Capa do Álbum: Antena 1
A Rádio Online mais ouvida do Brasil
Antena 1
Ícone seta para a esquerda Veja todas as Notícias.

PF conclui inquérito dos portos e pede indiciamento e bloqueio de bens de Temer e outras 10 pessoas

Placeholder - loading - Imagem da noticia "PF conclui inquérito dos portos e pede indiciamento e bloqueio de bens de Temer e outras 10 pessoas"

Publicada em  

Atualizada em  

Por Ricardo Brito e Lisandra Paraguassu

BRASÍLIA (Reuters) - Na conclusão das investigações do inquérito dos portos entregue ao Supremo Tribunal Federal (STF), a Polícia Federal pediu o indiciamento e o sequestro e bloqueio de bens do presidente Michel Temer, a filha dele Maristela Temer, do ex-assessor especial da Presidência Rodrigo Rocha Loures e de outros oito investigados, conforme despacho do relator do caso na corte, Luís Roberto Barroso, a que a Reuters teve acesso.

No relatório final, a PF também solicitou ao Supremo a prisão preventiva do coronel João Baptista Lima Filho, amigo de Temer, da arquiteta Maria Rita Fratezi, mulher do coronel, e outras duas pessoas.

Em despacho desta terça, Barroso disse que vai aguardar a manifestação da Procuradoria-Geral da República a respeito dos pedidos feitos pela PF antes de decidir. A PGR poderá oferecer denúncia contra Temer.

Se isso ocorrer, seria a terceira contra o atual chefe do Poder Executivo --as outras duas ele conseguiu barrar o prosseguimento na Câmara dos Deputados, que não deu aval para o STF julgar as acusações criminais e que ficaram suspensas até ele deixar o cargo.

Ainda assim, de antemão Barroso decidiu proibir os investigados que tiveram a prisão preventiva requerida pela PF de deixarem o Brasil.

'Aguardarei a manifestação do Ministério Público quanto aos requerimentos de sequestro e bloqueio de bens, assim como do pedido de prisão preventiva. Determino, no entanto, desde logo, a proibição de se ausentarem do país aos investigados que tiveram sua prisão processual solicitada pela autoridade policial', disse Barroso.

Segundo o ministro do STF, a PF decidiu apontar o indiciamento dos investigados pelos crimes de corrupção passiva, corrupção ativa, lavagem de dinheiro e organização criminosa. O ministro cita que essa organização está 'dividida em quatro núcleos: político, administrativo, empresarial (ou econômico) e operacional (ou financeiro)'.

Na lista de indiciados estão Antônio Celso Grecco, ex-presidente da Rodrimar, Ricardo Conrado Mesquita, ex-diretor da Rodrimar, e Gonçalo Borges Torrealba, sócio do grupo Libras.

'De acordo com o relatório, foram produzidas, no âmbito do inquérito, provas de naturezas diversas, que incluíram colaborações premiadas, depoimentos, informações bancárias, fiscais, telemáticas e extratos de telefone, laudos periciais, informações e pronunciamentos do Tribunal de Contas da União, bem como foram apurados fatos envolvendo propinas em espécie, propinas dissimuladas em doações eleitorais, pagamentos de despesas pessoais por interpostas pessoas --físicas e jurídicas--, atuação de empresas de fachada e contratos fictícios de prestação de serviços, em meio a outros', informa Barroso, citando o relatório da PF.

O inquérito dos portos foi aberto em setembro do ano passado, diante da suspeita de que Temer teria recebido propina, por meio do então assessor especial Rodrigo Rocha Loures, para editar um decreto que beneficiou a Rodrimar em alterações legais para o setor. Mas, no curso das apurações, outros crimes foram sendo investigados.

A defesa de Temer informou à Reuters na noite desta terça que ainda não tinha tido acesso ao relatório final da apuração e que vai se manifestar na quarta-feira.

A assessoria da Presidência informou que o Palácio do Planalto não irá se pronunciar sobre inquérito dos portos.

BLINDAGEM

As investigações do inquérito dos portos atingiram indiretamente o ex-diretor-geral da PF Fernando Segovia. A situação dele, que assumiu o comando da polícia em novembro, ficou abalada após entrevista à Reuters, antes do Carnaval, em que ele afirmou não haver indícios de crime cometidos pelo presidente no inquérito. Na entrevista, Segovia indicava que a tendência era de arquivamento da investigação contra Temer.

Na mesma entrevista, o então diretor-geral disse ainda que o delegado responsável pelo inquérito, Cleyber Malta Lopes, poderia ser investigado por eventuais abusos nos questionamentos que fez ao presidente, se houvesse uma queixa formal sobre isso.

No final de fevereiro, o então recém-empossado ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, substituiu Segovia por Rogério Galloro, que está no comando da PF desde então.

No despacho desta terça, Barroso --que anteriormente tinha blindado o delegado responsável pelo inquérito de ser retirado da condução do caso-- disse que o trabalho foi 'conduzido diligentemente pelo Delegado da Polícia Federal Cleyber Malta Lopes, cujo compromisso na preservação dos dados sigilosos merece registro'.

Escrito por Thomson Reuters

Últimas Notícias

Placeholder - loading - Imagem da notícia Dia dos Pais: artigos de luxo para presentear

Dia dos Pais: artigos de luxo para presentear

No segundo domingo de agosto celebramos no Brasil o Dia dos Pais, com intuito de prestigiar e homenagear a figura paterna que é tão especial na vida de um filho. Com certeza é uma das datas comemorativas mais especiais.

Além de desfrutar da companhia de seu pai, um presente sempre é uma boa pedida. Porém são tantas opções, que selecionamos itens das marcas de luxo mais renomadas para te ajudar a escolher o presente perfeito. Afinal, seja qual for o estilo do seu pai, uma pessoa especial merece um presente especial.   

Bulgari

A Bulgari, traz muitas opções de relógios, anéis e pulseiras excêntricas. O Octo Finissimo, um relógio de design audacioso e alta precisão, sintetizando com sofisticação e simplicidade, reúne a criatividade do design italiano e o talento da relojoaria, perfeito para o pai amante dos relógios!

Já o anel da coleção B.Zero1, inspirado no anfiteatro mais famoso do mundo – o Coliseu – e a pulseira Serpenti Viper, ambos em ouro branco 18K, são ótimas opções para os mais modernos. 

  

Bottega Veneta

A seleção da Bottega Veneta conta com itens super descolados e práticos. A sandália Band é feita 100% em borracha, fazendo dela extremamente confortável.

A Padded Tech Cassette (versão mais esportiva da Padded Cassette) carrega o Intrecciato em uma versão macro em nylon, com o tamanho ideal para acomodar a carteira e as chaves de forma estilosa e segura.

Por fim, a capinha de AirPod em silicone, que também possui o padrão do Intrecciato da marca, é o item perfeito para os pais apaixonados por tecnologia. 

  

Salvatore Ferragamo

A marca italiana, Salvatore Ferragamo, possui peças para os mais variados estilos. Para o pai de negócios, uma pasta de trabalho em couro caramelo com o fecho Gancini prateado, um item elegante para acrescentar no dia a dia do seu pai.

Para o pai jovial, um High-top Sneaker, tênis de cano alto inspirado nos anos 90 com um padrão Gancini em 3D, branco, discreto e versátil.

E por fim, para o pai mais moderno, que adora seguir uma moda, um óculos de sol com armação modelo Navigator em aro de metal e detalhe colorido na ponte que confere um toque de estilo. 

  

TAG Heuer

A relojoaria suíça TAG Heuer apresenta opções luxuosas surpreendentes. O TAG Heuer Aquaracer Professional 300 Orange Diver, é robusto, recém-lançado e perfeito para os amantes do esporte.

O TAG Heuer Carrera é sofisticado, forte e contemporâneo, e representa a expressão mais elegante do Carrera.

Já o TAG Heuer Connected Golf Edition é o novo e redesenhado relógio da linha Connected. Feito para os golfistas e para oferecer o máximo em elegância e desempenho esportivo no Green, o relógio adiciona tecnologia a cada tacada. 

  

Christian Louboutin

Para finalizar essa lista com chave de ouro, nada mais especial do que presentear com opções de Christian Louboutin, grife francesa famosa por seus sapatos com sola em um luxuoso tom de vermelho.

O tênis em cano alto Louis Velour se sobressai com um tom vinho em textura de veludo, disponível por R$ 6.140. A bota Our Georges traz um solado tratorado com detalhe de fivela em CL – remetendo a Christian Louboutin - disponível por R$8.560.

Para os mais clássicos a o mocassim tradicional vem com um toque de uma das assinaturas de Louboutin, os spikes, disponível por R$6.510. 

 Dados retirados do release da assessoria de imprensa Suporte Comunicação.


Veja também: #TBT:JOHN LENNON GRAVAVA SEU ÚLTIMO ÁLBUM, “DOUBLE FANTASY”, EM 1980

AS 5 CAPAS DE ÁLBUM MAIS ICÔNICAS DA HISTÓRIA

1 D
  1. Home
  2. noticias
  3. pf conclui inquerito dos …

Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.