Capa do Álbum: Antena 1
A Rádio Online mais ouvida do Brasil
Antena 1
    Veja todas as Notícias.

    8 filmes clássicos dos anos 80 disponíveis na Netflix

    Selecionamos clássicos que marcaram época e que são venerados até hoje

    Placeholder - loading - Divulgação
    Divulgação

    Publicada em  

    A década de 80 foi um grande conjunto de sucessos em todos os campos da arte. Na música, tivemos a presença de gigantes como Elton John, Whitney Houston e Duran Duran; no cinema, tivemos grandes obras que uniram toda a qualidade narrativa de grandes diretores com o avanço nas tecnologias de edição e efeitos especiais, criando clássicos atemporais que adoramos até hoje. 

    Pensando nisso, para trazer um pouco mais de nostalgia e de boas lembranças para o seu dia, decidimos trazer uma lista com alguns destes filmes que estão disponíveis na Netflix - e algumas curiosidades sobre eles. 

    Então confira 8 filmes de sucesso dos anos 80 disponíveis na Netflix: 

    Top Gun - Ases Indomáveis (1986, Dir. Tony Scott)

    Para abrir a lista, nada melhor do que um filme sobre coragem e aventura. Recheado de cenas gloriosas de ação aérea, o filme é um prato cheio tanto para os fãs de aviação quanto os de romance - além de contar com uma trilha sonora inesquecível, com músicas como Take My Breath Away, o grande sucesso de Berlin. 



    O filme também serviu para posicionar Tom Cruise, que já tinha ganhado os holofotes com Negócio Arriscado, de 1983, como um grande astro dos filmes de ação. E falando nele, o ator está presente na sequência do filme, que será lançada em maio do ano que vem. 



    De Volta Para o Futuro (1985, Dir. Robert Zemeckis) 

    ‘Eu acho que vocês ainda não estão preparados para isso, mas seus filhos vão adorar’. Todos lembramos desde sucesso que trazia diversas inovações tecnológicas cheias de personalidade numa trilha sonora incrível, enquanto Michael J. Fox tentava fazer seus pais se apaixonarem para que ele não deixasse de existir. 

    A melhor parte é que muitas das tecnologias do filme realmente foram criadas anos depois, e usamos diversas delas até hoje: sensores de biometria, ligações por vídeo, óculos de realidade virtual, TVs de tela plana e hologramas. 



    Scarface (1983, Dir. Brian de Palma)

    Para dar uma balanceada no ar romântico e aventureiro dos títulos anteriores, está na hora de trazer um clássico dos filmes de mafiosos. Al Pacino, que já havia ganhado todos os holofotes como Michael Corleone nos filmes do Poderoso Chefão, retorna como o traficante implacável Tony Montana, de imigrante cubano a chefe do tráfico de drogas de Miami. 

    O filme é um show de cenas e falas inesquecíveis, como o discurso de Tony no restaurante e o clássico “Say hello to my little friend!”. Porém, poucos sabem que a obra é na verdade uma regravação: o diretor Brian De Palma realizou aqui sua própria versão do filme de mesmo nome de 1932, que conta a história de Al Capone e das organizações criminosas de Chicago durante a Lei Seca dos Estados Unidos. 

    E além disso, a obra também conta com uma excelente trilha sonora!



    Ela Quer Tudo (1986, Dir. Spike Lee)

    Do renomado diretor Spike Lee, que nos apresentou grandes obras como Malcolm X, temos aqui um filme cheio de identidade e personalidade, que usa uma fotografia linda e diversos recursos visuais para contar a sua história, que vem acompanhada de um delicioso jazz para deixar o clima ainda mais nova iorquino. 

    Diferente de como filmes de sucesso costumavam fazer na época, aqui Spike traz uma mais intimista e verdadeira dentro da comunidade negra no bairro do Brooklin, com diversas reflexões sociais, de raça e de gênero na trama de Nola, que não é uma mulher que não sabe o que quer - ela quer tudo. 



    Rambo - Programado Para Matar (1982, Dir. Ted Kotcheff)

    A franquia de filmes que se tornou a representante das forças militares e da cultura americana começou, na verdade, com uma grande crítica contra tudo isso. Inspirado pelo livro First Blood, de David Morrell, o filme conta a história de John Rambo, um ex-soldado que lutou no Vietnã. 

    Traumatizado e desamparado após voltar para casa, John acaba sendo preso por vadiagem em uma pequena cidade, o que provoca nele uma violenta reação e faz com que ele use todo o seu treinamento militar contra aqueles que o prenderam. 



    Akira (1988, Dir. Katsuhiro Otomo)

    Para dar uma diversificada na lista, fica aqui um agrado duplo para os fãs de ficção científica e de animes. Numa Tóquio futurista que foi reconstruída após um ataque destruidor, a história se passa num clima social hostil, com uma política que pode pender para o autoritarismo a qualquer momento e só não o faz pela presença de organizações rebeldes.

    O filme foi um avanço nas técnicas de animação para a época, além de tratar do tema do transhumanismo, que passou a ser muito retratado nas animações japonesas com a influência dessa obra. E obviamente, o filme tem uma excelente trilha sonora. 



    Dirty Dancing (1987, Dir. Emile Ardolino)

    Depois de um clima meio pesado nos itens anteriores, nada melhor do que um romance que marcou época. Dirty Dancing é um show de cenas lindas e quentes, com a presença do galã do cinema Patrick Swayze. 

    A história conta a história de uma jovem que, ao ir passar as férias com os pais num resort de uma região calma e tediosa, conhece um instrutor de dança pelo qual acaba se apaixonando.

    Sendo então um filme de dança, é indispensável a presença de uma trilha sonora romântica e de excelente qualidade - coisa que o filme entrega muito bem em The Time of My Life, de Bill Medley (que esteve presente na trilha sonora de Top Gun). 



    Karate Kid (1984, Dir. John G. Avildsen)

    E para encerrar, nada melhor do que um título inspirador: a história inspiradora de Daniel San para vencer o valentão da escola, com a clássica cena de sua vitória com seu icônico chute. 

    O filme tem tudo que um grande título precisa ter: cenas de ação, ensinamentos, reflexões, superações e é ótimo para se ver com toda a família. Além da série de filmes de sucesso, Daniel San e Johnny Lawrence estão presentes na série Cobra Kai, que também está na Netflix e teve sua quarta temporada recentemente anunciada: 



    Veja também:

    Coldplay lança o 9º álbum “Music of The Spheres”

    Lançamento de Blessing and Miracles, novo álbum de Santana

    Últimas Notícias

    1. Home
    2. noticias
    3. 8 filmes classicos dos anos …

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.