Capa do Álbum: Antena 1
A Rádio Online mais ouvida do Brasil
Antena 1

    NOTÍCIAS SOBRE Queen

    Veja essas e outras notícias da Antena 1

    Placeholder - loading - Imagem da notícia Você sabia que os discos de vinil voltaram à moda?

    Você sabia que os discos de vinil voltaram à moda?

    Mesmo com a possibilidade de diversas dinâmicas de compra e venda online, o hábito tradicional e nostálgico de escutar grandes obras pelo toca-discos voltou com força para todos os amantes da boa música.  

    Ao contrário do que a maioria das pessoas acredita, os antigos hábitos - sejam eles a regravação de uma música ou até mesmo uma tendência marcante na moda - voltam quando menos se espera. E, claro, isso não poderia ser diferente com o mercado musical.  

    Como surgiram os LPs? 

    Essa invenção que surgiu no final da década de 40, mais precisamente em 21 de junho de 1948. O primeiro disco de vinil, lançado pela Columbia Records, tinha 12 polegadas e 33 1⁄3 rotações por minuto. Na época, a invenção continha uma gravação de Mendelssohn’s Concerto In E Minor, tocada e interpretada pelo violinista ucraniano, Natham Milstein.  

    O artista era e ainda é considerado como um dos melhores e mais virtuosos musicistas do século XX, uma vez que ele se destacou mundialmente devido as suas versões das obras de compositores renomados na música erudita, como Paganini, Tchaikovsky e Beethoven.  

    Confira a versão digital desta gravação: 


    Este formato inicial dos LPs foi fundamental para criar uma padronização no mercado, uma vez que existiam discos de formatos e rotações distintas. O modelo do aparelho e a frequência de eletricidade do local também influenciavam no produto final, visto que sem essa convenção, as mesmas músicas eram tocadas de maneiras diferentes pelos consumidores. 

    Além disso, o vinil também teve um papel muito importante com relação a duração dos áudios disponibilizados para o público. Segundo Andy Linehan, curador da Biblioteca Britânica, antes era possível ouvir somente três minutos de um lado do disco e, após a mudança, as pessoas podiam colocar até 20 minutos no Lado A e no Lado B.  

    “De repente, por conta dos sulcos mais estreitos e uma velocidade mais lenta, houve a possibilidade de colocar uma obra clássica inteira em um lado de um disco. Dessa forma, algo que é corriqueiro para nós foi viabilizado: várias músicas compiladas em um mesmo vinil”, afirma Andy.  

    Até pouco tempo antes do lançamento revolucionário da Columbia Records, os vinis eram comercializados em kits, assim como é feito com uma coleção de livros, por exemplo, na qual o ouvinte tinha que tocar cada um dos LPs para ouvir o álbum ou a obra completa de um determinado artista.  

    A volta dos LPs em 2021 

    De fato, o isolamento social e a pandemia da covid-19, foram os principais motivos por trazer essa moda de volta. Mas, o que realmente alavancou as vendas desse produto, em 2020 e 2021, foi o e-commerce, mais conhecido como a famosa frase: “vou pedir pela internet mesmo”.  

    Além dos colecionadores, as gerações mais novas acabaram conhecendo os vinis e aderiram rapidamente ao formato. Ou seja, mesmo que há pouco tempo atrás ainda se comprava os discos nos anos 80 e 90, agora o público consumidor também inclui as gerações Z (1995 - 2009) e Alpha (a partir de 2010). 

    Retirar o vinil da capa, limpá-lo, preparar o toca-discos, posicionar a agulha, quando comparado a escutá-las por plataformas de streaming, com certeza é um ritual muito cativante e charmoso. É como uma herança cultural tornando-se um objeto de arte que não pode ser esquecido. 

    Com isso, esse item volta a ser rentável para artistas e suas gravadoras, gerando uma alta demanda e aumento nos preços, que tem atualmente movimentado milhões de dólares no mundo com lançamentos e relançamentos. 

    De acordo com uma pesquisa realizada pela Recording Industry Association of America (RIAA), no primeiro se semestre de 2020 a venda de LPs superou a de CDs. Algo surpreendente que não ocorria desde a década de 80. Essa procura chegou a dobrar no início deste ano, quando comparado ao mesmo período em 2020, resultando em um aumento de 19,2 milhões de vendas. 

    Já o levantamento feito pela MRC Data (antiga Nielsen SoundScan), o Estados Unidos é considerado como o maior consumidor do planeta e obteve um crescimento significativo pelo 15º, vendendo mais de 27,5 milhões de cópias em 2020.  

    Tendo em vista esses dados, é mais que certo dizer que o potencial de comercialização dos discos de vinil só tende a crescer e se desenvolver nos próximos anos. Por isso, que tal conferir 6 indicações de vinis que fazem e já fizeram muito sucesso na programação da Antena 1? 

    Box ‘This Far’ - Sade 

    Clique aqui para adquirir o disco. 

    ‘A Night At The Opera’ - Queen

    Clique aqui para adquirir o disco. 

    'Thriller' - Michael Jackson

     

    Clique aqui para adquirir o disco. 

    ‘Diamonds' - Elton John 

    Clique aqui para adquirir o disco. 

    ‘Rumors’ - Fleetwood Mac

    Clique aqui para adquirir o disco. 

    ‘Gold: Greatest Hits’ - ABBA

    Clique aqui para adquirir o disco. 

    2 M
    Placeholder - loading - Imagem da notícia Queen abre loja em comemoração aos 50 anos da banda

    Queen abre loja em comemoração aos 50 anos da banda

    Fenômeno do rock mundial, o grupo musical Queen abriu uma loja nesta segunda-feira (27) em Londres, em homenagem ao aniversário de 50 anos da banda.

    Programada para ficar aberta apenas por três meses, a loja “Queen The Greatest” fica na rua comercial Carnaby Street e conta com dois níveis, separados em diversos espaços, que levam os clientes para uma viagem pela trajetória da banda, desde 1971 até os dias de hoje. 

    Camisetas, vinis, pôsteres, edições limitadas e itens mais peculiares - como meias com estampa de guitarras, cubos mágicos com os rostos dos integrantes da banda ou até a edição especial temática “Queen” do jogo de tabuleiro Banco Imobiliário - são vendidos no estabelecimento.

    Guitarras autografadas pelo guitarrista do grupo, Brian May, ficam no porão da loja, assim como um disco “Queen” único. As imagens de shows são projetadas nas paredes e os maiores sucessos da banda como “We Will Rock You”, “Bohemian Rhapsody”, “We Are The Champions” ou “Don’t Stop Me Now” tocam ao fundo, como uma música ambiente.

    A loja passa a sensação de fã-clube e, segundo Keith Taparell, vice-presidente de varejo e vendas da Bravado - empresa responsável por derivados da Universal Music -, é uma ótima oportunidade para conversar com outras pessoas que também admiram o grupo.

    Veja o vídeo oficial do Queen sobre o local:

    Após a morte do vocalista original da banda, Freddie Mercury, em 1991, Queen continuou a existir, com o músico Paul Rogers no vocal. Desde 2012, o cantor Adam Lambert representa a voz das músicas e participou de várias turnês mundiais ao lado dos últimos dois membros fundadores do grupo: Brian May e Roger Taylor. 

    Confira o trailer do show do Queen + Adam Lambert que está disponível na Netflix:

    2 M

    Fique por dentro

    de tudo o que acontece nos bastidores do mundo da música, desde lançamentos, shows, homenagens, parcerias e curiosidades sobre o seu artista favorito. A vinda de artistas ao Brasil, cantores e bandas confirmadas no Lollapalooza e no Rock in Rio, ações beneficentes, novos álbuns, singles e clipes. Além disso, você acompanha conosco a cobertura das principais premiações do mundo como o Oscar, Grammy Awards, BRIT Awards, American Music Awards e Billboard Music Awards. Leia as novidades sobre Phil Collins, Coldplay, U2, Jamiroquai, Tears for Fears, Céline Dion, Ed Sheeran, A-ha, Shania Twain, Culture Club, Spice Girls, entre outros. Aproveite também e ouça esses e outros artistas no aplicativo da Rádio Antena 1, baixe na Apple Store ou Google Play e fique sintonizado.

    1. Home
    2. noticias
    3. tags
    4. queen

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.