alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    Trump e Kim preveem sucesso em encontro sobre programa nuclear norte-coreano

    Por Thomson Reuters

    Placeholder - loading - news single img

    Por Jeff Mason e Soyoung Kim

    HANÓI (Reuters) - O líder norte-coreano, Kim Jong Un, e o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, se encontraram em Hanói nesta quarta-feira para uma segunda cúpula que, os EUA esperam, vai persuadir a Coreia do Norte a abrir mão de suas armas nucleares em troca de promessas de paz e desenvolvimento.

    Trump publicou no Twitter após jantar com Kim no hotel Metropole de Hanói que os dois tiveram 'ótimas reuniões' e um 'diálogo muito bom', enquanto a Casa Branca disse que os líderes planejam assinar um 'acordo conjunto' após conversas adicionais na quinta-feira.

    Kim e Trump trocaram um aperto de mãos e sorriram brevemente diante de uma fileira de bandeiras dos dois países no hotel.

    Trump disse aos repórteres que acredita que as conversas serão muito bem-sucedidas e, ao ser indagado se está 'recuando' na desnuclearização, respondeu 'não'.

    Em sua histórica primeira cúpula em Cingapura, ocorrida em junho, Trump e Kim prometeram trabalhar para a desnuclearização completa e pela paz permanente da península coreana, mas pouco progresso foi alcançado desde então.

    Kim disse que os dois superaram obstáculos para realizar a segunda cúpula e elogiou Trump por sua 'decisão corajosa' de iniciar o diálogo.

    'Agora que estamos nos encontrando aqui novamente desta forma, tenho confiança de que haverá um desfecho excelente que todos saudarão, e farei meu melhor para que isso aconteça', afirmou.

    Trump e Kim tiveram uma conversa sozinhos de 20 minutos, antes de sentarem para jantar com o secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, com o chefe de gabinete em exercício de Trump, Mick Mulvaney, com o principal embaixador de Kim, Kim Yong Chol, e com o ministro de Relações Exteriores da Coreia do Norte, Ri Yong Ho.

    Na quinta-feira, os dois líderes participarão de uma série de reuniões no Metropole, começando com uma segunda sessão individual de 45 minutos, disse a Casa Branca.

    Os dois ainda realizarão uma 'cerimônia de assinatura de um acordo conjunto' ao final das reuniões, seguida por uma coletiva de imprensa de Trump às 15h50 (horário local), acrescentou.

    A Casa Branca não deu nenhuma indicação do que pode ser abordado na cerimônia de assinatura, embora os dois lados tenham discutido a possibilidade de emitir um comunicado político declarando o fim da Guerra da Coreia, de 1950-1953. As Coreias do Norte e do Sul estão tecnicamente em guerra desde o conflito, no qual os EUA apoiaram Seul e que terminou em uma trégua, não um tratado de paz.

    Questionado se declarará o fim formal da Guerra da Coreia, o que Pyongyang pede há tempos, mas que alguns analistas têm dito que seria prematuro, Trump disse: 'Veremos.'

    'Nós teremos um dia muito ocupado amanhã', disse um sorridente e aparentemente relaxado Trump, antes do jantar, sentado ao lado de Kim em uma mesa redonda com as outras quatro autoridades e dois intérpretes.

    'Nosso relacionamento é um relacionamento muito especial.'

    Especialistas disseram que a dupla está ansiosa para demonstrar que seu relacionamento melhorou desde a primeira cúpula, com suas linguagens corporais estreitamente refletindo um ao outro.

    1. Home
    2. noticias
    3. trump e kim preveem sucesso …

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.