Capa do Álbum: Antena 1
A Rádio Online mais ouvida do Brasil
Antena 1
Ícone seta para a esquerda Veja todas as Notícias.

Uma criança imigrante morre a cada dia em todo o mundo, revelam dados da ONU

Placeholder - loading - Corpos de imigrantes de El Salvador que morreram afogados no Rio Bravo, na fronteira do México com os EUA 24/06/2019 REUTERS/Stringer
Corpos de imigrantes de El Salvador que morreram afogados no Rio Bravo, na fronteira do México com os EUA 24/06/2019 REUTERS/Stringer

Publicada em  

Atualizada em  

Por Lin Taylor

(Thomson Reuters Foundation) - Uma criança imigrante morreu quase todos os dias durante os últimos quatro anos ao tentar chegar a um lugar seguro, disse a Organização das Nações Unidas nesta sexta-feira, depois que a foto de um migrante e sua filha afogados ao tentarem entrar nos Estados Unidos gerou repercussão global.

A agência para imigração da ONU afirmou nesta sexta-feira que pelo menos 32 mil imigrantes, incluindo 1.600 crianças, morreram pelo mundo em jornadas perigosas na busca por melhores condições de vida desde que o órgão começou a compilar dados sobre mortes e desaparecimentos de imigrantes, em 2014.

“As crianças estão morrendo em todas as regiões do mundo. Aquelas crianças não estão cientes do que está acontecendo e enfrentam riscos terríveis”, disse Frank Laczko, chefe do centro de análise de dados da Organização Internacional para as Migrações (OIM).

O retrato de Óscar Alberto Martínez, de 25 anos, e sua filha Angie Valeria, de quase 2 anos, deu destaque à luta das 70 milhões de pessoas deslocadas à força pelo mundo -- crianças na maioria, de acordo com os dados do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur).

Pai e filha viajaram de El Salvador para o México e estavam cruzando o Rio Grande em busca de asilo nos Estados Unidos.

A Patrulha de Fronteira dos EUA reportou 283 mortes de imigrantes na fronteira em 2018. Ativistas dizem que o número real é maior do que este, uma vez que muitos imigrantes que morrem em trechos acidentados do deserto ao longo da fronteira de 3.138 quilômetros nunca são encontrados.

O Acnur comparou a foto com o retrato do refugiado sírio de 3 anos Alan Kurdi, cujo corpo apareceu em uma praia do Mediterrâneo em 2015.

Kurdi fazia parte de uma leva de refugiados sírios que causou pânico na Europa, o que levou a Turquia efetivamente a fechar a rota de migrantes pela Grécia, sob pedido da União Europeia.

Desde então, as passagens pelo Mar Mediterrâneo têm diminuído, contribuindo para a queda no número de mortes de imigrantes no mundo para 4.734 em 2018, ante 6.280 em 2017, segundo a OIM.

Escrito por Reuters

Últimas Notícias

Placeholder - loading - Imagem da notícia Mariah Carey entra em processo pela marca “Rainha do Natal”

Mariah Carey entra em processo pela marca “Rainha do Natal”

Mariah Carey e Natal tem tudo a ver. A cantora tomou a trilha sonora da data para si com suas canções como “All I Want For Christmas Is You” e “When Christmas Comes”. Agora, ao tentar registrar a marca “rainha do natal”, Mariah Carey entrou em uma batalha judicial.

Darlene Love e Elizabeth Chan entraram na justiça para impedir que Mariah registrasse a marca. “É verdade que Mariah Carrey registrou ‘Rainha do Natal’? O que isso quer dizer? Eu não poderei mais usar esse título? David Letterman oficialmente me declarou ‘Rainha do Natal’ 29 anos atrás, um ano antes dela lançar ‘All I Want for Christmas Is You’ e, aos 81 anos, eu não vou mudar nada. Eu estou nesse negócio há 52 anos, eu mereci e ainda atinjo minhas notas! Se Mariah tem um problema ligue para o David ou para meu advogado”, declarou love.

“O Natal já estava aqui antes de qualquer um de nós e, espero, que ele continue depois de nós. Eu acho que ninguém deveria ser dona do Natal e monopolizá-lo da forma que Mariah quer. Não é certo fazer isso, Natal é para todos, é para ser compartilhado, não para ter um dono. Não é só no mundo da música, ela está tentando possuir tudo – roupas, pebidas, mascaras, coleira de cachorro. Se você tricotar um suéter escrito “Rainha do Natal”, você tem que poder vendê-lo”, explicou Elizabeth Chan junto a seu advogado.

Mariah Carrey e seu representante legal não respondeu a declaração.

Elizabeth Chan começou a ser chamada de rainha do natal pela imprensa antes mesmo que ela assumisse o título. O apelido veio em 2014, aos 11 anos de carreira, com o lançamento de “All Access”. Chan ressaltou que não é uma luta contra a artista e que não se considera a “Rainha do Natal”.

Todas elas não foram as únicas a serem chamadas de Rainhas do Natal. Brenda Lee teve suas músicas de natal fazendo sucesso nos anos 50 e 60. A verdade é que tem espaço para várias rainhas do natal.

Veja também

ARTISTA DA SEMANA: HARRY STYLES É DESTAQUE NA PROGRAMAÇÃO

GEORGE EZRA DIZ QUE PODE SE AFASTAR DOS HOLOFOTES DEPOIS DE SUA TURNÊ

18 min
  1. Home
  2. noticias
  3. uma crianca imigrante morre a …

Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.