alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    Hamas diz que conversas indiretas com Israel sobre trégua em Gaza estão 'avançadas'

    Por Thomson Reuters

    Placeholder - loading - news single img

    Por Nidal al-Mughrabi e Dan Williams

    GAZA/JERUSALÉM (Reuters) - Conversas mediadas pela Organização das Nações Unidas (ONU) e pelo Egito a respeito de um acordo para reduzir as tensões entre Israel e a Faixa de Gaza estão em 'estágios avançados', disse nesta quarta-feira um membro de alto escalão do grupo militante islâmico Hamas, que é dominante no enclave palestino.

    Os comentários foram ecoados por um importante parlamentar israelense, o que sugere um possível progresso depois de quatro meses de confrontos e choques que provocaram ameaças de guerra mútuas.

    Em 30 de março os moradores de Gaza iniciaram protestos semanais, às vezes violentos, na fronteira com Israel, e sua revolta foi exacerbada por um bloqueio israelo-egípcio e cortes de financiamento para o presidente palestino, Mahmoud Abbas, que é rival do Hamas e tem o apoio do Ocidente.

    O Exército de Israel matou ao menos 158 palestinos, e um franco-atirador de Gaza matou um soldado israelense. Israel perdeu trechos de floresta e de terras de cultivo devido a incêndios ateados por pipas incendiárias e balões de gás hélio lançados por sobre sua fronteira. Também houve várias trocas de tiros de artilharia, a maioria sem vítimas.

    Nem o Hamas nem Israel, que se enfrentaram pela última vez em 2014, parecem dispostos a outro conflito aberto. Mas as exigências públicas das duas partes pela libertação de um detido nas mãos do lado oposto parecem ser um obstáculo na obtenção de uma trégua de longo prazo.

    'Podemos dizer que as ações lideradas pela ONU e pelo Egito estão em estágios avançados, e esperamos que rendam algo bom', disse Khalil Al-Hayya, vice-chefe do Hamas em Gaza, à televisão Al Jazeera.

    'O que é necessário é que a calma seja restaurada ao longo da fronteira entre nós e o inimigo sionista (Israel)'.

    Israel minimizou as perspectivas de um cessar-fogo abrangente, falando em uma compensação mais limitada.

    Em troca de um apaziguamento em Gaza, autoridades israelenses disseram no domingo que reabrirão um terminal comercial de fronteira que foi fechado em resposta aos danos dos incêndios e expandirão uma zona de pesca palestina.

    Avi Dichter, presidente do comitê parlamentar de assuntos externos e de defesa de Israel, adotou um tom otimista, mas cauteloso, nesta quarta-feira. 'Realmente espero que estejamos às vésperas de um novo dia na questão de Gaza', disse ele aos repórteres.

    1. Home
    2. noticias
    3. hamas diz que conversas …

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.