alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    AS ÚLTIMAS NOVIDADES DO MUNDO DA MÚSICA

    Curiosidades, lançamentos e tudo o que acontece nos bastidores do mundo da música

    FILTRE SUA PESQUISA

    Placeholder - loading - Imagem da notícia Louis Vuitton apresenta bolsas com displays flexíveis em Paris

    Louis Vuitton apresenta bolsas com displays flexíveis em Paris

    Segundo publicação do jornal colombiano, ''El Espectador’’, as telas flexíveis além de dominarem o mercado de telefones móveis, agora, chegarão a um outro setor: na moda. Pois, a Louis Vuitton começará a vender em 2020 bolsas conectadas.

    Na última sexta, 17 de maio de 2019, o grupo LVMH e sua marca principal Louis Vuitton mostraram dois protótipos na Vivatech, de Paris, evento dedicado às novas tecnologias.

    O primeiro modelo possui duas telas curvas para se adaptar a forma redonda da bolsa, enquanto a segunda opção tem quatro displays anexados ao famoso monograma da marca.

    A tecnologia usada pela Louis Vuitton foi desenvolvida pela Royole, empresa chinesa, que tem sede na Califórnia, nos Estados Unidos.

    De acordo com Bernard Arnault, diretor da LVMH, o item será, sim, comercializado. Mas, tudo indica que o acessório deve demorar um pouco para chegar às prateleiras das lojas: no segundo semestre do ano que vem.

    Para o dirigente, a LVMH está muito conectada às novidades tecnológicas. E o luxo, os produtos de alta qualidade, são universos que dialogam com o mundo digital.


    A equipe da Louis Vuitton, que criou o projeto de "internet do futuro", ainda sequer mensurou quanto custarão os produtos. 

     

    Mas, como usar?


    O dono do item de luxo poderá selecionar a partir de seu smartphone imagens ou vídeo que aparecerão nas telas táteis.

    O display, basicamente, serve para difundir imagens ou vídeos. A utilidade é muito mais voltada para essa disseminação do que propriamente para a checagem de e-mails ou redes sociais.

    25

    0

    33

    20 H

    Placeholder - loading - Imagem da notícia Canadá é campo de testes de novidades tecnológicas

    Canadá é campo de testes de novidades tecnológicas

    Segundo reportagem da BBC Espanha, essa parte do território norte-americano é usado por muitas companhias para a realização de experimentos.

    Um exemplo recente disso é o que foi feito pelo Instagram, empresa do Facebook, que elegeu o local para testar a ocultação do número de curtidas em fotos e vídeos. Somente quem realiza a postagem está apto para ver a quantidade de likes recebida. E não é a primeira vez que o Facebook opta por experienciar algo novo nessa região: O mesmo aconteceu com o Facebook Dating.


    Mas, tal organização não é a única que utiliza o Canadá como campo de provas antes de lançar inovações no mercado global.

     

    Michael Moskowitz, presidente de Panasonic, no Canadá, acha que o espaço é ideal para que as empresas globais façam testes de novo produtos ou para melhorar os existentes.

    Uma vantagem, segundo Moskowitz, é que oferece risco pequeno para os desenvolvedores: em caso de sucesso, tudo já estaria pronto para um lançamento nos Estados Unidos e no resto do mundo.

     

    Mas, você deve estar se perguntando por que as instituições preferem fazer esse tipo de estudo por lá? Um dos motivos mais proeminentes, de acordo com a reportagem do exterior, é a diversidade cultural.

     

    De acordo com Danny Heuman, chefe de analítica da companhia que analisa mercados, Environics Analytics, no local, há uma grande diversidade populacional com mais de 200 idiomas sendo falados pelo país.

    Canadá possui o maior número de pessoas nascidas no exterior do Grupo (G7), portanto, é uma mostra transversal do comportamento de usuários em ambiente urbano. Então, há uma variedade de consumidores segmentados e nichos demográficos ideais para a realização de análises.

    Outra questão, existe um vasto território com grande riqueza geográfica. A Indústria já enxergou esse ponto positivo e vem fazendo experiências por lá: De acordo com Moskowitz, há vários centros de pesquisa com o foco em automobislistica e em aeroespacial. Por conta do clima extremo é possível fazer os experimentos.  


    Toyota, Hyundai e General Motors testaram carros no Canadá. Inclusive, a cidade de Thompson, em Manitoba, é a sede de um centro, fruto de um consórcio entre Rolls-Royce y Pratt & Whitney, que permite verificar na neve programas de certificação de engenharia espacial.

     

    Panasonic também encarou o clima extremo como vantagem: Em 2011, testou um projeto piloto com painéis frigoríficos isolados como isolantes para residências, que podem ajudar na redução de custos de energia. Aliás, os itens, agora, são usados em residências em meio a condições climáticas extremas.

    17

    0

    50

    6 D

    Fique por dentro

    de tudo o que acontece nos bastidores do mundo da música, desde lançamentos, shows, homenagens, parcerias e curiosidades sobre o seu artista favorito. A vinda de artistas ao Brasil, cantores e bandas confirmadas no Lollapalooza e no Rock in Rio, ações beneficentes, novos álbuns, singles e clipes. Além disso, você acompanha conosco a cobertura das principais premiações do mundo como o Oscar, Grammy Awards, BRIT Awards, American Music Awards e Billboard Music Awards. Leia as novidades sobre Phil Collins, Coldplay, U2, Jamiroquai, Tears for Fears, Céline Dion, Ed Sheeran, A-ha, Shania Twain, Culture Club, Spice Girls, entre outros. Aproveite também e ouça esses e outros artistas no aplicativo da Rádio Antena 1, baixe na Apple Store ou Google Play e fique sintonizado.

    1. Home
    2. noticias
    3. categoria
    4. tecnologia

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.