alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    Seul relata atividade em fábrica de mísseis da Coreia do Norte; Trump fala em decepção

    Placeholder - loading - news single img

    1526

    Publicada em  

    Por David Brunnstrom e Hyonhee Shin

    WASHINGTON/SEUL (Reuters) - Novas atividades foram detectadas em uma fábrica de mísseis balísticos intercontinentais da Coreia do Norte, noticiou a mídia sul-coreana nesta quinta-feira, e o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse que ficaria muito decepcionado se Pyongyang reconstruísse uma instalação de foguetes.

    Recentemente se viu uma movimentação de veículos de carga em torno de uma fábrica de Sanumdong, em Pyongyang, que produziu os primeiros mísseis balísticos intercontinentais (ICBMs) norte-coreanos capazes de alcançar os EUA, relataram os jornais sul-coreanos JoongAng Ilbo e Donga Ilbo, citando parlamentares informados pelo Serviço de Inteligência Nacional na terça-feira.

    O chefe de espionagem, Suh Hoon, disse aos parlamentares acreditar que as atividades tenham relação com mísseis, disse o JoongAng Ilbo. Segundo o jornal, Suh disse que a Coreia do Norte continuou a operar sua instalação de enriquecimento de urânio no importante complexo nuclear de Yongbyon depois da primeira cúpula entre Trump e o líder norte-coreano, Kim Jong Un, em Cingapura em junho.

    As reportagens vieram depois que a segunda cúpula entre os dois líderes fracassou devido às diferenças sobre os limites que Pyongyang está disposta a adotar em seu programa nuclear e até que ponto os EUA estão dispostos a amenizar as sanções contra o país.

    A fábrica de Sanumdong produziu o Hwasong-15, que consegue voar mais de 13 mil quilômetros. Depois de seu voo de teste, no final de 2017, a Coreia do Norte declarou a finalização de sua 'força nuclear estatal', e buscou conversas com a Coreia do Sul e os EUA no ano passado.

    O escritório presidencial e o Ministério da Defesa da Coreia do Sul não quiseram confirmar as reportagens sobre Sanumdong, dizendo que estão monitorando as atividades norte-coreanas atentamente junto com os EUA.

    Não houve resposta imediata do Departamento de Estado norte-americano.

    Na terça-feira dois centros de estudo dos EUA e a agência de espionagem de Seul relataram obras de reforma de parte da instalação de lançamento de mísseis norte-coreana de Sohae, que Kim prometeu desativar durante a cúpula de Cingapura.

    'Eu ficaria muito decepcionado se isso estivesse acontecendo', disse Trump a repórteres no Salão Oval quando indagado se a Coreia do Norte está quebrando uma promessa.

    (Por Jeff Mason e David Brunnstrom; Reportagem adicional de Mark Hosenball, David Alexander e Tim Ahmann, em Washington, e Hyonhee Shin e Joyce Lee, em Seul)

    Escrito por Thomson Reuters

    1. Home
    2. noticias
    3. seul relata atividade em …

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.