Capa do Álbum: Antena 1
A Rádio Online mais ouvida do Brasil
Antena 1
    Veja todas as Notícias.

    'Isso é insurreição', diz Biden sobre invasão no Capitólio

    Placeholder - loading - Presidente eleito dos EUA, Joe Biden, faz pronunciamento sobre protestos em Washington 06/01/2021 REUTERS/Kevin Lamarque
    Presidente eleito dos EUA, Joe Biden, faz pronunciamento sobre protestos em Washington 06/01/2021 REUTERS/Kevin Lamarque

    Publicada em  

    Atualizada em  

    Por Patricia Zengerle e Jarrett Renshaw e Jonathan Landay

    WILMINGTON/WASHINGTON (Reuters) - O presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, fez um apelo para Donald Trump, que deixará a Presidência do país em duas semanas, exigir que seus apoiadores acabem com o que chamou de 'cerco' ao edifício do Capitólio, depois que manifestantes pró-Trump que se recusam a aceitar a derrota do republicano na eleição e invadiram o local nesta quarta-feira.

    Biden, falando em Wilmington, Delaware, disse que a democracia dos EUA estava sob um ataque sem precedentes.

    A polícia respondeu com armas em punho e gás lacrimogêneo conforme uma multidão de manifestantes invadia o Capitólio e tentava forçar o Congresso a desfazer a derrota eleitoral de Trump, logo após alguns dos colegas republicanos do presidente lançaram um último esforço para rejeitar os resultados eleitorais.

    Biden, o democrata que derrotou o presidente republicano nas eleições de 3 de novembro e deve tomar posse no dia 20 de janeiro, disse que a atividade dos manifestantes 'beira a sedição'.

    O ex-vice-presidente disse que os manifestantes invadirem o Capitólio, quebrarem janelas, ocuparem gabinetes, invadirem os plenários do Congresso e ameaçarem a segurança de autoridades eleitas 'não é um protesto, é insurreição'.

    'Eu peço que essa turba retroceda e permita que o trabalho da democracia continue avançando', acrescentou Biden, pedindo que Trump entrasse no ar em rede nacional para exigir 'um final para este cerco'.

    Em um vídeo publicado no Twitter, Trump repetiu a alegação não comprovada de que o resultado da eleição foi fraudado, mas disse: 'Vocês precisam ir para casa agora. Nós temos que ter paz. Nós temos que ter lei e ordem.'

    Vídeos mostram manifestantes quebrando janelas e policiais utilizando gás lacrimogêneo dentro do Capitólio. A mídia reportou que uma pessoa havia sido baleada e imagens em vídeo mostram uma pessoa sendo retirada do local em uma maca.

    O vice-presidente Mike Pence, que presidia a sessão conjunta do Congresso, já havia sido escoltado para fora do Senado.

    As cenas caóticas se desenrolaram após Trump --que antes das eleições se recusou a se comprometer com uma transição pacífica de poder caso perdesse a eleição-- se dirigir a milhares de manifestantes repetindo afirmações infundadas de que a eleição teria sido roubada dele por conta de fraudes eleitorais generalizadas e irregularidades.

    O Congresso debate uma última iniciativa, liderada por parlamentares favoráveis a Trump, para desafiar os resultados, um esforço que provavelmente deve também fracassar.

    Críticos classificam a iniciativa de parlamentares republicanos como um ataque à democracia norte-americana, ao Estado de Direito e como uma tentativa de golpe legislativo.

    Escrito por Reuters

    Últimas Notícias

    1. Home
    2. noticias
    3. biden diz que trump precisa …

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.