Capa do Álbum: Antena 1
A Rádio Online mais ouvida do Brasil
Antena 1
Ícone seta para a esquerda Veja todas as Notícias.

'Ampla maioria' de líderes entende que CPIs devem ser instaladas após eleição, diz Pacheco

Placeholder - loading - Presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, durante celebrações do Dia do Exército em Brasília 19/04/2022 REUTERS/Adriano Machado
Presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, durante celebrações do Dia do Exército em Brasília 19/04/2022 REUTERS/Adriano Machado

Publicada em  

Atualizada em  

Por Ricardo Brito e Maria Carolina Marcello

BRASÍLIA (Reuters) - Após participar de uma reunião com lideranças partidárias, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), afirmou nesta terça-feira que a 'ampla maioria' dos líderes defende que a instalação de Comissões Parlamentares de Inquérito (CPIs) devem ocorrer após as eleições de outubro.

A decisão do presidente, adotada na intenção de evitar contaminação das investigações com o debate eleitoral, pode ser considerada uma vitória para o governo, mas ao mesmo tempo contou, de fato com a concordância de boa parte dos líderes, já envolvidos com suas campanhas nos Estados.

Pacheco sustentou que a ampla maioria dos líderes ponderou 'que de fato, nesse momento, às vésperas do recesso parlamentar, e depois já no período eleitoral dos meses de agosto e de setembro, não seria conveniente a existência das Comissões Parlamentares de Inquérito no Senado Federal', referindo-se a cinco pedidos de instalação de CPIs sobre diversos temas: a do MEC, duas sobre desmatamento na Amazônia, uma sobre obras inacabadas e ainda sobre crime organizado e narcotráfico.

O autor do requerimento da CPI do MEC, líder da oposição na Casa, Randolfe Rodrigues (Rede-AP), no entanto, já avisou que deve procurar o Supremo Tribunal Federal (STF) para garantir que a CPI seja garantida como um instrumento do exercício parlamentar da minoria no Congresso.

O presidente do Senado já foi instado, no passado, por uma decisão da suprema corte, ocasião em que se viu obrigado a promover a leitura de requerimento de criação da CPI da Covid no Senado. Embora protocolar, esse é um passo necessário para dar andamento à efetivação do colegiado.

Desta vez, explicou Pacheco, haverá a leitura em plenário dos requerimentos da CPI, ainda nesta semana. Mas a indicação dos componentes das comissões, por parte dos líderes de bancada, ficará para depois das eleições.

'As CPIs serão instaladas no momento oportuno pelo Senado Federal. No entanto os líderes, repito, em maciça maioria, entendem que essas indicações dos membros e a consequente instalação das Comissões Parlamentares de Inquérito devem acontecer após as eleições', afirmou.

'Isso permitirá que todos os senadores possam, igualmente, participar das cinco comissões ...e também evitar que o período eleitoral, que é naturalmente um período em que há uma politização e acaba partidarizando as discussões, que esse período eleitoral contamine um processo de investigação da CPI.'

Os primeiros comentários de Pacheco, publicados no Twitter, já indicavam que ficaria para depois de outubro o início da CPI para investigar suspeitas de corrupção e desvio de recursos no Ministério da Educação durante a gestão do ex-ministro Milton Ribeiro, que chegou a ser preso em operação da Polícia Federal.

O caso ganhou impulso após as investigações terem sido remetidas para o Supremo Tribunal Federal (STF) a pedido do Ministério Público Federal para apurar suposta interferência do presidente Jair Bolsonaro no inquérito que investiga Ribeiro.

O presidente do Senado disse que a Casa 'integralmente, reconhece a importância das CPIs para investigar ilícitos no MEC, desmatamento ilegal na Amazônia, crime organizado e narcotráfico' e acrescentou que os 'requerimentos serão lidos em plenário por dever constitucional e questões procedimentais serão decididas'.

'Porém, a ampla maioria dos líderes entende que a instalação de todas elas deve acontecer após o período eleitoral', afirmou ele na rede social.

Escrito por Reuters

Últimas Notícias

Placeholder - loading - Imagem da notícia Dia dos Pais: artigos de luxo para presentear

Dia dos Pais: artigos de luxo para presentear

No segundo domingo de agosto celebramos no Brasil o Dia dos Pais, com intuito de prestigiar e homenagear a figura paterna que é tão especial na vida de um filho. Com certeza é uma das datas comemorativas mais especiais.

Além de desfrutar da companhia de seu pai, um presente sempre é uma boa pedida. Porém são tantas opções, que selecionamos itens das marcas de luxo mais renomadas para te ajudar a escolher o presente perfeito. Afinal, seja qual for o estilo do seu pai, uma pessoa especial merece um presente especial.   

Bulgari

A Bulgari, traz muitas opções de relógios, anéis e pulseiras excêntricas. O Octo Finissimo, um relógio de design audacioso e alta precisão, sintetizando com sofisticação e simplicidade, reúne a criatividade do design italiano e o talento da relojoaria, perfeito para o pai amante dos relógios!

Já o anel da coleção B.Zero1, inspirado no anfiteatro mais famoso do mundo – o Coliseu – e a pulseira Serpenti Viper, ambos em ouro branco 18K, são ótimas opções para os mais modernos. 

  

Bottega Veneta

A seleção da Bottega Veneta conta com itens super descolados e práticos. A sandália Band é feita 100% em borracha, fazendo dela extremamente confortável.

A Padded Tech Cassette (versão mais esportiva da Padded Cassette) carrega o Intrecciato em uma versão macro em nylon, com o tamanho ideal para acomodar a carteira e as chaves de forma estilosa e segura.

Por fim, a capinha de AirPod em silicone, que também possui o padrão do Intrecciato da marca, é o item perfeito para os pais apaixonados por tecnologia. 

  

Salvatore Ferragamo

A marca italiana, Salvatore Ferragamo, possui peças para os mais variados estilos. Para o pai de negócios, uma pasta de trabalho em couro caramelo com o fecho Gancini prateado, um item elegante para acrescentar no dia a dia do seu pai.

Para o pai jovial, um High-top Sneaker, tênis de cano alto inspirado nos anos 90 com um padrão Gancini em 3D, branco, discreto e versátil.

E por fim, para o pai mais moderno, que adora seguir uma moda, um óculos de sol com armação modelo Navigator em aro de metal e detalhe colorido na ponte que confere um toque de estilo. 

  

TAG Heuer

A relojoaria suíça TAG Heuer apresenta opções luxuosas surpreendentes. O TAG Heuer Aquaracer Professional 300 Orange Diver, é robusto, recém-lançado e perfeito para os amantes do esporte.

O TAG Heuer Carrera é sofisticado, forte e contemporâneo, e representa a expressão mais elegante do Carrera.

Já o TAG Heuer Connected Golf Edition é o novo e redesenhado relógio da linha Connected. Feito para os golfistas e para oferecer o máximo em elegância e desempenho esportivo no Green, o relógio adiciona tecnologia a cada tacada. 

  

Christian Louboutin

Para finalizar essa lista com chave de ouro, nada mais especial do que presentear com opções de Christian Louboutin, grife francesa famosa por seus sapatos com sola em um luxuoso tom de vermelho.

O tênis em cano alto Louis Velour se sobressai com um tom vinho em textura de veludo, disponível por R$ 6.140. A bota Our Georges traz um solado tratorado com detalhe de fivela em CL – remetendo a Christian Louboutin - disponível por R$8.560.

Para os mais clássicos a o mocassim tradicional vem com um toque de uma das assinaturas de Louboutin, os spikes, disponível por R$6.510. 

 Dados retirados do release da assessoria de imprensa Suporte Comunicação.


Veja também: #TBT:JOHN LENNON GRAVAVA SEU ÚLTIMO ÁLBUM, “DOUBLE FANTASY”, EM 1980

AS 5 CAPAS DE ÁLBUM MAIS ICÔNICAS DA HISTÓRIA

1 D
  1. Home
  2. noticias
  3. ampla maioria de lideres …

Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.