Capa do Álbum: Antena 1
A Rádio Online mais ouvida do Brasil
Antena 1
    Ícone seta para a esquerda Veja todas as Notícias.

    Bolsonaro diz que armar população garante que democracia seja preservada

    Placeholder - loading - Presidente Jair Bolsonaro discursa durante evento do setor de supermercados em São Paulo 16/05/2022 REUTERS/Carla Carniel
    Presidente Jair Bolsonaro discursa durante evento do setor de supermercados em São Paulo 16/05/2022 REUTERS/Carla Carniel

    Publicada em  

    Por Lisandra Paraguassu

    BRASÍLIA (Reuters) - O presidente Jair Bolsonaro disse nesta terça-feira que o uso de armas pela população seria uma 'segurança' para a democracia no país e, ao afirmar que o regime democrático é inegociável, afirmou que não interessa os meios a serem utilizados para mantê-lo.

    'Nós defendemos o armamento para o cidadão de bem, porque entendemos que a arma de fogo, além de uma segurança pessoal para as famílias, ela também é a segurança para a nossa soberania nacional e a garantia de que a nossa democracia será preservada', afirmou, em discurso em Sergipe, durante cerimônia de inauguração da duplicação de um trecho de 40 quilômetros da rodovia BR-101.

    'Não interessa os meios que porventura um dia tenhamos que usar. A nossa democracia e a nossa liberdade são inegociáveis', acrescentou o presidente.

    Nas últimas semanas, Bolsonaro voltou a levantar suspeitas sobre o sistema de votação no país, novamente sem apresentar quaisquer evidências para corroborar essas dúvidas. Na segunda, em discurso a empresários em São Paulo em tom irritado e com várias palavras de baixo calão, o presidente disse que as eleições de outubro deste ano podem ser 'conturbadas'.

    Bolsonaro também tem feito ataques frequentes aos ministros do Supremo Tribunal Federal Luís Roberto Barroso, Edson Fachin e Alexandre de Moraes. Barroso deixou recentemente a presidência do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), sendo sucedido por Fachin, que por sua vez entregará o cargo em breve a Moraes, que presidirá a corte durante o pleito.

    Bolsonaro permanece em segundo lugar nas pesquisas de intenção de voto para a Presidência da República, atrás do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, e, segundo as sondagens, seria derrotado pelo petista em um eventual segundo turno.

    Escrito por Reuters

    Últimas Notícias

    1. Home
    2. noticias
    3. bolsonaro diz que armar …

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.