Capa do Álbum: Antena 1
A Rádio Online mais ouvida do Brasil
Antena 1
    Ícone seta para a esquerda Veja todas as Notícias.

    Embraer espera 2022 mais forte após ganhos de eficiência em 2021, diz presidente

    Placeholder - loading - Logo da Embraer em São José dos Campos  28/2/2018 REUTERS/Roosevelt Cassio
    Logo da Embraer em São José dos Campos 28/2/2018 REUTERS/Roosevelt Cassio

    Publicada em  

    SÃO PAULO (Reuters) - A Embraer espera seguir avançando em seus resultados, esperando dobrar o faturamento no médio prazo à medida que solidifica ganhos de eficiência obtidos neste ano e pega carona no aumento da demanda por aviões, conforme medidas de isolamento social são reduzidas ao redor do mundo.

    O presidente da companhia, Francisco Gomes Neto, afirmou que tem confiança que a empresa poderá elevar no médio prazo a meta de entregas definida para este ano. A Embraer informou mais cedo previsão de entregar em 2021 entre 45 e 50 jatos comerciais e 90 a 95 aeronaves executivas.

    'Podermos dobrar a receita no médio prazo, é factível em nosso plano estratégico', afirmou o executivo em apresentação. 'Poderemos dobrar as entregas na aviação comercial para perto de 100 (aviões) e na executiva poderemos chegar a 120.'

    As ações da Embraer subiam mais de 5% às 11h40, entre as maiores altas do Ibovespa.

    Além da previsão para o ano, a companhia também divulgou que encerrou o segundo trimestre com o primeiro lucro trimestral recorrente em mais de três anos. O resultado foi positivo em 212,8 milhões de reais.

    Durante a apresentação, executivos da empresa também citaram metas de sustentabilidade sob as quais a Embraer espera ser uma empresa neutra em emissão de carbono até 2040, além de ter 100% de suas aeronaves compatíveis com combustível sustentável de aviação, conhecido na sigla em inglês como SAF, até 2030.

    NOVOS AVIÕES

    O vice-presidente de engenharia e tecnologia da Embraer, Luís Carlos Affonso, afirmou que a empresa está estudando o desenvolvimento de uma aeronave turboélice que vai usar o mesmo design dos jatos comerciais da companhia, com os motores instalados na cauda. A aeronave seria capaz de transportar entre 70 e 90 passageiros, e Affonso afirmou que o consumo de combustível seria pelo menos 20% menor que o de jatos, além de ser mais silenciosa para os passageiros que os turboélices atuais que têm os motores instalados nas asas.

    'Estamos conversando com parceiros e potenciais clientes... Esperamos poder lançar esse produto', disse o executivo sem citar nomes. Segundo ele, a Embraer vai dar mais detalhes sobre a aeronave neste ano. 'Esse turboélice é capaz de substituir os jatos de 50 assentos atuais em mercados importantes', disse o executivo.

    Já o presidente da Embraer afirmou a analistas que companhias aéreas dos Estados Unidos, 'manifestaram recentemente interesse no produto. Vemos o produto como uma boa alternativa para esse mercado. Estamos muito otimistas'.

    Publicações especializadas internacionais citaram em abril que a turca Turkish Aerospace havia acertado um acordo preliminar de parceria com a Embraer para o desenvolvimento do modelo.

    Além do modelo, a companhia também está desenvolvendo uma aeronave utilitária de transporte com a Força Aérea Brasileira (FAB) que terá propulsão híbrida elétrica. 'Esta plataforma está sendo desenvolvida para duas aplicações, incluindo civil', disse Affonso.

    (Por Alberto Alerigi Jr.)

    Escrito por Reuters

    Últimas Notícias

    1. Home
    2. noticias
    3. embraer espera 2022 mais …

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.