alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    NOTÍCIAS SOBRE confrontos

    Veja essas e outras notícias da Antena 1

    Placeholder - loading - Imagem da notícia Disputas individuais podem decidir a final entre França e Croácia

    Disputas individuais podem decidir a final entre França e Croácia

    Por Nick Mulvenney

    MOSCOU (Reuters) - Principais disputas que podem decidir a final da Copa do Mundo entre França e Croácia, no domingo:

    Luka Modric vs N'golo Kanté

    Embora a natureza fluida do futebol moderno garanta a existência de raras disputas exclusivas no meio-campo, há poucas dúvidas que performances de Modric e Kanté serão decisivas para o destino da Copa do Mundo.

    Modric, tecnicamente talentoso e repleto de experiência em partidas importantes após vencer quatro títulos da Liga dos Campeões em cinco temporadas no Real Madrid, é o coração da seleção croata e pode ser essencial conforme monta e muda a linha de ataque.

        Aparentemente incansável, Modric desempenha um papel nos esforços defensivos e possui a habilidade de repentinamente dar um passe no meio da defesa adversária em um momento crítico.

        Quando Kanté joga bem, a França joga bem é um ditado que ganha força em grande parte pela habilidade do volante em afastar o perigo.

        Suas habilidades na distribuição de bolas também ajudam na transição rápida da defesa para o ataque, que torna a França perigosa. Às vezes ele também busca um gol, chutando da beira da área.

    Kylian Mbappé vs Dejan Lovren

    O jovem Mbappé já se estabeleceu como um dos jogadores de destaque da competição, com sua velocidade causando grandes problemas para defesas adversárias desde o início da campanha da França.

    Seus dois gols contra a Argentina nas oitavas de final ilustraram suas sublimes habilidades e, embora não tenha marcado gols desde então, nenhum defensor irá gostar de uma noite tentando segurá-lo.

        Lovren e Domagoj Vida têm formado uma parceria sólida na zaga para a Croácia durante a caminhada à final.

        Eles foram expostos no começo da partida da semifinal pela velocidade de Raheem Sterling, no entanto. Contra Mbappé, enfrentam um jogador com um histórico consideravelmente melhor de finalização do que contra o jogador inglês.

    Ivan Perisic vs Benjamin Pavard

    Perisic foi eleito Melhor da Partida na semifinal contra a Inglaterra, após marcar o gol de empate da Croácia e então dar a assistência para o gol de Mario Mandzukic, que garantiu a vitória.

        Um jogador que esbanja confiança, o meia-atacante da Inter de Milão atormentou o inglês Kyle Walker no segundo tempo, após receber licença para forçar jogadas pelo flanco esquerdo.

        Pavard entrou na seleção francesa no começo da competição como substituto do lesionado Djibril Sidibé e tem jogado bem o suficiente para manter sua posição, mesmo após o lateral-direito até então titular recuperar sua forma física.

        Seu magnífico chute de fora da área nas oitavas de final contra a Argentina foi sua contribuição mais conhecida na campanha francesa até a final, mas talvez sua parte mais importante tenha sido manter jogadores como o belga Eden Hazard apagados em campo.

    LER NOTICIA
    Placeholder - loading - Imagem da notícia Seleções menos tradicionais podem sonhar grande na fase de mata-mata da Copa do Mundo

    Seleções menos tradicionais podem sonhar grande na fase de mata-mata da Copa do Mundo

    Por Karolos Grohmann

    VATUTINKI (Reuters) - Uma final de Copa do Mundo entre Dinamarca e México? Bélgica contra Croácia?

    Há alguns meses tais cenários seriam considerados surreais, mas em duas semanas de surpresas no torneio, a possibilidade de países menos tradicionais disputando a principal partida do futebol em 15 de julho em Moscou ganhou mais força.

        Após a surpreendente eliminação na quarta-feira da tetracampeã Alemanha, o mata-mata pode ter mais surpresas do que nunca.

    Acrescentando a ausência da Itália, que venceu quatro vezes a competição, e da Holanda, três vezes finalista, que não conseguiram se classificar, as oitavas de final têm uma sensação estranha. As ausências de Itália, Alemanha e Holanda deixaram um vazio raro.

        Com isso, na parte de baixo do chaveamento das oitavas de final, países sem um único triunfo na Copa do Mundo, como Suíça, Rússia, Suécia, Croácia, Dinamarca e Colômbia, têm todo direito de permanecerem esperançosos.

        Um deles deve avançar até a semifinal ou além, com Espanha, campeã de 2010, e Inglaterra, campeã de 1966, sendo as únicas forças estabelecidas nesta metade do chaveamento.

        A Espanha enfrenta a anfitriã Rússia em sua partida nas oitavas de final.

    A Suíça, que em 1954 avançou às quartas de final, em sua melhor performance, enfrenta a Suécia, cuja melhor performance – uma final – aconteceu quando sediou a Copa do Mundo, há 60 anos.

        A Croácia, semifinalista em 1998 e em ótima forma até o momento na Rússia, enfrenta a Dinamarca. A Colômbia, líder do Grupo H, enfrenta a Inglaterra.

        A parte de cima do chaveamento está repleta de quase todas as potências restantes, com a bicampeã Argentina, finalista em 2014, enfrentando a França, campeã de 1998.

        O Brasil, pentacampeão, enfrenta o México. Já o Uruguai disputa com Portugal, atual campeão europeu.

    O que é certo para esta metade é que alguns ex-campeões não chegarão às semifinais.

        Com torcedores de futebol se queixando há anos sobre o esporte estar dominado por alguns times, tanto em nível de clubes, quanto internacionalmente, esta Copa do Mundo certamente usufrui de novos ares soprando para a fase de mata-mata.

        Com as seleções com menor ranqueamento mostrando muito mais consistência e a diminuição da diferença de qualidade com os favoritos, há uma chance de a Copa do Mundo mudar o eixo global do futebol.

    LER NOTICIA

    Fique por dentro

    de tudo o que acontece nos bastidores do mundo da música, desde lançamentos, shows, homenagens, parcerias e curiosidades sobre o seu artista favorito. A vinda de artistas ao Brasil, cantores e bandas confirmadas no Lollapalooza e no Rock in Rio, ações beneficentes, novos álbuns, singles e clipes. Além disso, você acompanha conosco a cobertura das principais premiações do mundo como o Oscar, Grammy Awards, BRIT Awards, American Music Awards e Billboard Music Awards. Leia as novidades sobre Phil Collins, Coldplay, U2, Jamiroquai, Tears for Fears, Céline Dion, Ed Sheeran, A-ha, Shania Twain, Culture Club, Spice Girls, entre outros. Aproveite também e ouça esses e outros artistas no aplicativo da Rádio Antena 1, baixe na Apple Store ou Google Play e fique sintonizado.

    1. Home
    2. /
    3. noticias
    4. /
    5. tags
    6. /
    7. confrontos
    8. /

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.