alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    Inglaterra pode tornar obrigatória vacinação de crianças em escolas

    A preocupação principal é com o sarampo.

    Placeholder - loading - news single img
    Criança desenhando (Foto: Pixabay)

    2606

    Publicada em  

    Autoridades de saúde da Inglaterra estão pensando seriamente em tornar a vacinação obrigatória para todas as crianças que frequentam a escola. Alguns especialistas sugeriram que essa pode ser uma maneira de lidar com taxas decrescentes de imunização e aumento de doenças como sarampo.

    Secretário de Estado da Saúde, Matt Hancock disse em um evento que recebeu aconselhamento jurídico sobre como executar essa ideia. As crianças não vacinadas estão "colocando outras crianças em risco", alertou ele.

    A adoção da vacina para sarampo, caxumba e rubéola, em particular, tem sido recusada em muitos países.

    O motivo não está claro. Como as taxas caíram na década de 1990 após a publicação de um relatório vinculando a MMR ao autismo. Mas essa pesquisa já foi refutada e hoje sabe-se que o imunizante é seguro e eficaz.

    No entanto, o volume do movimento anti-vacina nas mídias sociais aumentou e, em março, o chefe do NHS da Inglaterra alertou que os adeptos dele têm ganhado força online.

    Em evento organizado pelo Huffington Post, Hancock disse estar “preocupado com algumas taxas de vacinação". "Para o sarampo, as taxas de vacinação são um problema sério e é inacreditável que a Grã-Bretanha tenha perdido seu status de livre de sarampo".

    Ele acrescentou: "O pior é que se você não vacinar seu filho e puder, a pessoa que você está colocando em risco não é apenas seu próprio filho, mas também é o filho que não pode ser vacinado por razões médicas.

    O secretário de saúde disse antes que ele estava disposto a examinar "todas as opções" para aumentar os níveis de vacinação da Inglaterra, incluindo imunização compulsória - e, embora ele não queira "chegar ao ponto" de impor a imunização, ele "não descarta nada".

    Hancock parece ter confirmado sua posição na conferência de Manchester no domingo. "Quando o estado presta serviço às pessoas, é uma via de mão dupla", disse ele. "Você tem que assumir suas responsabilidades também”.

    O sarampo é altamente infeccioso e pode causar sérias complicações à saúde, incluindo danos aos pulmões e ao cérebro. Havia mais de 82.500 casos na Europa em 2018 - o número mais alto em uma década e três vezes o total relatado em 2017.

    Na Inglaterra, a proporção de crianças que receberam as duas doses do MMR aos cinco anos caiu nos últimos quatro anos para 87,2%.

    Isso está abaixo da meta de 95% das crianças imunizadas, nível considerado pelos especialistas para proteger uma população de uma doença.

    As informações são da BBC News.

    1. Home
    2. noticias
    3. inglaterra pode tornar …

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.