Capa do Álbum: Antena 1
A Rádio Online mais ouvida do Brasil
Antena 1
Ícone seta para a esquerda Veja todas as Notícias.

MET Gala: confira os looks mais icônicos do evento

De Billie Eilish à Shawn Mendes, as maiores celebridades e grifes compareceram ao baile anual

Placeholder - loading - Billie Eilish no Met Gala 2022 na cidade de Nova York. - Foto por Theo Wargo
Billie Eilish no Met Gala 2022 na cidade de Nova York. - Foto por Theo Wargo

Publicada em  

Nesta última segunda-feira (3) aconteceu o MET Gala, um dos eventos mais importantes no universo da moda. Na escadaria do Metropolitan Museum of Art, em Nova York, centenas das personalidades mais famosas do mundo desfilam pelo tapete vermelho com looks incríveis desenvolvidos pelas maiores grifes da indústria.

Em toda edição, os artistas convidados se vestem de acordo com o tema escolhido; que para 2022 foi "Gilded Glamour and White Tie", em referência à exposição do Costume Institute este ano, "In America: An Anthology of Fashion" ("Na América: Uma Antologia da Moda").

Logo após o MET Gala, a Antena 1 vem compartilhar com você os looks mais icônicos do baile. Confira:

Blake Lively

Vamos começar com a anfitriã, a atriz Blake Lively, que, junto de seu marido Ryan Reynolds e dos membros honorários Anna Wintour e Tom Ford, ficou a cargo da apresentação do evento.

Blake Lively MET Gala 2022
Toque para aumentar

Lively adentrou o MET em um vestido espelhado de tom cobreado com um laço lateral e a cauda que se estendia cobre e cintilante. O look foi completado por luvas da mesma cor, brincos longos e uma tiara que em forma de coroa.

Ao olho atento, detalhes verde-água no corpo da peça e nos acessórios chamariam a atenção, isso porque, no meio de sua caminhada pela escada do museu, a atriz revelou um “segundo” traje.

Blake Lively MET Gala 2022
Toque para aumentar

Inspirada na Estátua da Liberdade, a cauda da peça de Lively se tornou verde-água, representando o momento em que, devido à oxidação, o monumento deixou de ser da cor cobre para adotar o verde atual.

Billie Eilish

Com uma peça assinada por Alessandro Michele, diretor criativo da Gucci, Eilish compareceu ao MET Gala em um vestido-corset dourado suave e verde-menta com uma flor de tecido lilás e mangas verdes compridas e rendadas, mostrando a pele dos braços.

Billie Eilish MET Gala 2022
Toque para aumentar

A parte de baixo do look foi mais simples, tratando-se de uma saia de seda creme com pregas na frente e uma fenda na altura da coxa.

Billie Eilish MET Gala 2022
Toque para aumentar

Encaixando-se perfeitamente no tema, a criação foi inspirada na pintura da Madame Poirson, feita por John Singer Sargent em 1885 - durante a era do “Gilded Glamour” americano, que se deu entre 1870 e 1900. Modernizando o conjunto, sem descaracterizá-lo, Elish usou uma gargantilha preta com brilhantes e um penteado “messy”, seguindo o estilo contemporâneo.

Kim Kardashian

Arrisca-se afirmar que Kim Kardashian foi o destaque da noite, uma vez que a empresária vestiu o exato vestido que a estrela Marilyn Monroe usou em 1962 ao cantar “Feliz Aniversário” para o então presidente John F. Kennedy. Somado a isso, a celebridade descoloriu totalmente os cabelos para se assemelhar ao ícone; “Estou passando o dia inteiro apenas tingindo meu cabelo, foram 14 horas seguidas”, declarou.

Kim Kardashian MET Gala 2022
Toque para aumentar

Também conhecido como o “Vestido Nu”, a peça nude é incrustada por pequenos brilhantes e foi vendida pelo valor de US$ 4,8 milhões no leilão Julien's Auctions em 2016 e logo depois adquirida pelo Ripley's Believe It Or Not Museum. A peça bateu o recorde, que guarda até hoje, de vestido mais caro vendido em leilão.

Kim Kardashian MET Gala 2022
Toque para aumentar

“A ideia realmente me veio depois da gala em setembro do ano passado. Pensei comigo mesma, o que eu teria feito pelo tema americano se não fosse o look Balenciaga (a empresária vestiu um look da grife no MET Gala 2021) ? Qual é a coisa mais americana que você consegue pensar? É a Marilyn Monroe”, disse Kim Kardashian.

Mas não foi fácil para a estrela conseguir a chance de caminhar pelo tapete vermelho com a peça que pertenceu a Marilyn. O vestido é armazenado em um cofre escuro com temperatura controlada - a 68 graus e 40-50% de umidade - e nunca foi usado por ninguém além da rainha de Hollywood.

Kim Kardashian MET Gala 2022
Toque para aumentar

Para que o atual dono da relíquia a emprestasse à Kardashian, ela experimentou uma réplica do mesmo tamanho. De primeira, serviu-a perfeitamente, mas o segundo ajuste foi um pouco diferente.

“Sempre achei que ela era extremamente curvilínea. Imaginei que poderia ser menor em alguns lugares onde ela era maior e maior em lugares onde ela era menor. Então, quando não cabia em mim, eu queria chorar porque não pode ser alterado de forma alguma”, afirmou Kim Kardashian.

Kim Kardashian MET Gala 2022
Toque para aumentar

Assim, Kardashian se submeteu a uma dieta rigorosa para poder usar o vestido - e funcionou. “Eu queria chorar lágrimas de alegria quando ele subiu”, revelou. Ela também contou que só vestiu a peça verdadeira por alguns minutos e logo após sair do alcance das câmeras, trocou-a por uma réplica.

Shawn Mendes

Destacando-se entre os homens convidados ao MET Gala, Shawn Mendes fugiu do óbvio e apareceu com o look inovador assinado pela etiqueta Tommy Hilfiger: um sobretudo azul marinho com gola e lapelas vermelhas - representando as cores da marca - e botões dourados. Por baixo, um terno também azul marinho.

Em entrevista à Vogue norte-americana, o cantor canadense revelou que a inspiração para a vestimenta foi “capitão da marinha”.

Shawn Mendes MET Gala 2022
Toque para aumentar

Calça alfaiataria, sapatos sociais, unhas pintadas e anéis dourados completam a obra, que pedia pelos cabelos penteados para trás. Em uma mistura perfeita de "Gilded Glamour” e moda contemporânea, Mendes entendeu a tarefa!

Sarah Jessica Parker

Conhecedora do MET Gala, este não é o primeiro de Jessica Parker. A atriz de 57 anos é uma amante da moda, e deixou isso claro com a sua escolha para o tapete vermelho.

Sarah Jessica Parker MET Gala 2022
Toque para aumentar

Vestindo Christopher John Rogers, a artista selecionou uma peça para homenagear Elizabeth Hobbs Keckley, a primeira mulher preta na história a atuar como designer de moda na Casa Branca; ela vestiu a primeira dama Mary Todd Lincoln - e várias socialites de Washington D.C. - em meados dos anos 1860.

“Ela era uma designer menor e alguém sobre quem as pessoas não falavam”, declarou Rogers. “A ideia era destacar a dicotomia entre as proporções extravagantes e exageradas do período e a disparidade que estava acontecendo nos Estados Unidos na época”.

O designer e Parker tiveram a ideia para o look final a partir de uma criação específica de Keckley. “Era essa capa e um vestido xadrez preto e branco por baixo”, disse Rogers. “Foi o ponto de partida para nós – e como somos conhecidos por usar xadrez e tafetá, já estava na linha do que fazemos”.

E, com algumas mudanças essenciais para os dias de hoje, a roupa da estrela estava pronta para o MET. “Nós não fizemos a capa – nós a transformamos em um top, com ênfase no decote”, revelou o designer. “Em vez de muito bordado, também mantivemos a simplicidade, mas os tecidos são super luxuosos”.

Veja também:

"HOLD MY HAND": LADY GAGA LANÇA MÚSICA DE 'TOP GUN: MAVERICK"

STEVIE WONDER RECEBERÁ O PRÊMIO ICON AWARD 2022

Últimas Notícias

Placeholder - loading - Imagem da notícia The Weeknd: “After Hours” supera 8 bilhões de streams

The Weeknd: “After Hours” supera 8 bilhões de streams

O quarto álbum de estúdio do cantor e compositor canadense, The Weeknd, continua conquistando novas vitórias. Lançado em 2020, o projeto recentemente ultrapassou 8 bilhões de cliques nos streamings. A própria estreia do trabalho já previu a grandeza que vinha pela frente – já que logo no lançamento ocupou a primeira posição na parada de álbuns do Reino Unido, com mais de 26.000 unidades vendidas.

Divulgado pela XO e Republic Records, o trabalho foi produzido em sua maioria pelo próprio artista e alguns outros profissionais com quem o artista já havia trabalhado previamente, como DaHeala, Illangelo, Max Martin, Metro Boomin e OPN.

Antes de ser lançado, o cantor confirmou que “After Hours” se destacaria por contrastar muito com seu álbum anterior, “Starboy” (2016). Fato que realmente se confirmou, já que a produção foi considerada como uma reinvenção artística em sua carreira, além de imergi-lo no universo do new wave e dream pop.

Críticos descreveram os matérias promocionais de divulgação do álbum com uma estética psicodélica, que contava com a influência de diversas produções de Hollywood. Alguns dos filmes que conseguimos identificar dentro da inspiração do artista, são: Casino (1995), Fear and Loathing in Las Vegas (1998), Joker (2019) e Uncut Gems (2019). Sem falar do título do disco, que veio do suspense “After Hours”, dirigido por Martin Scorcese.

LEIA MAIS: THE WEEKND: NOVO ÁLBUM É ANUNCIADO COM PARCERIAS INÉDITAS

A versão padrão do álbum conta com 14 faixas, já a deluxe tem 18 canções no total. A edição com 4 músicas extras é especial, já que tem participações de artistas muito renomados, como Ariana Grande, que participa do remix de “Save Your Tears”. Fora isso, outras canções também tiveram colaborações, como “In Your Eyes”, que ganhou versões com a cantora Doja Cat e o saxofonista Kenny G., além de “Blinding Lights”, com uma versão dos vocais de Rosalía.



Confira a tracklist completa:

Alone Again

Too Late

Hardest to Love

Scared to Live

Snowchild

Escape from LA

Heartless

Faith

Blinding Lights

In Your Eyes

Save Your Tears

Repeat After Me (Interlude)

After Hours

Until I Bleed Out

Nothing Compares

Missed You

Fianal Lullaby

Save Your Tears (Remix) (with Ariana Grande)

In Your Eyes (Remix) (featuring Doja Cat)

Blinding Lights (Chromatics Remix)

O álbum recebeu críticas positivas, como também estreou no topo da Billboard 200, marcando o quarto álbum número um de Weeknd nos EUA. Assim, o projeto ficou no topo da parada por quatro semanas consecutivas.



O sucesso de “After Hours” foi global, já que o álbum também alcançou o primeiro lugar em 20 outros países, incluindo Canadá e Reino Unido. Em março de 2021, o álbum foi certificado com platina dupla pela Recording Industry Association of América.

The Weeknd e atração de Halloween

O quarto disco dos artistas servirá de inspiração para duas novas atrações que ficarão prontas para as festas de Halloween. Em parceria com a Universal Studios, a ideia é que sejam duas casas assombradas, situadas no Universal Orlando Resort, na Flórida, e no Universal Studios Hollywood, em Los Angeles.

Nos espaços, o visitante viajará pela mente de The Weeknd, visitando as fantasias que o inspiraram para a criação de seu álbum. Objetivo é descobrir como sobreviver e sair da casa enquanto são perseguidos por diversas criaturas e situações bizarras.

“Eu sempre quis minha própria casa assombrada no Halloween Horror Nights, já que o Halloween sempre foi significativo para minha música, então este é um sonho total que ganhou vida”, disse Abel em um comunicado exclusivo à Entertainment Weekly.



A casa terá três sessões diferentes, contando também com seis músicas do disco de 2020 – "In Your Eyes", "Heartless", "Blinding Lights", "Save Your Tears" (versão solo) e "Too Late".

“Sinto que meus videoclipes serviram como plataforma de lançamento para uma colaboração como essa, e mal posso esperar para que as pessoas experimentem essa loucura!”, apontou o cantor.

Veja também:

LETRA E TRADUÇÃO: BRONSKI BEAT - SMALLTOWN BOY

CURTA DE TAYLOR SWIFT PODE SER INDICADO AO OSCAR

16 H
Placeholder - loading - Imagem da notícia Selena Gomez ganha HCATV

Selena Gomez ganha HCATV

Selena Gomez atua tão bem quanto canta, e isso não é novidade. Seu último papel como Mabel em “Only Murders In The Building” lhe rendeu o prêmio de Melhor Atriz em Série de Comédia do HCA TV (Hollywood Critics Association TV).

Foi a 2 edição da premiação mais importantes da televisão americana. Os votantes são críticos de televisão, membros da Hollywood Critics Association.

Além de Selena Gomez outro ator do seriado levou prêmio de Melhor Ator em Série de Comédia (Streaming), Martin Short. O evento não contou com grandes atores entre os presentes, mas Short enviou um vídeo de agradecimento.

“A princípio, eu gostaria de agradecer à Hollywood Critics Association por esta amável e incrível honra que vocês me ofereceram. Na verdade, está difícil expressar o quão animado estou em receber este prêmio, porque o botox está recente, mas irei lhes contar. Trabalhar em “Only Murders in the Building” tem sido inacreditavelmente fabuloso em termos de criatividade para mim, já que pude trabalhar com meu amigo genioso Steve Martin; quero dizer, meu Deus, o homem faz mágica e toca banjo. De alguma maneira, ele é famoso. Obrigado, Steve.

E obrigado à espetacular Selena Gomez, você é tão engraçada, moderna, legal e talentosa. Uma ótima atriz. É um deleite ir ao trabalho e poder estar contigo todos os dias, uau. Sou muito sortudo. John Hoffman é o espírito da série, ele é showrunner e roteirista, sua escrita é incrível. Muito honrado em trabalhar contigo. Muitos a mencionar, pois são elementos do seriado. Então, em nome de todos de “Only Murders in the Building”, nós os agradecemos por essa amável honra”, declarou o ator

Confira os outros vencedores

Best Streaming Docuseries or Non-Fiction Series

The Beatles: Get Back (Disney+)

Best Supporting Actor in a Streaming Limited or Anthology Series or Movie

Seth Rogen, Pam & Tommy (Hulu)

Best International Series

Squid Game (Netflix)

Best Comedy or Standup Special

Norm Macdonald: Nothing Special (Netflix)

Best Streaming Documentary Television Movie

Lucy & Desi (Prime Video)

Best Animated Short Form Series

Love, Death + Robots (Netflix)

Best Short Form Live-Action Series

I Think You Should Leave with Tim Robinson (Netflix)

Best Streaming Reality Show or Competition Series

Lizzo’s Watch Out for the Big Grrrls (Prime Video)

Best Streaming Animated Series or TV Movie

Arcane (Netflix)

Best Streaming Variety Sketch Series, Talk Series, or Special

The Kids in the Hall (Prime Video)

Best Writing in a Streaming Series, Comedy

Lucia Aniello, Paul W. Downs, and Jen Statsky, Hacks “The One, The Only” (HBO Max)

Best Writing in a Streaming Limited Series, Anthology Series, or Movie

Danny Strong, Dopesick “The People vs Purdue Pharma” (Hulu)

Best Writing in a Streaming Series, Drama

Dan Erickson, Severance “The We We Are” (Apple TV+)

Best Supporting Actor in a Streaming Series, Comedy

Brett Goldstein, Ted Lasso (Apple TV+)

Best Supporting Actress in a Streaming Series, Comedy

Hannah Einbinder, Hacks (HBO Max)

Best Supporting Actress in a Streaming Limited or Anthology Series or Movie

Kaitlyn Dever, Dopesick (Hulu)

Best Supporting Actor in a Streaming Series, Drama

John Turturro, Severance (Apple TV+)

Best Supporting Actress in a Streaming Series, Drama

Sadie Sink, Stranger Things (Netflix)

Best Directing in a Streaming Series, Comedy

Lucia Aniello, Hacks “There Will Be Blood” (HBO Max)

Best Directing in a Streaming Limited Series, Anthology Series, or Movie

Lake Bell, Pam & Tommy “The Master Beta” (Hulu)

Best Directing in a Streaming Series, Drama

Ben Stiller, Severance “The We We Are” (Apple TV+)

Best Actor in a Streaming Series, Comedy

Martin Short, Only Murders in the Building (Hulu)

Best Actress in a Streaming Series, Comedy

Selena Gomez, Only Murders in the Building (Hulu)

Best Actress in a Streaming Series, Drama

*Tie* Britt Lower, Severance (Apple TV+) & Laura Linney, Ozark (Netflix)

Best Actress in a Streaming Limited or Anthology Series or Movie

Amanda Seyfried, The Dropout (Hulu)

Best Actor in a Streaming Series, Drama

Lee Jung-jae, Squid Game (Netflix)

Best Actor in a Streaming Limited or Anthology Series or Movie

Michael Keaton, Dopesick (Hulu)

Best Streaming Movie

Chip ‘N Dale: Rescue Rangers (Disney+)

Best Streaming Series, Drama

Severance (Apple TV+)

Best Streaming Series, Comedy

Ted Lasso (Apple TV+)

Best Streaming Limited or Anthology Series

Dopesick (Hulu)

Best Game Show

Celebrity Family Feud (ABC)

Best Broadcast Network Reality Show or Competition Series

Lego Masters (FOX)

Best Broadcast Network or Cable Live-Action TV Movie

The Survivor (HBO)

Best Writing in a Broadcast or Cable Limited, Anthology Series, or Movie

Mike White, The White Lotus “Mysterious Monkeys” (HBO)

Best Directing in a Broadcast or Cable Limited, Anthology Series, or Movie

Mike White, The White Lotus “Mysterious Monkeys” (HBO)

Best Directing in a Broadcast Network or Cable Series, Comedy

Bill Hader, Barry – “701N” (HBO)

Best Broadcast Network or Cable Docuseries or Non-Fiction Series

We Need to Talk About Cosby (Showtime)

Best Broadcast Network or Cable Documentary TV Movie

End of the Line: The Women of Standing Rock (Fuse)

Best Broadcast Network or Cable Animated Series or TV Movie

Rick and Morty (Adult Swim)

Best Cable Reality Show or Competition Series

RuPaul’s Drag Race (VH1)

Best Broadcast Network or Cable Variety Sketch Series or Talk Series

A Black Lady Sketch Show (HBO)

Best Supporting Actor in a Broadcast or Cable Limited, Anthology Series, or Movie

Murray Bartlett, The White Lotus (HBO)

Best Supporting Actress in a Broadcast or Cable Limited, Anthology Series, or Movie

Jennifer Coolidge, The White Lotus (HBO)

Best Supporting Actor in a Broadcast Network or Cable Series, Drama

Giancarlo Esposito, Better Call Saul (AMC)

Best Supporting Actress in a Broadcast Network or Cable Series, Drama

Rhea Seehorn, Better Call Saul (AMC)

Best Supporting Actor in a Broadcast Network or Cable Series, Comedy

Henry Winkler, Barry (HBO)

Best Supporting Actress in a Broadcast Network or Cable Series, Comedy

Janelle James, Abbott Elementary (ABC)

Best Directing in a Broadcast Network or Cable Series, Drama

Karyn Kusama, Yellowjackets – “Pilot” (Showtime)

Best Writing in a Broadcast Network or Cable Series, Drama

Dan Fogelman, This is Us “The Train” (NBC)

Best Writing in a Broadcast Network or Cable Series, Comedy

Quinta Brunson, Abbott Elementary “Pilot” (ABC)

Best Actor in a Broadcast Network or Cable Series, Drama

Bob Odenkirk, Better Call Saul (AMC)

Best Actress in a Broadcast Network or Cable Series, Drama

Melanie Lynskey, Yellowjackets (Showtime)

Best Actress in a Broadcast Network or Cable Series, Comedy

Quinta Brunson, Abbott Elementary (ABC)

Best Actor in a Broadcast Network or Cable Series, Comedy

Bill Hader, Barry (HBO)

Best Actor in a Broadcast or Cable Limited, Anthology Series, or TV Movie

Oscar Isaac, Scenes from a Marriage (HBO)

Best Actress in a Broadcast Network or Cable Limited Series, Anthology Series, or TV Movie

Sarah Paulson, Impeachment: American Crime Story (FX)

Best Cable Series, Drama

*Tie* Better Call Saul (AMC) & Succession (HBO)

Best Cable Series, Comedy

What We Do in the Shadows (FX)

Best Broadcast Network or Cable Limited or Anthology Series

The White Lotus (HBO)

Best Broadcast Network Series, Comedy

Abbott Elementary (ABC)

Best Broadcast Network Series, Drama

This is Us (NBC)

Special Honorary Awards

TV Breakout Star – Quinta Brunson

TV Icon Award – Giancarlo Esposito

Virtuoso Award – Mandy Moore

Veja também

BILLY IDOL ANUNCIA “THE CAGE”, NOVO EP

CURTA DE TAYLOR SWIFT PODE SER INDICADO AO OSCAR

16 H
  1. Home
  2. noticias
  3. met gala confira os looks …

Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.