alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    Não queremos ser símbolo da resistência, queremos ser a vitória da resistência, diz Haddad

    Por Thomson Reuters

    Placeholder - loading - news single img

    SÃO PAULO (Reuters) - O candidato do PT à Presidência, Fernando Haddad, disse nesta segunda-feira durante ato com intelectuais e artistas em São Paulo que não quer ser apenas o símbolo da resistência contra a ameaça à democracia, representada, segundo ele, pelo candidato do PSL ao Planalto, Jair Bolsonaro, mas sim a vitória dessa resistência.

    Em discurso voltado principalmente à militância petista, Haddad também criticou duramente seu rival no segundo turno da disputa presidencial.

    'A gente quer ganhar a eleição', disse Haddad à plateia que lotou o Teatro da Universidade Católica (Tuca) e que também fechou uma rua adjacente acompanhando o ato político em um telão.

    'Não queremos só ser o símbolo da resistência, queremos ser a vitória da resistência', disse o petista, afirmando acreditar na virada até a eleição de domingo, já que Bolsonaro lidera com folga as pesquisas de intenção de voto.

    Haddad afirmou que Bolsonaro saiu 'das trevas da ditadura' e classificou o rival de 'anti-ser humano'.

    'Bolsonaro é a volta dos anos de chumbo neste país', disparou Haddad. 'Precisamos salvar o Brasil desse pesadelo chamado Jair Bolsonaro.'

    Do lado de fora do teatro, onde centenas acompanharam o ato em um telão, houve algumas trocas de insultos entre moradores da região, que gritavam o nome de Bolsonaro, e simpatizantes do PT que gritavam 'ele não'.

    'Quero dizer para o Bolsonaro, esse soldadinho de araque, que o projeto que ele representa já está derrotado', discursou Haddad atraindo aplausos da plateia.

    (Por Eduardo Simões)

    1. Home
    2. noticias
    3. nao queremos ser simbolo da …

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.