Vladimir Putin.

    A porta-voz da Casa Branca, Sarah Sanders, disse que o governo Trump também está considerando retirar autorizações de segurança do ex-diretor do FBI James Comey, um crítico de Trump demitido no ano passado.

    O ex-diretor da Inteligência Nacional James Clapper, o ex-diretor da Agência de Segurança Nacional Michael Hayden, a ex-assessora de segurança nacional do presidente Barack Obama, Susan Rice, e o ex-vice-diretor do FBI Andrew McCabe também podem perder suas autorizações, afirmou Sanders.

    Após Trump dar credibilidade na cúpula em Helsinque para as negações de Putin sobre envolvimento russo na eleição presidencial norte-americana de 2016 apesar de conclusões da comunidade de inteligência dos EUA, Brennan chamou os comentários de Trump de “nada menos que traidores”. Em publicação no Twitter no dia 16 de julho, Brennan acrescentou que “não somente os comentários de Trump foram tolos, ele está completamente no bolso de Putin”.

    “Acusar o presidente dos Estados Unidos de atividades traidoras quando você possui o nível mais alto de autorizações de segurança, quando você é a pessoa que mantém os segredos mais sagrados, mais profundos da nação em suas mãos e você faz acusações falsas contra o presidente dos Estados Unidos, ele (o presidente) acha que isto é algo para ficar muito preocupado. E nós estamos explorando quais são estas opções e o que isto parece”, disse Sanders.

    Perguntada se Trump está punindo as ex-autoridades por conta de suas críticas, Sanders disse: “Não, eu acho que vocês estão criando suas próprias histórias nisto”.

    Clapper chamou a possibilidade de retirada de autorizações de segurança de “somente uma coisa muito, muito mesquinha a se fazer”.

    “Há um processo legal para fazer isto, mas você sabe que eu acho que legalmente o presidente possui este privilégio”, disse Clapper à CNN. “Ele pode suspender ou revogar autorizações conforme achar melhor, e acho que ele escolher fazer isto por razões políticas, bem, eu acho que isto é um precedente terrível. E este é um comentário muito triste. E isto é um abuso do sistema”.

    Muitas ex-autoridades dos EUA mantêm suas autorizações de segurança após deixarem funções no governo porque continuam aconselhando suas antigas agências ou porque isto é uma condição de emprego como terceirizados ou consultores para o governo.

    A CIA e o gabinete de Inteligência Nacional, que supervisiona todas as agências de inteligência dos EUA, disseram que não tinham comentários sobre a ameaça da Casa Branca.

    Sanders disse que Trump está “explorando os mecanismos” para remover as autorizações de segurança e disse que estas autoridades se tornaram “politizadas e em alguns casos monetizaram seus serviços públicos e autorizações de segurança, fazendo acusações infundadas de contatos impróprios com a Rússia ou influências pela Rússia”.

    (Reportagem adicional de Doina Chiacu, Eric Beech, Jonathan Landay e Warren Strobel)

    1. Home
    2. /
    3. noticias
    4. /
    5. em ataque contra criticos …
    6. /

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.