alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    Croácia vence Inglaterra na prorrogação e enfrentará França na final da Copa do Mundo

    Placeholder - loading - news single img

    1532

    Publicada em  

    Por Mitch Phillips

    MOSCOU (Reuters) - A Croácia mostrou uma resiliência magnífica ao dar a volta por cima e derrotar a Inglaterra por 2 x 1 nesta quarta-feira, com o gol na prorrogação de Mario Mandzukic levando a seleção à sua primeira final de Copa do Mundo e gerando comemorações por todo o país.

    A Inglaterra parecia estar no caminho de sua primeira final desde 1966, ao abrir o placar com gol de falta de Kieran Trippier aos 5 minutos e dominou totalmente o primeiro tempo.

    Mas a Croácia, em sua primeira semifinal desde 1998, igualou com gol de Ivan Perisic aos 23 do segundo tempo e então se tornou o time mais perigoso.

    O jogo permaneceu empatado após 90 minutos, levando a Croácia para sua terceira prorrogação seguida, depois de ter derrotado a Dinamarca e a Rússia nos pênaltis.

    Mas ao invés de murchar, a seleção croata pareceu ter ganho energia e evitou uma terceira disputa de pênaltis quando Mandzukic marcou com um chute rasteiro aos 4 minutos do segundo tempo da prorrogação.

    Desde a semifinal dos sonhos em 1998, em sua primeira competição como uma nação independente, a Croácia fracassava em avançar da fase de grupos, com cada elenco fracassado subsequente sendo comparado aos heróis que disputaram a Copa na França.

    Este elenco, no entanto, superou o feito e terá a chance de vingar a derrota de 20 anos atrás quando enfrentar a França no domingo no estádio Luzhniki, em Moscou.

    Estamos merecidamente na final , disse o técnico croata Zlatko Dalic. O que os rapazes jogaram esta noite é fantasia, eles fizeram história. Nós não dissemos a nossa última palavra, ainda há mais um jogo pela frente. Se Deus quiser, seremos campeões do mundo.

    Como sempre, a Croácia mostrou fantástico espírito e confiança, indo à prorrogação em três partidas e mostrando recuperação após um primeiro tempo ruim contra a Inglaterra.

    A seleção inglesa teve um início perfeito quando Trippier cobrou uma incrível falta no ângulo.

    O gol foi o 12º da Inglaterra na competição, e o nono de bola parada, mas a seleção deveria ter acrescentado mais ao placar enquanto parecia estar completamente no comando.

    RECUPERAÇÃO

    A melhor chance para um segundo gol da Inglaterra foi desperdiçada por Jesse Lingard, que estava desmarcado quando chutou para fora quando um gol parecia certo.

    A Croácia era um sombra da equipe que massacrou a Argentina na fase de grupos, mas começou a firmar sua posição no jogo conforme a partida passou da marca de uma hora e a influência de Luka Modric cresceu.

    A Inglaterra pagou o preço destes erros quando Perisic mostrou grande determinação ao ficar na frente de Kyle Walker para receber um cruzamento de Sime Vrsaljko e, embora seu pé estivesse levantado e ele tenha olhado ansiosamente para o árbitro, Walker estava paralisado e houve algumas reclamações.

    Perisic poderia ter marcado outro quando chutou a bola na trave, e a zaga inglesa começava a perder forma.

    Foi um jogo diferente a partir daí, com a Croácia de repente jogando com precisão e propósito, se aproveitando das falhas inglesas, embora Kane tenha perdido uma chance de vencer o jogo nos acréscimos, quando cabeceou depois de cobrança de falta.

    A Inglaterra inicialmente se reorganizou bem na prorrogação, com Marcus Rashford apresentando mais velocidade e a Croácia ficou grata a Vrsajlko por salvar na linha do gol um cabeceio de John Stones.

    Mas foi a Croácia que deu o golpe final, quando Perisic ganhou de cabeça na beira da área, a Inglaterra perdeu concentração e a bola sobrou para Mandzukic, que chutou para superar o goleiro Jordan Pickford.

    “Nós trabalhamos o mais duro que pudemos... isto dói, isto dói muito e irá doer por muito tempo”, disse Kane, capitão da Inglaterra.

    “Nós criamos algumas boas chances quanto estávamos com vantagem de 1 x 0, talvez nós tenhamos ficado muito atrás, mas nós não tivemos pressão suficiente”, acrescentou. “Há muitas coisas que poderíamos ter feito melhor”.

    Escrito por Thomson Reuters

    1. Home
    2. noticias
    3. croacia vence inglaterra na …

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.