Capa do Álbum: Antena 1
A Rádio Online mais ouvida do Brasil
Antena 1
    Veja todas as Notícias.

    Governo Biden reintegrará EUA ao Conselho de Direitos Humanos da ONU

    Placeholder - loading - news single img
    Presidente dos EUA, Joe Biden, em Maryland 06/02/2021 REUTERS/Joshua Roberts

    Publicada em  

    WASHINGTON (Reuters) - O governo do presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, reintegrará o país ao Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas três anos depois de o ex-presidente Donald Trump o desligar da entidade devido ao que sua gestão classificou como um viés contra Israel e a falta de uma reforma.

    O secretário de Estado, Antony Blinken, anunciará nesta segunda-feira que os EUA voltarão ao conselho sediado em Genebra como observadores, disse uma autoridade graduada do Departamento de Estado no domingo.

    'Pretendemos fazê-lo sabendo que a maneira mais eficiente para reformar e melhorar o Conselho é se envolver com ele obedecendo princípios', disse a autoridade.

    'Sabemos que o Conselho tem o potencial de ser um fórum importante para aqueles que combatem a tirania e a injustiça em todo o mundo. Ao estar presentes na mesa, buscamos reformá-lo e fazer com que ele esteja à altura deste potencial', disse o funcionário.

    O plano foi noticiado primeiro pela Associated Press.

    Trump, republicano cuja pauta 'A América Primeiro' contribuiu para sua decisão de desligar os EUA de várias organizações e acordos internacionais, retirou seu país do Conselho de Direitos Humanos em 2018.

    Os 193 membros da Assembleia-Geral das Nações Unidas devem eleger novos integrantes no final deste ano. Os membros são eleitos por três anos e não podem cumprir mais de dois mandatos consecutivos. Os candidatos são eleitos em votações secretas de grupos geográficos para garantir uma representação igualitária.

    (Por Humeyra Pamuk)

    Escrito por Reuters

    1. Home
    2. noticias
    3. governo biden reintegrara eua …

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.