alexametrics
Conectando

    Sem os imigrantes, EUA perderia 18 milhões de trabalhadores

    Relatório afirma que, caso não haja mais imigrantes no país, o número de trabalhadores pode cair 17,6 milhões.

    Por Redação

    Placeholder - loading - news single img

    Sem a presença de imigrantes, os Estados Unidos perderiam 17,6 milhões de trabalhadores até 2035, segundo um estudo divulgado nesta quarta-feira pelo instituto de pesquisas Pew.

    Mantendo-se o ritmo de entrada atual de imigrantes, a força de trabalho passaria dos 173 milhões atuais a 183,2 milhões em 2035. Caso contrário, o número seria de 165,6 milhões, afirmou o relatório do Pew, que analisa a evolução e a influência da imigração na força de trabalho.

    O número de americanos em idade de trabalhar cairia de 128,3 milhões para 120,1 milhões em 2035, e deixariam de representar 74% do total para serem 66% em 2035. Por sua vez, os americanos nascidos de pais imigrantes passarão de 6% a 13% no mesmo período, e os imigrantes chegados aos EUA passarão de 20% em 2015 a 21% em 2035.

    “À medida que a geração dos ‘baby boomers’ (nascidos entre 1946 e 1964) se encaminha à aposentadoria, a alta na força de trabalho potencial se reduzirá de maneira marcante, e os imigrantes ocuparão este papel primordial no futuro de seu crescimento”, diz o relatório.

    A questão migratória se transformou em um dos principais temas da agenda do presidente Donald Trump e tem dado o que falar. O presidente norte-americano prometeu que irá conter o fluxo migratório para impulsionar os empregos domésticos dentro de seu lema “Comprem produtos americanos, contratem americanos”.

    Para ler mais notícias, curta a página Antena 1 News no Facebook!

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.