alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASILANTENA 1
    Veja todas as Notícias.

    Na Europa, a nova criptomoeda do Facebook, a Libra, já divide opiniões sobre sua funcionalidade

    Alemanha e França não aderem a duvidosa criptomoeda Libra, criação do Facebook

    Placeholder - loading - news single img
    Imagem ilustrativa de criptomoedas. Crédito: iStock

    Publicada em  

    As principais economias europeias rejeitam a criptomoeda, criada pelo Facebook, chamada de Libra. Na última sexta feira, 13, os governos alemães e francês lançaram uma nota conjunta expondo sua rejeição a moeda britânica, julgando ser um risco para a soberania monetária e a estabilidade econômica do mundo. Até mesmo a França chegou a querer proibir a moeda digital.

    A rejeição aumenta uma vez  que o Facebook e a Libra Association estão encarando nos seus esforços para criar uma moeda digital global. Quem gere a rede de criptomoedas Libra é a Libra Association. E esta possui inúmeros membros, como por exemplo PayPal (PYPL), eBay (EBAY), Visa (V), MasterCard (MA) e Uber Technologies (UBER). A Libra Association é uma organização sem fins lucrativos criada com tecnologia blockhain, e funciona de forma independente do Facebook, sendo dirigida por 27 empresas. Dentre elas, as citadas acima fazem parte. A Libra Association assegura a privacidade de seus usuários, porém com o Facebook envolvido em diversos escândalos, o sigilo do usuário fica em jogo. 

    Neste mês, a alta autoridade do Banco Central Europeu chamou os esforços feitos como efeitos “traiçoeiros”. Inclusive presidente americano, Donald Trump, concordou que a Libra do Facebook tem pouca confiabilidade. Não é a primeira vez que Trump se pronuncia sobre criptomoedas: "Não sou fã de Bitcoin e outras criptomoedas, que não são dinheiro e cujo valor é altamente volátil e baseado no nada. Os ativos criptografados não regulamentados podem facilitar comportamentos ilegais, incluindo o comércio de drogas e outras atividades ilegais...", disse ele em sua página no Twitter.

    Por sua vez, a Libra Association está investindo pesado em especialistas externos para testar a segurança da tecnologia da criptomoeda Libra, chegando a acionar lobistas para pressionar por regulamentações favoráveis.

    Em contraponto, o Facebook continua pressionando o desenvolvimento da Libra como criptomoeda. Hoje, 17,  representantes da Libra Association reuniram – se com os maiores bancos centrais mundiais, sob os olhos atentos do BIS (Bank for International Settlements). Contudo, o BIS enunciou que divulgará um relatório final sobre o tema daqui a um mês. Parece que essa história está longe de ter um ponto final.

    Escrito por Flávia Fukai

    1. Home
    2. noticias
    3. na europa a nova criptomoeda …

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.