Capa do Álbum: Antena 1
A Rádio Online mais ouvida do Brasil
Antena 1
    Veja todas as Notícias.

    Quadro clínico de Trump não é claro, mas médicos cogitam alta nesta 2ª-feira

    Placeholder - loading - news single img
    Presidente dos EUA, Donald Trump, na Casa Branca 26/09/2020 REUTERS/Carlos Barria

    Publicada em  

    Por Andy Sullivan

    WASHINGTON (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, pode ter alta do hospital onde está sendo tratado de Covid-19 já nesta segunda-feira, de acordo com seus médicos, mas seu estado clínico ainda não está claro, e especialistas externos alertam que seu caso pode ser grave.

    Internado no Centro Médico Nacional Militar Walter Reed, nos arredores de Washington, desde sexta-feira, Trump publicou uma série de vídeos na tentativa de provar ao público que está se recuperando de uma doença que já infectou 4,7 milhões de norte-americanos e matou mais de 209 mil.

    'É uma jornada muito interessante. Aprendi muito sobre a Covid', disse ele em um vídeo publicado no Twitter no domingo.

    Uma volta à Casa Branca pode ajudar Trump a projetar uma sensação de normalidade agora que enfrenta uma batalha contra o democrata Joe Biden visando a reeleição.

    Uma pesquisa Reuters/Ipsos divulgada no domingo mostrou Trump 10 pontos percentuais atrás de Biden. Cerca de 65% dos norte-americanos disseram que Trump não teria sido infectado se tivesse levado o vírus mais a sério.

    Os médicos de Trump disseram que sua saúde está melhorando e que ele pode ser enviado de volta à Casa Branca já nesta segunda-feira.

    Mas eles estão tratando o presidente de 74 anos com dexametasona, um esteroide que normalmente é usado nos casos mais graves. Ele também está no segundo de cinco dias de um tratamento com remdesivir, um remédio antiviral intravenoso.

    O doutor Sean P. Conley, o médico oficial da Casa Branca, disse no domingo que o estado de Trump esteve pior do que ele chegou a admitir. Conley disse que Trump teve febre alta na manhã de sexta-feira e que recebeu oxigênio suplementar depois que o nível de oxigênio em seu sangue diminuiu.

    Médicos não envolvidos no tratamento de Trump disseram suspeitar que sua condição pode ser pior do que Conley deu a entender. Sendo idoso e estando acima do peso, o presidente está em uma categoria na qual é mais provável desenvolver complicações graves ou morrer da doença.

    Trump minimizou continuamente os riscos de uma pandemia desde que ela surgiu neste ano, assim como desdenhou as diretrizes de distanciamento social concebidas para conter sua disseminação.

    Ainda no domingo, Trump montou uma pequena comitiva para acenar aos apoiadores reunidos diante do hospital Walter Reed. Ele ainda disse que estava se encontrando com soldados e socorristas – o que provocou críticas de que pode estar expondo mais compatriotas a infecções. Ele foi diagnosticado pouco depois de comparecer a um evento de arrecadação em Nova Jersey na quinta-feira.

    Escrito por Reuters

    1. Home
    2. noticias
    3. quadro clinico de trump nao e …

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.