alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    Marinho diz que proposta sobre militares traz 'correção' a categoria preterida durante 15 anos

    Por Thomson Reuters

    Placeholder - loading - news single img

    Por Ricardo Brito e Marcela Ayres

    BRASÍLIA (Reuters) - O secretário Especial da Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, Rogério Marinho, disse nesta quarta-feira que as Forças Armadas são uma categoria especial e que a proposta apresentada pelo governo para mudar as aposentadorias do setor faz uma 'correção' na estrutura das três forças, que ao longo de 15 anos vêm sendo preterida em relação aos civis.

    Segundo o secretário, desde o início das discussões sobre a reforma da Previdência, o governo disse que trataria os desiguais de forma desigual.

    O comentário de Marinho foi uma resposta a um questionamento, feito em entrevista coletiva, sobre o fato de que o impacto fiscal líquido do projeto dos militares --que prevê mudança nas aposentadorias dos militares e reestruturação da carreira com aumentos-- será de 10,45 bilhões de reais em 10 anos.

    Ao apresentar proposta de reforma da Previdência para os trabalhadores da iniciativa privada e servidores civis há um mês, o governo do presidente Jair Bolsonaro, que é capitão da reserva do Exército, não mencionou eventual reestruturação da carreira militar e previu economia de cerca de 92 bilhões de reais em 10 anos com as mudanças nas aposentadorias dos militares.

    Marinho destacou que o superávit fiscal para a Previdência dos militares será agora, com o projeto apresentado nesta quarta, de 97 bilhões de reais. Disse que a despesa da reestruturação das carreiras se dá em torno de 86 bilhões de reais.

    Segundo Marinho, o saldo líquido na verdade será de superávit em todos os anos, inclusive no mandato de Bolsonaro, de cerca de 2,3 bilhões de reais a 2,4 bilhões de reais.

    'Eu não tenho dúvida que o projeto que está sendo apresentado é o projeto que representa a média dos sentimentos do governo e também respeitando as especificidades da carreira, a exemplo do que estamos fazendo com outras categorias. Por exemplo, há um aumento de soldos para soldados e cabos, que representam 45 por cento das Forças Armadas e que ganham até dois salários mínimos', disse Marinho.

    1. Home
    2. noticias
    3. marinho diz que proposta …

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.