Capa do Álbum: Antena 1
A Rádio Online mais ouvida do Brasil
Antena 1
    Veja todas as Notícias.

    Sean Connery: Saiba mais sobre o primeiro 007 na história do entretenimento

    Ator faleceu neste sábado (31) aos 90 anos

    Placeholder - loading - news single img
    Sean Connery - Photoshoot/Divulgação

    Publicada em  

    Neste sábado (31), o mundo recebeu a noticia que o lendário ator Thomas Sean Connery havia falecido devido complicações não informadas. O artista é lembrado por ter sido o primeiro a viver o mais famoso espião na história do cinema: James Bond, o 007. Connery, não só por conta dos filmes, mas também pela presença, inspirou uma série de personalidades emblemáticas dentro da indústria do entretenimento.

    Veja também: Billie Eilish: No Time To Die ganha vídeo

    Sean nasceu no dia 25 de agosto de 1930, em Edimburgo, capital da Escócia. O ator consegui muito destaque na carreira cinematográfica fora do papel de Bond, inclusive, conseguiu dois dos principais prêmios da indústria: O BAFTA de melhor ator em cinema, pela adaptação literária de O Nome da Rosa (Der Name der Rose, 1986), e um Oscar de melhor ator coadjuvante pelo clássico Os Intocáveis (The Untouchables, 1987).

    Porém, o trabalho mais memorável na carreira do artista foi ao viver o espião mais famoso do cinema. Ao todo, Connery interpretou Bond durante 5 anos de sua carreira, além do filme que ficou fora da cronologia principal 007 – Nunca mais outra vez (Never Say Never Again, 1983). Curiosamente, Sean disputava atenções secretamente com Elvis Presley, já que o lendário rei do rock nutria uma inveja oculta do ator, por medo de ser esquecido.

    Além disso, Connery também foi responsável por zombar do icônico quarteto de Liverpool: Os Beatles! Sean foi convidado pelo emblemático produtor George Martin – que havia trabalhado com Paul, John, Ringo e Harrison –, para participar de seu disco de despedida, “In My Life”, e quem cantou a música título foi o próprio 007. A piada vem de uma cena do filme 007 contra Goldfinger (Goldfinger, 1964), em que Bond diz: “Há algumas coisas que simplesmente não são feitas, como beber Dom Perignon 53 acima da temperatura de 38 graus Fahrenheit. Isso é tão ruim quanto ouvir os Beatles sem protetores de ouvido”.

    Últimas Notícias

    1. Home
    2. noticias
    3. sean connery saiba mais sobre …

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.