alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    Governadores terão de entregar votos para inclusão de Estados e municípios na Previdência, diz Joice

    Placeholder - loading - news single img
    Deputada Joice Hasselmann 09/04/2019 REUTERS/Adriano Machado

    2618

    Publicada em  

    (Reuters) - Os governadores terão de entrar em campo e conquistar votos a favor da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) da reforma da Previdência para que os servidores estaduais e municipais sejam incluídos na proposta que muda as regras de aposentadoria, disse nesta quarta-feira a líder do governo no Congresso, deputada Joice Hasselmann (PSL-SP).

    Segundo a deputada, o plano do governo do presidente Jair Bolsonaro é que a PEC seja aprovada na comissão especial ainda nesta semana. Ao mesmo tempo que afirmou que não será um desastre se a votação ficar para a segunda-feira, Joice defendeu que está na hora de a reforma começar a ser debatida no plenário da Câmara dos Deputados.

    'Vai depender muito do apoio --mais do que do apoio, do trabalho--, do trabalho efetivo de alguns governadores que lutaram contra a proposta até agora, num passado recente, e que ficaram de bracinhos cruzados aguardando que nós resolvêssemos todos o problema --nós, Câmara', disse a líder sobre a possibilidade da inclusão de Estados e municípios na reforma.

    'Então agora os governadores terão que entregar os votos, terão que trabalhar com alguns partidos, com alguns deputados dos partidos do centro e do Nordeste, especialmente, e também com a oposição. É o único jeito de eles colocarem uma digital e convencerem o parlamentar que foi desgastado a votar. Então agora os governadores vão ter um trabalhinho extra, vamos ver se eles conseguem.'

    Joice avaliou ainda que 'é possível' o parecer do relator da reforma, deputado Samuel Moreira (PSDB-SP), ser votado na comissão especial entre esta quarta e a quinta-feira, mas ressalvou que 'tudo depende de acordo'.

    'Nosso plano é votar até quinta-feira. Não vai estragar o calendário se tiver que ficar para segunda-feira', disse. 'Mas se der para resolver esta semana, vamos combinar, todo mundo já sabe o que está lá, todo mundo já sabe o que é o texto, o Brasil precisa da reforma', acrescentou.

    'Então para que deixar mais um final de semana no meio do caminho entre a aprovação do texto e a ida desse texto para o plenário? Precisamos começar a discutir esse texto no plenário. Comissão especial já deu.'

    (Por Eduardo Simões, em São Paulo)

    Escrito por Reuters

    1. Home
    2. noticias
    3. governadores terao de …

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.